A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

25/07/2012 11:01

Boate Neo fecha e proprietário promete nunca mais investir em Campo Grande

Ângela Kempfer
Neo funcionava na 15 de Novembro. (Foto: Divulgação)Neo funcionava na 15 de Novembro. (Foto: Divulgação)

Em seis meses os proprietários da Neo viram a casa esvaziar até que resolveram fechar a boate. Sábado foi a última noite da balada de música eletrônica. Chateado, um dos sócios é enfático ao dizer que nunca mais investe em entretenimento em Campo Grande.

Veja Mais
Duas das melhores baladas de São Paulo "nasceram" em Campo Grande
Ludmilla é uma fofa e mostra o que o funk pode ensinar ao nosso sertanejo

“Aqui as pessoas gostam de dormir e de comprar remédio. É só parar para ver. Aqui é a terra das farmácias e das lojas de colchão”, diz Joel Dibo.

Filho de família tradicional de Campo Grande, a condição de campo-grandense dá o direito a Joel fazer algumas críticas como alguém que cresceu aqui. Apesar de negócios em São Paulo, ele optou por morar em Mato Grosso do Sul, mas agora parece mais ressentido do que nunca.

“A cidade é muito estranha. Em Campo Grande não abro nunca mais uma casa noturna. Vou investir em outros estados, aqui não comporta um projeto legal”.

O empresário, que tem sócios produtores de shows, também reclama do que considera retrocessos dos últimos anos. "Não há incentivos para quem trabalha com entretenimento. Espaços de shows são fechados, nada pode".

Sócio na Hot Hot,uma da principais baladas de São Paulo, e também do Garage Cuiabá, Joel comenta que a casa na capital do Mato Grosso passará por uma grande reforma, “porque lá vale o investimento”.

Ele lembra a lotação na inauguração da Neo, como “tudo em Campo Grande”, um consumo passageiro. A boate lotada durou apenas 1 ano e desde janeiro percebe queda de 50% no público.

A abertura da Neo em Campo Grande, com capacidade para 400 pessoas, criou um espaço para atrações nacionais da cena eletrônica, principalmente da House Music. Joel dividiu a empreitada com os empresários Cegonha, Jamelão e Rafael Black.

A casa funcionava na rua 15 de Novembro e tinha uma noite dedicada ao público gay.




galera amo a minha Terra! de coração S2

eu acredito que Campo Grande é uma cidade ainda que está em desenvolvimento
com 900 e poucos mil hab. axo que tem bar, restaurante e boate e agora 3 grandes shoppings de acordo com tamanho da cidade, ,, e olha que aqui os lugares são lindos pertos de que eu já vi em outras capitais

Campo Grande está de parabens!

 
Luan Souza em 29/05/2013 16:52:02
Bom .. após ter lido a reportagem e os comentários, vejo que o Sr.Joel havia feito um bom negócio, pois se propôs a abrir algo que não é tão normal em CG , correu o risco de aceitarem/frequentarem ou não, mas como uma boa dica de Empreendedorismo , quando abrimos um negócio primeiramente, temos que pesquisar se o recinto e o negócio condiz com o público/cliente que será atingido, por exemplo: abrir uma sorveteria em um lugar frio é totalmente óbvio que não obterá lucro.
Ou ele tenta abrir e corre o risco novamente,o que na minha opnião não é válido, ou , ele abre uma casa de show sertanejo em CG ,ou .. se o Sr. Joel realmente gosta de Tech House/House Music e quer ter uma casa noturna nesse estilo , mude para São Paulo ou outra cidade onde há mais público. .
Att,
 
Victória Arantes em 22/03/2013 10:31:07
Caro Joel, realmente Campo Grande é uma cidade provinciana, ainda bem, caso contrário, estaria delapidada pelos incautos que insistem em perturbar o sossego publico, - bem coletivo - cujo dever de zelar, é do poder público, que tem pisado na bola e não cuida. É de se entender que você e seus sócios querem ganhar dinheiro, e muito, à custa de uma juventude burra e alienada, todavia, a juventude de Campo Grande, mesmo com alguns percalços, é uma juventude sábia e ordeira; tradicional. Sabe o que é coisa boa. Por isso, o fracasso de sua boate e de qualquer outra, que tente incutir nessa juventude sábia, inteligente, estudiosa e ordeira, uma cultura de baderna, barulho e lixo eletrônico. Os poucos imbecis que andam com som alto pelas ruas, não tem a grana que você buscam. Vão em boa hora!
 
Mário Duarte de Almeida em 05/02/2013 20:03:46
ola Joel
por morar em campo grande deve conhecer muito bem seu publico alvo, por esse motivo antes de investir num estabelecimento "tão grandioso" deve valorizar a cultura local aqui não é rio e são paulo que qualquer "thun, thun" os satisfaz (nada contra musica Eletrônica e nem aos seus seguidores) porem temos cultura diferente, e alem ir a "farmácia e dormir" gostamos de escultar musicas boas, que tal investir em algo tipico do estado talvez você não ficara mais frustrado e com certeza terá mais resultados!!!!
não leve a mal é uma critica construtiva
 
veronica braz em 20/01/2013 18:06:26
O rapaz tem razão. Investir em CG é difícil, pois nossa juventude local, embora rica ou goste de aparentar ser, é muito provinciana nos costumes. Muita aparência, pouca coisa de relevante para dizer. Lidar então com música eletrônica, para quem gosta de fazer carão, melhor mesmo é deixar para lá.
 
Andréa Rodrigues em 19/11/2012 18:33:05
Queremos Compra a Boate NEO !!! Qual e o valor ??
 
Mauricio Da Rocha Fares em 23/10/2012 02:17:01
Joel,
Vá numa farmacia compre um calmante, tome e deite num bom colchão pra desestressar!!!!
 
Ana Prado em 28/09/2012 10:33:39
Ah! Eu sou paulistano, mas moro aqui há 16 anos. E eu gosto de Campo Grande assim. Tranquilidade, sossego, qualidade de vida, uma vida bem despreocupada absolutamente diferente de minha cidade, totalmente saturada de tudo. Campo Grande sempre foi sossegada, e parece que sempre será. É compreensível a decepção do empresário, mas, a cidade é assim, todos sabem disso. Eu sou muito feliz nessa terra.
 
Christian da Costa em 27/09/2012 09:09:04
JOel, Joel,

pq nao resgata o Tango, aquele primeiro, do começo...ond não se podia entrar de jeans, ond tinhas pessoas na faixa dos 30 anos....com música boa... q tal????
 
Estela Alves em 27/09/2012 02:24:22
Campo grande precisa de um espaço onde todos os bares e boates estejam próximos, vejam o exemplo de Cuiabá-MT, Vila Madalena e Av. augusta em SP, o problema de CG é que tudo é muito espalhado, o cara vai fazer um esquenta no Miça, tem que pegar o carro, unir a galera e depois ir na NEO. Se tudo fosse próximo seria melhor, atravessa a rua, anda algumas quadras e tá la na balada.
 
