A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

24/06/2012 08:37

"Casório do Ano", uma festa para ficar no calendário

Paula Maciulevicius
Convidados que foram conferir de perto o Casório do Ano. Jornalistas, fontes e leitores e ainda solteiros à procura na véspera de São João. (Fotos: Rodrigo Pazinato)Convidados que foram conferir de perto o Casório do Ano. Jornalistas, fontes e leitores e ainda solteiros à procura na véspera de São João. (Fotos: Rodrigo Pazinato)

Campo Grande casou com o Lado B. Depois do sim de tantas pessoas que compareceram ao "Casório do Ano" na noite que antecedeu o dia de São João não tem como negar. Ângela e Chico estão "casados" e nem precisou o cangaceiro, pai da noiva intervir. Foi de livre e espontânea vontade. Mas por precaução, Pernambucano estava lá do lado para conferir.

Veja Mais
Sábado é dia do "Casório do Ano" do Lado B
Cheiro de “Moça Bonita” da Natura vai estar no Casório do Ano

“Dancei demais, estou exausta, mas super feliz. Não esperava tanta gente, pessoas que viram o convite e vieram e eu nunca tirei tanta foto assim, as pessoas pediam para tirar comigo”, conta, feliz da vida, a noiva do ano Ângela Kempfer.

O menu servido à moda "cada um serve o seu e enfrenta a fila", tinha de tudo quanto é tipo de comida típica. Tapioca, pastel, arroz de carreteiro, churrasquinho, cachorro quente, fora os doces, brigadeiro e beijinho, amendoins e pés de moleque.

Logo no comecinho, para deixar os convidados mais à vontade, de um jeitinho nordestino, um bode saiu distribuindo sorrisos. Claro que isso não era à toa, era a propaganda própria de quem estava à venda na rifa.

Olha o povo desanimado. É mentira! (Fotos: Rodrigo Pazinato)Olha o povo "desanimado". É mentira! (Fotos: Rodrigo Pazinato)

O que teve de gente assustada e risos não foi pouca coisa não. Mas era bonito de se ver, todo mundo entrou no clima, comunidade em peso, gente que apareceu por ver a rua fechada, clientes da Tapiocaria Pernambucana e colegas de imprensa, se encontrando em pauta boa e ignorando a concorrência.

“Se caísse uma bomba aqui hoje, não ia ter notícia amanhã. Isso quem disse, em tom de brincandeira, é claro, foi de Renato Lima, também jornalista. Notícia ia ter sim, só não ia ter quem fazer”, dizia aos risos a jornalista Regina Muller.

Quem é acostumado a lidar com jornalistas só para entrevistas foi surpreendido com uma pergunta longe do quadro de saúde da Capital. O secretário municipal de Saúde Leandro Mazina teve de responder se aceitava brigadeiro ou beijinho a R$ 2. A resposta foi a compra de dois, para levar para a filha.

O comandante da Polícia Militar, coronel Carlos Alberto David dos Santos, curtiu a festa com a família e viu o outro lado dos repórteres, bem mais descontraídos. Na hora de comprar brigadeiro não quis tirar a carteira, brincando que o filho era quem iria pagar.

Uma das primeiras a chegar foi a ex-vereadora Nelly Bacha, curiosa principalmente pelo lugar.

Secretário de Saúde em meio a turma de familiares e amigos e o cangaceiro Pernambucano.Secretário de Saúde em meio a turma de familiares e amigos e o cangaceiro Pernambucano.

Mas a festa não era só de jornalista e fonte não. Teve muita gente vinda de longe para prestigiar. Se sentiu convidado pelo Lado B em matérias no Campo Grande News ou simplesmente passou e viu o movimento.

O casal Idilce Bonato e Júlio César Marques vieram do bairro Rita Vieira totalmente caracterizados, depois de ver a divulgação no facebook.

“A gente veio assim porque já é caipira mesmo”, brincou o marido em relação a Idilce. Ela não perdeu a pose.

“Sou chique, olha só na minha bolsa tem chinelinha se cansar o pé de tanto dançar e até abêsorvente. Olha só, não estou chique?” questionava em tom de brincadeira e acentuando o “r”.

