A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

08/04/2015 06:45

Campo Grande perdeu o que universidade e empresários garantem em Dourados

Aline Araújo
A Banda Mais Bonita da Cidade se apresenta do dia 31 de maio. (Foto: Divulgação)A Banda Mais Bonita da Cidade se apresenta do dia 31 de maio. (Foto: Divulgação)

O que Dourados têm que Campo Grande perdeu?

Veja Mais
Ludmilla é uma fofa e mostra o que o funk pode ensinar ao nosso sertanejo
Coletivo de DJs organiza festas com música para 'dançar mais e reparar menos'

O município, a 233 quilômetros de Campo Grande, agora está na rota de shows nacionais do cenário alternativo e da música brasileira. Atrações que antes nem passavam pelo Estado, hoje ganham os palcos da maior cidade universitária de Mato Grosso do Sul.

Depois de receber Banda do Mar e Humberto Gessinger, ainda neste ano se apresentam na cidade Os Paralamas do Sucesso, Banda RPM, Roupa Nova e a última atração confirmada, talvez a menos conhecida, mas que deixou o cenário alternativo alvoroçado, A Banda Mais Bonita da Cidade, de Curitiba.

A Banda do Mar atraiu 7 mil pessoas para show. (Foto: Divulgação UFGD)A Banda do Mar atraiu 7 mil pessoas para show. (Foto: Divulgação UFGD)

Artistas considerados menos comerciais e de estilos diversificados passam pela cidade graças a os dois lados da moeda cultural: o público e o privado.

O exemplo bom da parte governamental vem da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), que criou uma Coordenadoria de Cultura e movimenta a cena como Festival de Audiovisual, Festival de Música, Festival Internacional de Teatro, com espetáculos de todo Brasil, além de trazer para Dourados dois shows nacionais gratuitos por ano.

De outro lado, a iniciativa privada percebeu a carência do público que foge do que é apresentado nas feiras agropecuárias da região.

O show feito em comemoração ao aniversário da UFGD, com a Banda do Mar, o segundo da turnê de estreia do grupo formado por Marcelo Camelo, Mallu Magalhães e Fred Ferreira, atraiu cerca de 7 mil pessoas para o Parque Antenor Martins, mais conhecido como Parque do Lago.

Nos anos anteriores a Universidade já havia trazido Vanguart, que gerou uma campanha feitas com lambe lambe nas ruas e na internet pelos fãs de Campo Grande, que só terão o show da banda agora, no dia 11 de abril.

Passaram por lá também Mart'nália, Nando Reis, Pato Fu e Teatro Mágico. A Coordenadoria de Cultura da UFGD é atuante e investe com muita eficiência os R$ 200 mil reservados no orçamento para a arte, o que não não é visivel por aqui. Ainda mais agora, que a cidade perdeu projetos como o Temporadas Populares e o MS Canta Brasil

 

Vanguart no ano passado foi para Dourados mas não passou por aqui. Depois de muitos pedidos a banda se apresenta esse mês. (Foto: Divulgação)Vanguart no ano passado foi para Dourados mas não passou por aqui. Depois de muitos pedidos a banda se apresenta esse mês. (Foto: Divulgação)

No caso dos shows, na hora de escolher as atrações, o que conta é a soma entre um valor que caiba no orçamento e opções culturais que sejam diferentes do que já é ofertado de maneira habitual pelo mercado.

“A ideia é trazer o que está geralmente fora do nosso alcance, os artistas que ainda não chegaram em Mato Grosso do Sul e estão despontando no cenário alternativo. A gente consulta os valores e aproveita para falar de uma questão de mercado peculiar na hora de negociar. Queremos transformar o Estado em um cliente em potencial, já que a maioria das bandas nunca passou por aqui”, comenta Bruno Augusto da Silva, de 26 anos, coordenador do projeto da UFGD que garante os shows pela universidade.

O show da Banda Mais Bonita da Cidade acontece no encerramento do Festival Audiovisual em 31 maio, no Teatro Municipal, com capacidade para 430 pessoas. A prioridade será dada as pessoas que durante a semana participarem das atividades do evento. Ao final de cada sessão, um passaporte sera carimbado, garantindo vaga no show, que será gratuito para quem completar os carimbos do cartão.

 Humberto Gessinger se apresentou em fevereiro. Humberto Gessinger se apresentou em fevereiro.

Os empresários douradenses também andam investindo na diversificação das atrações. O Armazém Music, casa de shows inaugurada em abril do ano passado, focava apenas no sertanejo, mas mudou de rumo. O empresário Nicácio Pereira Canteiro, de 45 anos, percebeu a necessidade de conquistar diferentes públicos, principalmente, os universitários.

No dia 7 de fevereiro trouxe Humberto Gessinger, vocalista da banda Engenheiros do Hawaii, em seu projeto solo, Insular. O show, com uma estrutura para mesas e open bar, modo utilizado pela casa para viabilizar a atração, conquistou cerca de 3.500 pessoas e deu início a um calendário pretensioso, que prevê um show nacional por mês, mesclando atrações mais manjadas, como Cristiano Araújo, RPM e Roupa Nova, que já passaram por aqui e hoje ganham espaço no interior.

“A gente sentiu a carência que Dourados tinha de shows. Antes só tinha em época de exposição, e a cidade é um polo, porque um evento aqui atrai pessoas dos municípios vizinhos."

Hoje, o caminho da plateia é inverso, diz Nicácio. "No show do Humberto, nós vendemos mais de 200 ingressos para Campo Grande”, lembra o empresário.

Paralamas do Sucesso  vem para cá pegando carona no show de Dourados.  (Foto: Divulgação)Paralamas do Sucesso vem para cá pegando carona no show de Dourados. (Foto: Divulgação)

Campo Grande até pegou carona nas opções da cidade do interior, o show do Paralamas do Sucesso, por exemplo, só vai acontecer por aqui, porque a banda irá se apresentar na Expoargro. As dobradinhas são comuns entre os produtores culturais da cidade. A Banda carioca Seu Cuca, se apresenta em julho, na sexta-feira (19) lá e no sábado aqui.

Agenda de Shows em Dourados:

11/04 – Sergio Reis e Renato Teixeira – Armazém Music
31/05 - Banda Mais Bonita da Cidade – Teatro Municipal
16/05 – Paralamas do Sucesso - Expoagro
13/06 – RPM - Armazém Music
24/07 - Roupa Nova - Armazém Music
19/06 – Seu Cuca - Jangoo Pub




Campo Grande não tem prefeito, deveriam é mudar a capital do estado pra outra cidade, enquanto Três Lagoas e Dourados estão explodindo de crescer, a capital está minguando, enquanto não colocarmos um prefeito digno do cargo, nosso destino é encolher cada vez mais...
 
Max em 08/04/2015 12:30:26
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.