DIEGO HENRIQUE FRANCO em 23/08/2012 09:50:36
O problema dessa cidade é que as pessoas aqui não tem espírito metropolitano.
Parece que todo mundo vive numa cidade do interior.
Eu sou de campinas, interior de São Paulo, estou aqui por causa do trabalho, mas sempre que posso vou pra fora do estado.
As pessoas aqui parecem sem ambição, sem vontade de curtir a vida.
O Estado merece o nome que tem, mato.
 
Elio Jorge em 21/08/2012 08:17:03
sou do tempo em que o SURIAN era o máximo,e o center night também,saudades de quando se divertir era divertido........
 
nina souza em 04/08/2012 09:09:20
Conheci a Neo Club achei uma boate muito boa, um espaço legal, mas oque acontece em Campo grande que as pessoas frequentam os lugares somente enquanto é novidade, depois partem pra outros lugares da Moda.
 
Fabio Haddad em 02/08/2012 12:24:00
Entretenimento e Campo Grande, são duas coisas que não combinam. Setor estes que em várias capitais, gera empregos, impostos, e propicia diversão organizada para a população (Vila Mariana-SP, Lapa-RJ, etc) . É uma pena... quem sabe um dia.
 
Luiz Gimenes em 02/08/2012 12:07:32
olha a moçada de campo grande realmente gosta de sertanejo e pagar pouco , nao importando com a qualidade , por outro lado o que falta é um lugar para o pessoal com idade acima de 35- 40 anos e que nao tenha cara de bailes da saudades....rsrsrs. uma casa noturna com samba, bossa nova, salsa, chamame e nao sertanejo.
 
soraya alfonzo em 02/08/2012 07:49:50
Campo Grande é bom pra zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz.
Ops, falar de Cpo Gde da até sono, zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
 
Camillo De Souza Jnr em 02/08/2012 06:52:23
Campo Grande é para passar ferias, visitar amigos e parentes. Quem gosta de trabalhar tem que morar em outra cidade. Sou campograndense porque nasci aqui nesse fim de Mundo, alias fim do Mundo ta um pouco antes de Campo Grande.kkkkkkkkkkk. Aqui o negócio é fingir que tem alguma coisa para parecer que é alguem, trabalhar em orgão publico, puxar saco de politicos, e gostar de música sertaneja.
 
Camillo De Souza Junior em 02/08/2012 06:48:03
Pelo menos em Corumbá ainda tem a 1054!
 
Ricardo Almeida de Andrade em 01/08/2012 05:33:08
É senhor Joel acho que foi infeliz na sua publicação, primeiro ofende a cidade onde nasceu, que vive e que te da o sustento e de toda sua familia, não respeita a população tentando generalizar um o assunto, procurando culpados para um fracasso que é só seu, acho que deve respeitar as pessoas, a cultura da sua cidade, do seu estado.... ..
 
Pedro Alcantara em 31/07/2012 08:50:16
VEM PRA CUIABÁ AQUI DE SEGUNDA A SEGUNDA TEM BALADA! CLUB GARAGE, NUUN, CANELA FINA, PRAÇA POPULAR, GERÔNIMO, VALEY E TUDO O Q NÃO TEM NESSA CIDADE MORTA QUE É CG!
 
Rafael Campos em 31/07/2012 08:16:55
Infelizmente mai uma casa em Campo Grande fecha, realmente a cultura do estado e o sertanejo, principalmente agora com todos fazendo um sucesso, inclusive mundial, e vai aumentar muito mais, os jovens se espelham no sucesso recente, cada esquina surge uma dupla nova. A Neo foi uma casa muito bacana, uma infra muito boa, iluminação moderna, eles sempre inovaram trazendo djs de qualidade mundial.
 
Jailson Costa em 30/07/2012 09:21:06
Nós somos caipira, e pra falar a verdade os incomodados que se mudem, e ta falado.
 
Roberto Mauro Ferreira em 26/07/2012 12:48:35
Que pena senhor seu em empreendimento não ter dado certo,jugando pela sua suberba da para ter uma ideia por que foi,mas se um dia resolver voltar a campo grande tenha um pouco mais de humildade,não compare outras cidades ,cada lugar tem sua cultura e devemos respeita-las.
 
LARA LIMA em 26/07/2012 12:48:04
Caro Joel, Parabens pela coragem e pelo empreendimento, uma pena ter fechado. Um ótimo local, com altíssima qualidade de som, equipamento, iluminação, conforto, infra-estrutura, sistema de atendimento, trazendo Dj´s nacionais e internacionais dos melhores casts e revistas especializadas.

Sinto muito por àqueles que nada entendem e pagam horrores para ver uma duplinha cantar com 3 acordes...
 
Sergio Correa em 26/07/2012 12:45:06
Moro em C.G. a 15 anos e sou muito grata a essa cidade que muito me deu, mas sempre questiono a falta de acesso a cultura por aqui..Não frequento boates, sou mais de bar com música ao vivo, mas me solidarizo com o Joel, afinal triste é investir em um sonho e não dar certo. Joel, muda seu foco. Um abç e boa sorte!!
 
Marcia Nunes César Ferraz em 26/07/2012 12:38:00
A ignorancia é tanta que em qualquer grande cidades, todos nós sabemos que casas noturnas, boates, bares... se vc não inovar.. mudar.. ser criativo o negócio para!! Isso não acontece só em Campo Grande... Ja morei em varias cidades como Curitiba, Vitoria, São Paulo e tudo funciona assim!!! O rapaz dessa boate neo, ta tentando simplesmente arrumar uma desculpa pelo seu fracasso!!!!!!
 
Luciano Rodrigues em 26/07/2012 12:07:03
Como conhecedor da música eletrônica mundial vejo que muitos djs daqui são completamente desatualizados e fora das tendências e insistem no velho "bate-estaca", ou seja, um ritmo que não cai no gosto da população. O dono da empresa não investe no diferencial, e isso NÃO TEM NADA A VER COM O GÊNERO MUSICAL, vejam que a move continua sempre cheia. O negócio é que o preço não estava àaltura da qualid
 
Jorge Santos em 26/07/2012 12:05:48
É compreensível a decepção com o fechamento do negócio, entretanto, colocar a culpa na cidade e na cultura é outra história. Campo Grande é digna de novos e excelentes empreendimentos, desde que sejam orientados para o mercado e não para o produto. Seria como abrir uma churrascaria na Índia! As rápidas e constantes mudanças do mercado requerem "empreendedores" resilientes. Fica a dica...
 
