A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

27/08/2013 15:25

Cantores sertanejos acusam ativistas de atrapalhar show na Feirona

Helton Verão
Manifestação popular foi barrada por seguranças, acusa manifestantes  (foto: Mara Rojas)Manifestação popular foi barrada por seguranças, acusa manifestantes (foto: Mara Rojas)

O cortejo de São Genésio, em homenagem aos 7 anos de existência do Teatro Imaginário Maracangalha, que gerou a polêmica na noite de domingo (25) na Feira Central, parece ainda não ter terminado. A dupla, que se apresentava no momento da tentativa de entrada dos manifestantes, Paulo Sérgio & Santiago, contou que o único pedido feito pelos seguranças na entrada, foi que esperassem para eles terminarem o show.

Veja Mais
Artistas são barrados na entrada da feira e criticam rumos da cultura na cidade
Procura-se um padrinho que ajude na guinada de um cantor sertanejo

“As coisas não aconteceram da forma que eles contaram a reportagem de vocês. Estávamos fazendo show, quando ouvimos os batuques e gritos do lado de fora, eles queriam entrar para a manifestação. Não somos contra a manifestações, mas os seguranças apenas pediram para esperarem terminar o show”, conta o cantor Santiago.

De acordo com o cantor, a solicitação não foi atendida pelos manifestantes que adentraram a Feira Central. “Como eles não quiseram esperar, o pessoal da organização pediu para pararmos o som. Atrapalharam nosso trabalho, na temperatura que estava aquela noite parar, para eles passarem e depois voltar foi muito ruim. Fora que passaram olhando para gente como se fossemos vilões. Somos da cultura também, não precisavam daquilo”, ressaltou o cantor sertanejo.

Santiago comenta que se pedissem para um representante solicitar um espaço para eles subirem ao palco seriam atendidos, mas que foram praticamente expulsos do tablado. "Eu e meu parceiro, mais os cinco músicos todos tem família para criar, não podíamos ser desrespeitados e tratados como motivo da manifestação deles", finaliza Santiago.

Depois de muita discussão, batidas de tambores, e até citações da Constituição Federal, o cortejo entrou na Feira Central.

De acordo com os artistas do cortejo, eles seguiram seu rumo, sem atrapalhar o evento que estava sendo realizado na Feira Central.




ROGERIO CARVALHO: Se vc nunca ouviu falar sobre o Teatro Imaginário é porque o senhor provavelmente não sabe o que acontece na sua cidade com relação à manifestação artística. #continue em casa assistindo dança dos famosos vai!
 
JESSICA MACHADO em 28/08/2013 11:25:20
Fabiano Silva, se você conhecesse o trabalho da dupla repensaria no que disse, pois o sertanejo que os mesmos cantam não é o universitário e sim o de raiz. E mesmo que fosse, ao contrário do que você pensa, faz parte da cultura popular do mesmo jeito.
 
Thiago Kalunga em 28/08/2013 09:12:46
Teatro imaginário ? nunca vi falar nisso......sinceramente não sei o que é pior ...sertanejo universitário x teatro imaginário são genesio ....
 
ROGERIO CARVALHO em 28/08/2013 08:55:18
Fabiano Silva, você falou tudo quando diz que "sertanejo universitário" não é arte. Eu to cheia desse povo, que não se cansa...
 
rosa paim em 28/08/2013 06:49:37
Falta de respeito, com o tempo que está, se pára o show, vai todo mundo embora, eles podiam ter esperado e os seguranças da feira deviam ter segurado a manifestação.
 
maximiliano nahas em 27/08/2013 21:15:28
O direito de alguém começa onde termina de outro .... pura falta de educação, invadir o espaço dos cantores..
 
Carlos Strato em 27/08/2013 21:08:33
Falta de respeito e baderna,eu não apoio! esse grupo tem mesmo que respeitar o trabalho dos outros foram lá sim,para arruaças,num local onde é o simbolo da cultura de Campo Grande..
 
Odevair de Brito Oliveira em 27/08/2013 20:55:12
Minha opinião é esta: Prefiro mil vezes o Caipira Analfabeto ao Sertanejo Universitário.
 
Luis Acordado em 27/08/2013 20:24:57
Deve ter sido um baque para a dupla, foram desrespeitados durante o trabalho deles. Entretanto, não deveriam ter resistido à manifestação popular e sim ter convidado os caras para entrarem. No mais, o chamado "sertanejo universitário" não é arte em lugar nenhum, trata-se de apenas produto comercial, uma venda como comercializar soba, doces ou bolo. Muito distante de ARTE...na próxima deixem a "banda passar" e voltem a vender.
 
Fabiano Silva em 27/08/2013 16:51:18
Que raio de artistas são esses manifestantes, que não respeitam o trabalho de seus pares?
 
Mathias Hanns em 27/08/2013 16:22:03
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.