A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

21/09/2015 08:59

Câmera que realizaria um sonho foi roubada e garoto apela para vaquinha

Lucas Arruda
Diogo e Edinaldo (de óculos) apelam para a solidariedade para continuar com programa no Youtube.Diogo e Edinaldo (de óculos) apelam para a solidariedade para continuar com programa no Youtube.

Diogo Marques de Lima tem apenas 16 anos, mas seu canal de humor do Youtube tem 15 mil inscritos e seus vídeos já ultrapassam 650 mil visualizações, o que o tornou o mais visto de Mato Grosso do Sul nesta categoria.

Veja Mais
Humberto Gessinger, Ludmilla e Whindersson Nunes chegam no fim de semana
Ex-jogador de futebol abre diversão diferente: o jogo de sinuca com os pés

O “Sem Noção” começou no fim do ano passado, mas há um tempinho não é postado um novo vídeo. O motivo não é dos melhores. Há dois meses, enquanto Diogo preparava um novo material, no Parque das Nações Indígenas, ele foi abordado por um homem armado que roubou a câmera e a mochila.

“Eu estava gravando uma pegadinha solidária, onde dava R$ 20 para as pessoas e depois as seguia para ver o que elas fariam com o dinheiro. Estava anoitecendo e esse cara apareceu. Chegamos a ir na polícia, mas nada do que ele pegou foi recuperado até hoje. Eu tinha cinco vídeos fresquinhos lá”, relata Diogo.

Após este episódio o adolescente pensou em desistir do canal, já que não tinha como gravar novos vídeos sem seus equipamentos. Até que seus seguidores começaram a questionar o porquê dele não estar mais produzindo. “Eles começaram a pedir coisa nova e eu expliquei a situação, então organizamos uma primeira vaquinha e consegui R$ 850. Depois fiz uma social por um site na internet, onde todo mundo pode doar, espero conseguir o necessário”, diz.

As doações podem ser em qualquer valor, mas o montante total que o garoto pede é R$ 3.500, para comprar uma câmera nova e um tripé. “O equipamento que me foi roubado era novinho, tinha conseguido com o dinheiro que ganho do Youtube e com meu trabalho”, recorda.

O amigo de Diogo, Edinaldo de Assis Filho, também de 16 anos, o ajudava com a gravação do vídeo no momento em que aconteceu o assalto. Para que isso não se repita eles vão andar sem muitas coisas, quando conseguirem o equipamento, e com um segurança.

“Quando voltarmos a gravar teremos mais cuidado, mas o segurança demandará um custo. Vamos ter que conseguir mais visualizações para ganhar mais. O assalto até nos deixou pra baixo, mas o que nos conforta é que fazemos as pessoas mais felizes e é por isso que estamos seguindo em frente”, reflete Edinaldo.

As doações podem ser feitas por este link. O “Sem Noção” pode ser acessado aqui.




Boa sorte aí garoto, não desiste do seu trabalho não. Espero que vc consiga uma nova câmera e continue seu trabalho.

E tira essa fita do seu braço.

 
Pensador em 21/09/2015 14:49:50
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.