Fabricia Takao em 26/07/2012 11:54:46
Eu não sei como se comporta "povo " de uma capital.... mas acho que gosto é gosto e a maioria das pessoas aqui não gostam de eletrônico uai!!! eu sou daqui e não gosto de sertanejo.... nem de eletrônico.... nem de punk.... nem axé....eu gosto do Brasil - MPB.... Samba.... e também não temos muito opções nesse sentido.... mas tem o Park's que tá aí a muiiiito tempo.....
 
sonia kling em 26/07/2012 11:45:25
Fikei muito triste em saber da NEO fechou afinal CG tinha 2 boates e agora só tem uma, infelizmente aki é assim uma cidade com potencial + onde o povo só fai si for di graça, ai ñ dura boate agora abre uma casa de pagode ou de sertanejo com entrada de 5 reais e cerveja kente ki vai lotar, parece ki vivo no interior, saudades de uam das melhores kasas noturnas ke CG ja viu
 
Dereck Nantes em 26/07/2012 11:17:34
olá Cegonha e Joel...vcs são especialista em entretendimento quiça a minha pessoa pudesse sugerir que mudassem um pouco siga as tendencias e abram espaço para o sertanejo, mas para isso deveria aumentar um espaço pra 800 pessoas o que seria viável pra um evento com grandes nomes da musica do povo...aquele abraço a vcs e continuo torcendo para sejam sempre vencedores nesta batalha,
 
jose maria martins de brito em 26/07/2012 10:40:34
O problema é q em Campo Grande o povo parece um bando de andorinhas onde vai um vai todo mundo, o povo não se divide ,não sabem se comportar como pessoas de uma capital ainda!!!!
 
mirian andrighetto em 26/07/2012 10:38:51
Campo Grande é uma cidade de pseudo-agroboys (a maioria nem fazenda tem, são cupinchas de governo profissionais) que só gostam de sertanejo e o Zé Povinho do funk (Afonso Pena & aeroporto). Triste realidade do povo que carece de identidade própria... esse povo parece que gosta de ser ignorante! agora não temos lugar adequado para receber amigos de outros países ou outras cidades mais civilizadas!
 
Eva Mendonça em 26/07/2012 10:30:43
O negócio de Campo Grande é igreja e música sertaneja. Não adianta investir em diversão e cultura, não tem público suficiente pra mais nada além disso. Qual a vida noturna daqui? Vida noturna não é só balada. Se eu precisar comprar alguma coisa, quiser ver um filme ou fazer uma refeição as 3 da manhã, quais minhas opções? O tamanho da cidade não é problema, o problema é a mentalidade.
 
Andre de Lima em 26/07/2012 10:26:01
Ví muitos lugares bons fecharem em campo grande, sabem por quê? A música é efêmera e os gostos musicais também. Hoje vivo em Porto Murtinho e tive que me adequar ao sertanejo.aqui não se escuta outro estilo

O Cabaret vive ao som do DJ, vai ser reformada e continuará com o mesmo público da Neo, acho que faltou para o Joel CATIVAR o público dele com um bom atendimento, preço e HUMANIZAÇÃO.
 
Rodrigo Ostemberg em 26/07/2012 10:20:14
Para agradar ao público é preciso inovar dia após dia.
Falar que Campo Grande é isso ou aquilo, que não vai mais investir na cidade é fácil.
Como explicar outros lugares que estão em funcionamento há anos??? QUALIDADE.
 
Meriele Oliveira em 26/07/2012 10:15:34
Joel você esqueceu de mencionar que o povo é cachaceiro!!! Deveria ter aberto um boteco de esquina... Num ponto você tem razão Empreendorismo em Campo Grande é zero, o povo tem uma mentalidade de cidade de interior ainda!
 
marcos sanches em 26/07/2012 10:03:28
Enquanto isso, o Bar Fly está lá, firme e forte ao longo de todo esses anos.
 
Márcia Sant'Ana em 26/07/2012 10:01:22
Aguarde em breve nova estrutura de FARMACIA EM CAMPO GRANDE.Vamos unir o util ao agradavel,faremos a farmacia com uma loja de colchao dentro ai o paciente toma o remedio e ja deita para fazer efeito, ai cobramos somente a hora q vai ficar deitado e o remedio.Nada mas acontece nessa cidade rssss...é cada uma viu....
 
susan keyla mendes ferreira em 26/07/2012 09:55:45
Caro Joel benvindo ao mundo das decepções!!!!! Eu que o diga...sou produtor de eventos a quase 15 anos aqui em Campo Grande, sedmpre focado no segmento pop rock...já vendi carro, casa, sujei meu nome, mas NUNCA parei de investir no que penso que é bom para a população daqui, sou um lutador, mas chega uma hora que as coisas tomam um rumo que não tem saída...VOCE É UM IDEALISTA !!!! MEUS PARABÉNS!!!
 
Marcus Barão em 26/07/2012 09:49:56
CAMPO GRANDE NAO PRECISA DE BOATE E NEM D LOJA D CARRO PRECISA URGENTE É D HOSPITAL E POSTOS D SAÚDE . É UMA VERGONHA VER QUE A CAPITAL DE MATO GROSSO DO SUL É ÉSSIMA EM SAÚDE , GENTE MORRENDO NOS CORREDORES . ENFIM .
 
wanessa arruda campo grande ms em 26/07/2012 09:48:15
Isso que eu chamo de repercução de noticia..rsrs cansei de tanto ler, vou tomar um remedio e deitar no meu colchão... Abraço Joel, sucesso nos negocios futuros! kk
 
Claudinei Nunes em 26/07/2012 09:40:51
Caro Joel, não é que somos caipiras e gostamos só da nossa cultura, somos seletivos e a Boate Neo, bombou por apenas um ano, daí em diante virou rotina, sem novidades, sem investimento, mudamos e partimos à procura de novidades. Quem sabe não é hora de investir em uma farmácia, ou quem sabe em loja de colchões??? Mas lembre-se que gostamos de qualidade!
 
Vana Martins Sodoro em 26/07/2012 09:26:43
vai fechar mais uma boate, mas vai abrir mais 4 farmacias d uma rede de farmacias drogasil, iiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
 
edmilson barbosa em 26/07/2012 09:18:56
Bem infeliz a comparação e as palavras que utilizadas para desqualificar a cidade, recentemente a MOVE ampliou e modernizou seu espaço se tornando um dos melhores clubes do Brasil a casa é fantástica e sempre esta cheia “porque aqui vale o investimento” o que fez a NEO fechar tem outro nome, quando falta humildade e competência é fácil jogar a culpa nos habitantes da cidade...
 
Michael Nunes em 26/07/2012 09:07:50
frequentei apenas uma vez essa casa noturna, gostei, porém, como sou daqui, não abandono minhas raízes, gosto de sertanejo, dançar coladinho, .acredito que a maioria é assim também, gostamos de mais tranquilidade, falo isso como conhecedor de uma grande maioria, o povo daqui gasta, mas ñ vive de balados, existem coisas muito mais interessantes do que gastar muito dinheiro em uma noite passageira!
 
Gesner Willeman em 26/07/2012 08:56:37
gostei de saber disso assim posso abrir minha loja de colchões tranquilamente kkkkk
 
Laura Dutra em 26/07/2012 08:46:42
UMA PENA MESMO, SAUDADES DA D-EDGE
 
MARCIO CASTRO em 26/07/2012 08:10:46
Engraçado!!... Quando vc acessa os sites de noticias, analisando os comentários das outras cidades entre elas "Cuiabá", a população está também sempre reclamando, e no caso da mesma usam Campo Grande como "referência"de boa cidade e administração da qual a capital Matogrossense deveria-se "espelhar"!?
"...O que falta em Campo Grande são pessoas que reclamam menos e agem mais pela nossa capital".
 
