A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

10/02/2016 22:51

Carvalho vence com 1,6 ponto à frente e sob contestação da Igrejinha

Ricardo Campos Jr. e Paula Maciulevicius
Integrantes da Vila Carvalho comemoram o título (Foto: Paula Maciulevicius)Integrantes da Vila Carvalho comemoram o título (Foto: Paula Maciulevicius)
Integrantes estavam bastante confiantes quanto ao resultado (Foto: Paula Maciulevicius)Integrantes estavam bastante confiantes quanto ao resultado (Foto: Paula Maciulevicius)

A Unidos da Vila Carvalho venceu o desfile das escolas de samba de Campo Grande. A apuração dos votos foi realizada na Praça do Rádio Clube, no Centro da cidade, durante a noite desta quarta-feira (10). A agremiação ficou apenas 1,6 pontos na frente da Igrejinha, que protestou após ser penalizada por supostamente ter levado à avenida menos integrantes do que manda o regulamento.

Veja Mais
'Palhaçada', diz presidente da Igrejinha sobre desfile após rasgar planilha
Igrejinha perde pontos e diretora da escola rasga planilha com as notas

Este é o 18º título da campeã, que este ano apresentou o enredo “Dá ao Zé o que é de Zé: meio século de samba, meu coração é verde e rosa”, uma homenagem ao presidente José Carlos Carvalho, hoje com 73 anos, que pela primeira vez não acompanhou ao vivo a apuração.

O filho dele, Wlauer Castro Carvalho, vice-presidente da escola, disse que o pai estava bastante nervoso e a família achou por bem poupá-lo do estresse. “Eu quis homenageá-lo em vida. São 50 anos de samba dele. Eu apostei e deu certo”, disse após a divulgação do resultado.

A Unidos da Vila Carvalho teve 266,3 pontos seguida pela Igrejinha, com 264,7 pontos. A Catedráticos do Samba ficou em terceiro lugar com 259,4 pontos, a Deixa Falar teve 252,8 pontos e a Unidos do Cruzeiro teve 243,1.

Presidente da Igrejinha discute com membros da Lienca (Foto: Paula Maciulevicius)Presidente da Igrejinha discute com membros da Lienca (Foto: Paula Maciulevicius)

Tumulto – A Igrejinha afirmou que irá recorrer do resultado. A presidente da agremiação, Marisa Fontoura Ocampos, tentou argumentar com a Lienca (Liga das Entidades Carnavalescas) para reverter o decréscimo, mas não conseguiu. Ela garante ter levado mais de 800 pessoas para a Avenida Alfredo Scaff.

Inconformada, ela rasgou a planilha onde estavam as notas e os responsáveis pelo evento tiveram que colar os pedaços para continuar com a apuração.

O presidente da Lienca, Eduardo de Souza Neto, disse que a escola não será penalizada e que em 2017 a entidade irá criar mecanismos para evitar problemas.

Segundo ele, Marisa assinou um documento após a contagem feita antes do desfile onde constava a informação sobre a quantidade de integrantes.

A organização já havia decidido antes da confusão que nenhuma escola do grupo especial iria ser rebaixada, já que a Unidos do Cruzeiro foi prejudicada pela falta de luz na avenida durante a apresentação.

No grupo de acesso, a Cinderela Tradição do José Abrão venceu e irá desfilar entre as principais agremiações em 2017. O enredo dela foi "Gregório Corrêa (Goinha), Carlos Pulchério Alves (Cardão) e Felipe Duque (Felipão): Quem foi rei, sempre será majestade".

Comemoração da Vila Carvalho após anúncio da vitória (Foto: Paula Maciulevicius) Comemoração da Vila Carvalho após anúncio da vitória (Foto: Paula Maciulevicius)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.