Paulenir de Barros em 26/07/2012 08:04:12
é Joel... confesso que tenho muita saudade da D-EDGE... Campo Grande infelizmente respira e vive esse sertanejo universitário que dá pavor!!! conheço outras capitais do Brasil e aqui o povo é estranho pra vida noturna, não encontrei igual.. Fui em algumas festas na Neo e amei o espaço, atendimento e as atrações... é uma pena fechar... Desejo boa sorte e espero que não desista de investir aqui.
 
Gisele Guimarães em 26/07/2012 07:38:16
Não tem jeito...Campo Grande tenta ser moderna e descolada, mas na verdade o que o povo gosta mesmo é de tomar tereré, naquiar fumo e ouvir sertanejo. Não tem como mudar é a cultura local. Música eletrônica tem um espaço reduzido nessa capital é muito arriscado investir nesse seguimento. S.M.J.!
 
Weber Pessoa em 26/07/2012 07:35:11
Eu particularmente amo musica eletrônica. DETESTO sertanejo.. mais nesse estado o enfoque é sertanejo 90% das pessoas daqui curte isso.. infelizmente.. =(
Eu fui na NEO.. o que não curti muito nela é que achei-a muito pequena, e digo uma coisa todos empreendimentos pequenos em CG fazem sucesso quando é novidade, depois quebram. #Fato de CG.. Se não tiver MUITO a oferecer, não ofereça nada!
 
Fran costa em 26/07/2012 02:30:41
parabens ao lado b a dias nao via bombar de comentarios , me recordo q o ultimo q bombou foi dos universitarios q rasparam a cabeca em hhomenagem ao colega.parabens ,o assunto, qdo bem escrito e melhor compreendido.excelente materia,apesar d lamentavel a historia.
 
marta lopes em 26/07/2012 01:43:32
As pessoas em SP tem opcoes, por isso a cena eletronica esta cheia, tem muita gente muitos lugares, nao tem como enjoar. Em cidades menores tem que usar mais a criativadade pra atrair a galera.
 
Lais Santana em 26/07/2012 01:25:58
Um lugar que tenha espaco para teatro alternativo, musica eletronica e de outros estilos, musica local, varios quadros na parede, e objetos interessantes a venda. Falta mesmo criatividade para os investidores. Sinceramente, abrir um lugar tipo boate com gente pirando, o povo fica meio vazio. Ai enjoa mesmo e cai fora eventualmente...
 
Lais Santana em 26/07/2012 01:21:37
Acho que o público está muito segmentado hj. Boate para 1 mil.. 2 mil pessoas é coisa do passado. Festa, eventos e shows são outras coisas, aí junta-se um conglomerado. Boate hj é para 300 pessoas e olhe lá.. Se perguntar pros proprietários se eles querem dar um atendimento bom aliado a preço e qualidade, fica a desejar. Querem ficar milionários em 2 meses e dane-se os clientes..
 
Fábio Duailibi em 25/07/2012 12:58:06
Penso que tudo pode dar certo por aqui... se não fosse a tamanha ganância dos empresários. Enquanto se toma uma cerveja nos bares por 5,00 reais, nas boates não sai por menos de 10,00 reais. Se você pensar que quem está vendendo por 5,00 reais já está ganhando, imagina quem vende por 10,00 reais. Fora os demais gastos como entrada, dose de outras bebidas e sempre tem algo mais na conta.
 
Álvaro Gilberto Ferreira da Silva em 25/07/2012 12:54:19
Campo Grande é uma cidade de pseudo-agroboys (a maioria nem fazenda tem, são cupinchas de governo profissionais) que só gostam de sertanejo e o Zé Povinho do funk (Afonso Pena & aeroporto). Triste realidade do povo que carece de identidade própria...
 
Marcos Paulo Hypollito em 25/07/2012 12:53:40
Ja morei na espanha e na inglaterra tenho conhecimento das melhores baladas
do mundo principalmente das baladas londrinas q sao excelente, Infelismente em
campo grande nao tem como abrir uma boate como a NEO tocar so um estilo de
musica ( house musik ) i esperar q sempre vai ter retorno LUCRO um investimento
desses por aqui teria que ser um estilo de musik diferente a cada Final de semana
...
 
Leonardo alves em 25/07/2012 12:53:26
aqui o pessoal esta mas acostumado com o ritimo sertanejo universitaro.
 
marco martinez em 25/07/2012 12:38:50
fomos felizes com voces, muito obrigado e ate a proxima ;)
 
Luis Fernando Ferrari em 25/07/2012 12:38:19
os que mais reclamam e sentem "saudade", os que MENOS frequentam, entao amigos, chega de conversinha, assumam suas posturas, se gostam FREQUENTEM, e os preços praticados, pros desinformados, sao MENORES doque a grande maioria das casas por ai, e quem gostaria de ir todo final de semana e da desculpa de grana, conversem com os donos, expliquem, enfim, PAPO FURADO e XORORO danem-se. R.I.P Neo Club,
 
Luis Fernando Ferrari em 25/07/2012 12:37:55
contribuindo com a cultura que se tem e o bom gosto, para com o publico de sua cidade, cheguemos entao de "conversinha fiada" e materias dao o teor que querem as palavras das pessoas, mas nada, nada disso mais vale, o que importa, eh que mais um local bacana se fechou, e quem nao gostava, nao tem mais doque reclamar, e quem fica ae xoramingando, que FREQUENTEM esses locais, porque sao justamente
 
Luis Fernando Ferrari em 25/07/2012 12:35:52
deveria ter uma rua Augusta!!!!
 
lui garcia em 25/07/2012 12:35:50
Infelizmente o Neo Club fechou suas portas, eh sabido que o "povinho" dessa cidade, da tapinha nas costas, parabeniza pelo empreendimento, se diz frequentador e simpatizante de tal estilo musical, mas tempos depois, faz o mesmo com qualquer porcaria que se inaugura. A questao amigos, nao eh se adequaar a realidade da cidade (sertanejo), a questao, eh fazer aquilo que realmente acredita estar
 
Luis Fernando Ferrari em 25/07/2012 12:34:00
Uma pena fechar mesmo.
Era um excelente espaço, com padrão de grandes centros. O que eu achava mais interessante - além da iluminação MUITO boa - era o sistema de comanda pela digital. Se Campo Grande comporta ou não projetos de entretenimento fora do sertanejo, somente o público irá responder (com a presença). Eu creio que comporta sim, mas com projeção realista de retorno do investimento.
 
Jorge Almoas em 25/07/2012 12:30:50
Já frequentei a casa e gostei do ambiente. Mas achei caro!! Sempre achei que a "elite", que gosta de reclamar da noite de Campo Grande tinha encontrado seu reduto.. Mas pelo visto a galera prefere outros points, vai entender..Quanto as declaraçoes... é típico o cara encher o peito pra falar e depois vem dizer que o jornalista entendeu errado..
 
Aguinaldo Tibúrcio Soares em 25/07/2012 12:20:31
Talvez transformar o local em boate de Sertanejo Universitário de mais retorno.
Adeque seu negócio as necessidades locais.
 
Alex Bernardes em 25/07/2012 12:18:06
Esses empresarios tbm querem lucrar valores fora da realidade de muitas pessoas, ninguém aguenta pagar todo final de semana o preço pra se divertir, em qualquer lugar que se for hj vc se privando de muita coisa nao gasta menos de 70 a 100 reais. Nesse ritmo quem fali sao os consumidores.
 
Fabio Costa em 25/07/2012 12:16:39
Lamentável ver um dos melhores clubs de CG fechando as portas... o pior ainda é saber q as pessoas da cidade tão perdendo o bom gosto, e ainda ver q a tendencia é piorar kda vez mais!
 
rody pinheiro em 25/07/2012 12:14:16
Não, Luciano Petiz, O POVO de Campo Grande não gosta só de boteco não, EU faço parte desse POVO e não gosto nem de um nem de outro, todo mundo é livre para gostar e eu gosto de estar com a minha familia e anigos na minha casa ou deles, não vejo necessidade de extravasar a carencia ou adrenalina em certos ambiente. Pense no que fala.
 
Mario Moraes em 25/07/2012 12:12:39
Concordo com a bronca do empresario.
Campo Grande é tambem a Cidade das Lojas de Moveis e Eletrodomesticos.
Nos ultimos dois anos, além das Casas Bahia, que abriga quase um quarteirão na l4 de Julho, agora temos mais 04 Magazines Luiza, mais uma oito City Lar e mais umas tres ou quatro Romeira Móveis. Tudo no Centro. Me pergunto, porque se vende tantos moveis, ou se é tatica suicids dessas lojas.
 
Reinaldo Sandim em 25/07/2012 12:06:46
Como jornalista, sempre enfrento esse tipo de dificuldade ao escrever. Os entrevistados falam o que sentem e depois, ao perceber o alcance do Campo Grande News, ligam para pedir que a reportagem seja retirada do ar. Esclareço que desde o início da entrevista o empresário Joel Dibo sabia da minha condição de jornalista e em qual veículo a matéria seria publicada. Nenhuma palavra foi destorcida ou inventada. Também acredito que o fato de viver em Campo Grande não impede que críticas sejam feitas à cidade e comportamentos locais.
 
Ângela Kempfer em 25/07/2012 12:03:00
Concordo o ex-proprietário,p quem curte balada querem muito,isso não pode acontecer,querem lista free e mesmo assim saem falando mal da casa....Campo Grande tem q cuidar do que é seu pq senao não terá nenhum boate digna p irmos...Exemplo o Garage eu amava ir lá.....Boa sorte...eu frequentei uma a casa pq não moro mais em CG....ia muito qdo era o LÔLA..pq não reabre o espaço p o publico Gay...??
 
everton rodrigues em 25/07/2012 12:03:00
O povo de Campo Grande, é trabalhador gente,vai gastar dinheiro só porque o carinha abriu um negócio?Se não for bom não dura mesmo!!!!!Querem ganhos rápidos,um absurdo p/empreendedor.Tem um banco que se instalou aqui e o plano de lucro deles foi de após 7(Sete) anos.Só para se ter uma idéia.
 
Rosa Marlene da Silva em 25/07/2012 11:57:23
Pena a jornalista ter usado de palavras q lhe pareceram apropriadas , mas ressalto aqui q esse nao foi o teor das MINHAS palavras e muito menos foi autorizado em momento algum a publicacao das mesmas.

 
Joel dibo filho em 25/07/2012 11:56:49
Venho atravez desse comentario manifestar minha indignacao pelas palavras dessa jornalista responsavel pela materia onde distorceu minhas palavras e sem minha autorizacao publicou oq achou ser uma informacao, sou campograndense e aredito sim na minha cidade, o fato de termos encerrado o ciclo de atividades do Neo nao me desmotiva em nada em investir na minha cidade, pena a jornalista ter usado
 
Joel dibo filho em 25/07/2012 11:55:05
SR JOEL

AS NOITES EM CAMPO GRANDE ESTÃO MUITO VIOLENTA POR CAUSA DA BEBEDEIRA EXCESSIVA DE PESSOAS IMATURAS. E TB MUITO CARO AS COISAS EM BOATE AI É MAIS FACIL SENTAR NUM BUTECO E BEBER.
 
ANDREIA PRISCILA em 25/07/2012 11:55:00
agua e esgoto ! Triste ralidade!
 
gabriel spini em 25/07/2012 11:46:35
É mas campo grande ta quebrada essa é a verdade ! e quem tem dinheiro , gasta em outras cidades !! è por isso que ta todo mundo vazando daqui, enquanto os marginais políticos q dominam essa terra continuarem no poder vai ser assim ! Impostos eles são bons pra cobrar, fazer aquário q não precisa eles tão fazendo pra engordar seus bolsos enquanto aki na nova Campo Grande , 90 % do bairro não tem nem
 
gabriel spini em 25/07/2012 11:46:09
Uma pena, era uma excelente casa noturna, tinha uma excelente infra, ótimo ponto.
Mas Campo Grande é moda mesmo, se você não ficar mudando o nome do lugar a cada 10 meses, realmente esvazia..
Eu nem tenho mais vontade de sair aqui.. Botecos hoje de dar vergonha..
Vide Voodoo.. Um lástima ter acabado.. excelente local..
 
Uriá de Mello Soares em 25/07/2012 11:45:59
a unica coisa que da certo aqui e bar de sertanejo dor de corno que e isso que o povo gosta!
 
adriano shiroma em 25/07/2012 11:44:39
Aqui o povo não gosta de balada, o foco aqui é ganhar dinheiro!! Em Cuiabá a coisa é diferente hehehe
 
Márcio Martins em 25/07/2012 11:41:03
....Quer comparar Campo Grande com Cuiabá!!!O povo lá não gosta muito de trabalhar não!!!E depois tem o poder aquisitivo das pessoas,esses lugares que o SR.abre tem de ter muita grana para frequentar...a população de Campo Grande é muito jovem e a maioria sobrevive ainda de mesadas dos pais....então os botecos se tornam a opção...
 
Maria Inez Mendes em 25/07/2012 11:39:22
O povo de Campo Grande só trabalham .Quando querem se divertirem vem pra Corumba ou vão pra Bonito.Mas merecem respeito
 
ANA BERGAMO em 25/07/2012 11:39:05
Quem sabe uma igreja evangélica daria mais rezultado!... hehehe.
 
jorge leandro em 25/07/2012 11:33:38
Sr. Joel Dibo,

Antes de abrir qualquer negócio se faz necessário que se tenha um plano de viabilidade do empreendimento. Será que foi feito. Se foi paciência.
Só não esqueça que cada um faz o que gosta, o que quer. Não é porque foi inaugurada uma boate na cidade que sou obrigado a frequetá-la.

 
Jose Alfredo de Melo em 25/07/2012 11:29:09
O povo de Campo grande gosta só de buteco !!!!!
 
Luciano Petiz em 25/07/2012 11:23:44
Me diverti horrores neste lugar e fui fiel até os ultimos dias, mesmo por que acreditei que se comparecesse o negocio não iria fechar. Mas pelo jeito o pensamento não foi coletivo, rs! Enfim, foi muito legal, passei momentos memoraveis ai dentro! Uma pena que fechou, mas um tapa na cara de quem só reclama!
 
João Samam em 25/07/2012 10:46:49
Fala sério... faltou foi divulgação né... e outra coisa, aqui é bom só para o sertanejo, infelizmente não vingam as casas noturnas de música eletrônica... a D EDGE era muito boa e não vingou, o Garage, agora a NEO e quem sabe até quando vai durar a Move?? ?
 
Adriane Fernandes em 25/07/2012 09:58:01
Sou de São Paulo, mudei para cá há anos, adoro a tranquilidade da cidade e os botecos são excelentes, sai mais barato que a NEO, sem a violência de Sampa .Agora, a comparação das cidades foi muuuuuito infeliz, CG é única e incomparável.
 
margarida larucci em 25/07/2012 09:52:20
Existe vida fora do sertanejo, existe vida fora da grande fazenda campo grande.O atraso do entretenimento, a falta de opções, a desvalorização das culturas mundiais a insistência e obrigatoriedade por um único ritmo e estilo (o sertanejo) que virou uma industria para poucos abastados e prósperos empresários, não se vê só nos empresários locais e sim também nos políticos regionais.O negocio é $$$
 
marcelo ribeiro em 25/07/2012 09:36:34
Não sei o que é pior... ler os comentários das pessoas que são daqui defendendo um outro comentário falido ou ler que este aí é um grande empresário! Ora, até eu que nunca fui empresária, tenho a noção que, antes de abrir qualquer negócio deve-se estudar, primeiramente o seu público alvo, a geografia do local, a cultura e os hábitos da grande massa da população. Sugiro na próxima procurar o Sebrae
 
FERNANDA SANTOS em 25/07/2012 09:30:44
È triste ver o pessimismo em relação a Campo Grande,infelizmente algumas idéias dão certo e outras não.Mas não vamos desqualificar esta linda cidade,os campograndenses gostam de curtir a familia e de tranquilidade deveriam em investir é em parques temáticos,zoológicos,planetários.Algo mais voltado para a familia .Mas por favor gente Campo Grande tem seu valor.
 
Valdirene Pereira em 25/07/2012 09:15:39
a cidade esta muito violenta, quando não e um acidente no semáforo e um sequestro relâmpago,agente sai de casa viva e não sabe se volta.a preferencia esta sendo ficar em casa ....e viva, e isso que esta acontecendo nessa cidade, o medo não esta nos dando muita opção.
 
Rosana Soares em 25/07/2012 08:45:37
quem nunca ouviu falar na neo nem deveria dar comentarios a respeito, pois se nem conhece, nao dever dar opiniao, mas cgr é assim mesmo.nunca teve vida noturna e nem vai ter, pizzaria até as 23h, restaurante até 22, só aki mesmo, o negocio aki é comprar carro zero km, parar no posto e colocar 10 real de gasolina pra dar um role e bancar uma de playboy na rua.
 
edmilson barbosa em 25/07/2012 08:38:11
Concordo com vc Janes Barros, Campo Grande é uma cidade difícil de entender, eles desvalorizam os comércios dos bairros para irem para "cidade" comprarem. É lamentável e só os comerciantes sabem disso. Criticar também não é viável, deve-se também haver comprometimento com o cliente para viabilizar uma atração nova que fidelize ele...
 
klaus fantin em 25/07/2012 07:31:53
Campo Grande Ta Um Lixo Pra .. Eventos Mesmo .. Tem Muita Gente Sem Cultura.. Por que Uma Casa Noturna Como Essa ' Neo' Super Top. e Deixar Fechar ? Sinal que Esse povo ta por fora de qualidade..to com você ( as pessoas gostam de dormir e de comprar remédio. É só parar para ver. Aqui é a terra das farmácias e das lojas de colchão”, ( Joel Dibo Sucesso em seus projetos )
 
Rodrigo Triton em 25/07/2012 07:17:11
bom mesmo era o center night e o 360 que os seguranças faziam a revista e qndo vc nao tava armado vc nao podia entrar e alem de tudo era barato e conhecido,brincadeira a parte mas mesmo nao sendo adepto a essas baladas eu nunca ouvi e nem vi nenhum tipo de publicidade sobre a boate,propaganda e estudo do mercado seria viavel antes de abrir qulquer negocio.fica a dica.
 
marcos cesar em 25/07/2012 06:59:04

É Lamentável ver um dos melhores clubs de CG fechando as portas, lugar muito bacana que tive o prazer de frequentar, sou apreciador da cena eletrônica que aqui, está se enfraquecendo cada vez mais, fico na grande torcida para acontecer uma mudança cultural e consequentemente surgirem mais opções de entretenimento fora do sertanejo!!!
 
Elinson Lemos em 25/07/2012 05:54:12
...que grande número de pais no país inteiro preferem que seus filhos estudem aqui e fiquem longe da família a ter que se preocuparem com a segurança e qualidade de vida! O campo grandense vive para trabalhar e apreciar os amigos e a família, não para ir pra balada direto. Experimenta investir no ramo de alimentação e bares que quem sabe consegue retorno. Não nos compare, somos incomparáveis.
 
Cristina Teixeira em 25/07/2012 04:41:48
Aqui o sistema e bruto mesmo, gostamos de um bom barzinho com moda de viola sentado com os amigos
 
ERICA SOUZA em 25/07/2012 04:39:45
Infelizmente daqui uns meses até mesmo o LENDAS irá fechar. A cultura nessa cidade não é diversificada e infelizmente 95% da massa campograndense é do mato, opa, sertaneja. É isso.
 
Bruno Silva em 25/07/2012 04:36:44
Aqui é assim mesmo! Estamos no meio do mato e o povo todo é chucro mesmo! E nem adianta alguem nao gostar pq é verdade..chucro é chucro e pronto. Nada de mais, só são assim mesmo as coisas por aqui. Se não for sertanejo então nem adianta empreender na cidade. Fazer o que, cidade morena, terere na afonso pena com som alto no ouvido, ficar parado com o carro na frente do bar pra ver nao se sabe oq..
 
Bruno Silva em 25/07/2012 04:33:23
Paraaa.. eu frequento todas todo tipo de festas em CG, uma vez ou outra ouvi falar em NEO..
Nunca vi um fly escrito NEO.. o problema foi inovação e propaganda, com toda certeza!!
 
Daniel Santos em 25/07/2012 04:27:10
Infelizmente, tenho que concordar com o Sr. Joel Dibo, ele tem razão. Só quem é empresário em Campo Grande sabe do que ele está falando. às vezes acho que estão mentido para nós; nossa cidade talvez não tenha quase 800.000 hab. se tiver, infelizmente não tem renda;
 
Janes Barros em 25/07/2012 04:18:30
E a próxima a fechar (infelizmente), é o Lendas Pub. O campograndense gosta de lugar que tem fila, bebida cara e mal atendimento.
 
Douglas Elemar em 25/07/2012 04:14:15
Como as coisas vingam em Campo Grande? Depois de um tempo fechando, reformando e abrindo com outro nome ou com outra decoração, cobrando mais caro e dando aqueles jeitinho que não são muitos legais (leis) que a gente sabe né, rs/
Pq, pq assim o povo dessa terra vai. A mente provinciana da maioria daqui é essa... A MODINHA DO LOCAL... passou um ano tem q mudar pq o público enjoa. Não são fieis.
 
Beatriz Cruz em 25/07/2012 04:08:16
Se até tombaram o camelódromo...rsrsrs
 
darci casara em 25/07/2012 04:06:18
Joel,
Aqui é cidade de "peões" e "fazendeiros", infelizmente, que gostam de fazer churrasco em casa e escutar música sertaneja no final da afonso pena, nada vai prá frente.
É uma pena que cada vez menos há espaço para entretenimentos.
 
jair machado da silva em 25/07/2012 03:57:25
Mais uma casa noturna que se fecha? Amigo Joel acredito que voce abriu na hora errada pois nunca vi tantas opções de baladas em campo grande , quem é daqui de berço sabe que nunca se teve tanta diversão, o problema é que se abre tudo ao mesmo tempo, daí da no que dá. E aceita as opiniões dos leitores que vai te ajudar na proxima empreitada ! Abraços
 
alex santos em 25/07/2012 03:51:06
....pessoal não é so porque fechou a neo....que acabou as noitadas
campograndeses...me poupe...kkkkkkkkk
 
gil zotelli em 25/07/2012 03:40:00
José Alfredo de Melo , o segundo comentário, foi assertivoao se posicionar: Antes de abrir qualquer negócio se faz necessário que se tenha um plano de viabilidade do empreendimento.
Se o próprietário, já sabe que os empreendimentos só bombam por um ano em CG, deveria se planejar que ao final de seu ano de glória, depois de lucrar muito, ja houvesse capital para oferecer outra opção.Não foi sagaz.
 
Mariana Rojas em 25/07/2012 03:34:24
Que viola moda, essa cidade tem muita mulher bonita que odeia sertanejo, muito ai que paga de ''jeca tatu'', não tem terra nen de baixo do dedo. Como o amigo falou aqui em baixo.. hahahaha cidade piada
 
Marius Pudzianowisky em 25/07/2012 03:31:09
Também pudera Luciana Mello, se Ponta Porã não se agitar com tantas "coisas boas" pra fazer a cabeça. É ruim heim?
 
ANTONIO LOPES em 25/07/2012 03:26:18
Rsrsrsrs...eu acho engraçado os comentários de pessoas querendo depreciar Campo Grande...rs...CG tá "tão ruim" de negócio, que vão construir mais 2 shoppings: 1 na saída de Cuiabá e outro na av. três barras...outro absurdo é querer comparar CG com Cuiabá, uma cidade que não está nem conseguindo concretizar as obras do PAC 1 pra Copa...rsrs...e não sou quem falo, é jornal de lá que falou..rs
 
João Tavares em 25/07/2012 03:24:42
Nem a matéria a respeito da falta de gasolina nos postos, deu tanto ibope...eu heim!
 
Isa Nunzio em 25/07/2012 03:15:50
Aqui nois é bruto memo, gosta de moda de viola e buteco.
 
lukas oliveira em 25/07/2012 03:14:12
O Cara abre uma boate cara pra caramba e reclama que não tem público....
 
Roberto Inzagaki em 25/07/2012 03:09:16
Qndo tinha so 2 promoters (nao me lembro o nome,era uma morena e uma loira) a balada era perfeita. Cumpriam seu papel de promoter com louvor: nos atendiam mto simpaticas,estavam sempre bem vestidas,se divertiam junto com a gente na pista. Era genial! Depois vcs foram colocar outros promoters nd simpaticos,q só se achavam e traziam gente estranha! Perdeu a graça. Funcionários fazem toda a diferença
 
carla lima em 25/07/2012 03:09:05
concordo com vc luciano nos gostamos de buteco mesmo gostamos de tomar nossa cerveja sentada, curtindo um bom assunto com amigos musica ambiente e comida boa, é por isso que aqui é Campo Grande MS cidade de gente tranquila e otimas amizades, ok
 
Étila Guedes em 25/07/2012 03:01:52
ALGUÉM SABE SE VAI ALUGAR O LOCAL?.......JOEL VC VAI ALUGAR OU VAI VIRAR.. FARMÁCIA;;;;
 
MARCELO JUNIOR BRAZ em 25/07/2012 02:45:26
Concordo! aqui em campo grande o povo é muito parado, e quando se tem uma concentração de pessoas aparece um dedo duro pra estragar a festa! pronto disse tudo...
 
fernando alves em 25/07/2012 02:30:55
Impressionante! Notícia sobre política ninguém comenta! rs
E quer saber?! Acho pouco! Quero mais é que feche mesmo! Aqui em CG é assim... As pessoas não tem gosto, se foram na inauguração, foram para aparecer... Serem vistos e verem... Depois passa... Vão em outras inaugurações...Aff... Podem notar, os únicos lugares que persistem em CG, são aqueles que não suscitam modinha... Chorinho e Madá!
 
JESSICA MACHADO em 25/07/2012 02:23:44
Distorcidas as palavras ou não, faz sentido tudo que foi expressado, infelizmente. O gosto da maioria da cidade faz esse tipo de empreendimento não durar tanto, o que prejudica a minoria que gosta desse tipo de balada e fica sem uma opção compatível com seu gosto. A Move não é boa como a Neo era, nem na música, nem no espaço, nem no público (para o meu gosto). O Café Mostarda é um sobrevivente.
 
Raquel Rossato em 25/07/2012 02:21:22
Caro Moacir Cafaro, o que o Sr. uma pessoa tão culta, esta fazendo em Campo Grande, se aqui é terra de Jeca???? não temos nada contra Musica Eletrônica mais temos nossas raízes, agora pergunto ao Sr., pq o Sr acha que o movimento acabou?? a culpa é do campo grandense, ou da estrutura da casa de show em fazer algo de diferente... realmente clube de laço pode ate dar dinheiro sabe pq.. Variedade..
 
Gilmar Arantes em 25/07/2012 02:17:23
bom eu sou de campo grande, na minha opiniao sua casa noturna nao deveria ser muito conhecida, nasci aqui e nunca ouvi falar dessa boate ... E outra ha varias casas noturnas aqui que sao otimas e cheias ... campograndenses nao gostam so de sertanejo...
 
karine martins em 25/07/2012 02:17:06
Terra de Jeca ????? Para quem conhece esse estado e essa cidade sabe :
Aqui não tem campograndense e sim : Gaucho, Paulistas , Paranaenses, Japones, Arabes, Paraguaios, Bolivianos, etc....
 
Cristina Maria em 25/07/2012 02:15:08
O problema não é a "cidade". Essa tem quase 1 milhão de habitantes, enquanto a casa noturna comporta apenas 400 pessoas.
O grande problema é o publico com quem esses empresários trabalham. Você conta no dedo as pessoas que realmente tem dinheiro para gastar ali, o resto é tudo baba ovo e puxa saco.
Quem conhece sabe bem o que estou falando...
 
Pedro Rosas em 25/07/2012 02:13:17
Moro em Ponta Porã e aqui é mais agitado que Campo Grande. Embora a capital seja uma das melhores em diversos aspectos (ex: infra-estrutura), deixa muito a desejar no que se refere a vida noturna. Nada dá certo na cidade e o que tem vem se mantendo, mas certamente com pouca margem de lucro. E o interessante é que não tem na cidae muita variedade de casas noturnas e opções de lazer. Lamentável...
 
Luciana Mello em 25/07/2012 02:12:58
Companheiro Joel, vc errou feio na escolha. Abra uma igreja....problema resolvido.
 
maria luiza ´pessoa em 25/07/2012 02:12:09
“Aqui as pessoas gostam de dormir e de comprar remédio. É só parar para ver. Aqui é a terra das farmácias e das lojas de colchão”.

DISSE TUDO !!!! CONCORDO !
 
Mohamad Ibrahim em 25/07/2012 02:01:57
club bom igual ao surian eo chatanuga nao se tem mais em campo grande era lotado de gente todos os finais de semanas que pena que o qui e bom dura pouco eu curtia muito .
 
rosana nascimento pereira em 25/07/2012 01:47:23
Não dá certo pq falta ao empresario fazer o empreendimento "de coração" :). Mas uma sugestão deixarei aqui para um novo inventimento , que certeza fará muito sucesso, UM PARQUE TEMATICO . O povo campograndense agradece!!! :)

ow, mas não desiste da mujsica eletronica aqui...
 
livia khoury em 25/07/2012 01:46:44
Lamentavel são os comentarios, parece que o Joel não conhece Campo Grande, aqui é terra de Jeca, ou é sertanejo ou é sertanejo, não adianta, se tivesse aberto um clube de laço tava mais rico do que é.......
 
Moacir Cafaro em 25/07/2012 01:43:21
Antes de abrir um negócios desta magnetude, deveria ter feito antes uma pesquisa para conhecer o gosto dos jovens de Campo Grande. Ao que me parece este tipo de ambiente é tipico de grandes centros e Campo Grande embora seja uma capital, o seu povo é interiorano com tradições sertanejas.
 
Lorival Correa em 25/07/2012 01:41:31
O que mais indigna não é o fechamento da boate. Mas, sim a cara de pau de pessoas que falam bobeiras na hora da raiva depois não sabem assumir seus Erros. Se o Empresário fosse um pouco mais inteligente, faria uma pesquisa de mercado para ver qual é o Publico de Campo Grande. Por isso há tanta falência em BOATES, por não saber se a Cidade comporta ou não esse tipo de Segmento.
 
Letícia Pinho em 25/07/2012 01:38:44
Verdade Joel, pra cada casa noturno que fecha, abrem seis famacias e dez lojas de colchão. Eta povinho devagar. Infelizmente estamos tendo que sair daqui para nos divertir também e se continuar assim pra morar. Enquanto aumento vagas na Camara Municipal fecham espaços para jovens. Olho nas urnas!
 
Mauricio Caruso em 25/07/2012 01:32:27
Parabens a Reportagem, ate que enfim não foi distorcido nada...
Infelizmente grandes casas noturnas não decola aqui devido ao publico..
 
Gabriel Marchese Rodrigues em 25/07/2012 01:32:02
Aqui é uma cidade excelente em vários termos. Campo Grande tem tudo o que se precisa, entretanto a nossa cultura não é a que se querem que seja. Abra uma casa com forró aqui, FECHA!!! abram um bailão de sertanejo em Belém, por exemplo, FECHA. portanto, é cada lugar com sua cultura e realidade. Não comparem Cuiabá ou São Paulo, ou qualquer lugar, com outro. Cada um é cada um e pronto.
 
julio Pires em 25/07/2012 01:30:55
culpa na reporter do que assumir para os seus amiguinhos, que realmente disse e pensa dessa maneira! Sem querer vc está dando uma proporçao muito maior do que o fato e a materia realmente teriam. Por exemplo...fiquei sabendo dessa materia através de uma das suas tentativas em reverter a situaçao através do facebook. Cade a sua experiencia empresarial? Relaxa...amanha todo mundo já esqueceu!rsss
 
ana lucia em 25/07/2012 01:28:35
É difícil ter opções noturnas aqui, porque a maioria que sai é obcecada apenas por um modelo de lazer.Respeito, pq é um gosto dominante local e do momento.
Aí tudo o que existe e é diferente custa 1 olho e 1 rim por noite, porque precisa se manter, o que tb entendo.Só não pago, pq não tá fácil p/ ninguém...
Uma hora, empresários e clientes chegarão a um meio-termo.
E se fará a variedade!
Oremos.
 
Mirian Costa em 25/07/2012 01:26:34
É uma pena que o club, com ótimo padrão e atrações, tenha de fechar. É menos uma opção de cultura na cidade. Esperamos que sempre exista baladas eletrônicas, sertanejas, pagodeiras, enfim, para todos os gostos.
 
Denis Matos em 25/07/2012 01:24:03
Caro Joel, não sinta receio em assumir as coisas que provavelmente, voce realmente disse. Mesmo não sendo do ramo, essas sempre foram opiniões minhas e com certeza de inúmeros outros campograndenses. É uma questão cultural que em nada diminui ou denigre a cidade,que por sua vez, possui inúmeras outras qualidades. No meu caso particular, sinto receio em sair em virtude da violência no transito, que
 
Ana Lucia em 25/07/2012 01:21:20
Não se avexe não Joel Dibo. Estamos é bem do concordando contigo! Se falou isso - e eu acredito no trabalho da jornalista, é uma responsabilidade imensa - era o que estava sentindo!

E quer saber? Você está corretíssimo! Não fica com recalque não! Aqui o povo é meio xucro e ao mesmo tempo esnobe!
 
Liziane Berrocal em 25/07/2012 01:20:35
Infelizmente essa cidade só funciona o sertanojo. Por isso pessoas que vem para Campo Grande tem uma imagem horrível de interior. Triste
 
Adolph Eichmann Reichstag em 25/07/2012 01:19:37
Ninguém é obrigada a frequentar novos bares e boates, mas concordo planamente com Joel Dibo!! Nada que se é aberto em campo grande é duradouro no ramo de entretenimento, bares boates. Quantos bares e boates que de ano em ano tem q passar por uma reforma para tentear sobreviver por mais um ano!!! Mente população de provinciana!!!!
 
Paula Ferreira de Oliveira em 25/07/2012 01:14:53
JOEL SEU AVO FOI UM DOS HOMENS MAIS INTELIGENTES QUE JA SE FALOU DENTRO DE CAMPO GRANDE MS, DE CARROCEIRO. A GRANDE EMPREENDEDOR, TENHO CERTESA QUE VC TEM ESSE SANGUE . ENTAO MEU AMIGO PENSA EM OUTRA COISA. E NAO DESISTA DE CAMPO GRANDE. PORQUE SENAO ESSA CIDADE VAI FICAR SEM HISTORIA. TENHA CALMA, REPENSE FAÇA UM LOCAL DE LOCAÇAO, QUE ESTA EM FALTA. MUDA O FOCO. E GANHE SEU DINHEIRO. NAO DESISTA
 
LUIZ FERNANDES. em 25/07/2012 01:05:26
É fato, campo grande parece roça que não vai pra frente! se fosse sertanejo estaria lotada... Infelizmente mais um tentou lutar pra trazer a evolução mas se decepcionou!
 
Jackeline Ferreira em 25/07/2012 01:05:13
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.