Teve casal que encheu a barriga. Cláudia Malfatti e Fabiano Reis saíram elogiando. “Amei, acho que tem que ter todos os anos e eu quero participar sim. Estava super organizado e reuniu vários colegas da imprensa, é bom encontrar os amigos”, relatou Cláudia.

O marido, no estilo caipira, não teve vergonha nenhuma do bucho cheio respondeu. “A comida estava ótima, arroz carreteiro, quentão, mas continuo com fome”, brincou Fabiano.

Casal chique. Os caipiras Idilce e Júlio César capricharam no sotaque tanto quanto na caracterização. Casal chique. Os caipiras Idilce e Júlio César capricharam no sotaque tanto quanto na caracterização.

A quadrilha, o momento mais aguardado da festa e onde o Casório em si foi realizado. Quem chamou atenção quase à altura da noiva, foi o padre. O colarinho saía da roupa, não parava um instante no lugar, assim como o padre. Talvez um tanto perdido por nunca ter feito um casório tão cheio, ele desfilava pela roda, arrancava até gritinhos da mulherada e comentários do cangaceiro, que narrou o casório.

Foi na hora de juntar para o caminho da roça, que se viu quantos convidados arriscaram os passos de uma quadrilha moderna. Padrinhos, jornalistas e comunidade se juntaram. E nem importou se estava à moda do caipira ou não, ou ainda com barba e bigode para dançar com a filha, como a jornalista Jacqueline Lopes.

Olha a cobra, foi adaptado para “olha o enjoo”, levantando a suspeita de gravidez. Deu nos homens mais susto do que se fosse uma serpente no meio do mato. Mas a resposta “é mentira”, prevaleceu e os compadres acordaram do desmaio.

O juramento seguiu a tradição, era preciso já que instantes depois o “ninguém é de ninguém” levou os convidados a entrarem para a ideia do casório moderno. Mas antes que a casa caísse e os recém casados já deixassem o enlace antes da lua-de-mel, o cangaceiro manda o homem ajoelhar. A sorte deles era que elas estavam boazinhas, ou também aproveitaram para tirar o couro da modernidade.

A quadrilha teve vencedores que vieram de longe. Compadres do Tijuca II que apareceram depois de passar pela rua e ver a interdição. “Ele passou viu e que estava fechado, a gente tinha festa junina hoje, mas foi transferida para semana que vem, daí pensamos, vamos lá”, disse o casal Adriana Lopes e Roni Durval Domingues.

A animação deles, que mesmo descaracterizados dançaram como caipiras legítimos deu ao casal o prêmio de uma diária no balneário Acqua Park, que fica em Rio Verde de Mato Grosso, cidade turística do norte do Estado e ainda ingressos para show da banda Falamansa, que vai acontecer no dia 14 de julho, no Centro de Tradições Nordestinas da cidade.

“Ah era pra ser né. Ficamos felizes, a gente nem imaginou”, completou.

A festa teve o patrocínio de Midianova, Frango Bello, Shopping China, Shopping Norte Sul Plaza e Sicredi.

No menu, o estilo era cada um serve o seu e enfrenta a fila. E o pastel era um dos mais procurados. No menu, o estilo era cada um serve o seu e enfrenta a fila. E o pastel era um dos mais procurados.
Com as bençãos do padre, o casal Chico e Ângela se uniu. Casório que modernidade nenhuma vai separar. Com as bençãos do padre, o casal Chico e Ângela se uniu. Casório que modernidade nenhuma vai separar.



Imaginava que seria legal pelo local que aconteceria, como ja conheco a Tapiocaria. Mas alem do local a festa, ver os amigos-colegas de profissao, que praticamente nao tinha visto em nenhuma outra festa, foi muito legal. Ouvi e concordei....e disse tb: precisavamos de uma confraternizacao dessas para nossa "classe". Foi mto bom ver todos juntos, q n so que em pauta/servico. Exemplo ao Sindicato.
 
Lucio Borges em 26/06/2012 01:24:37
Tava trabalhando no laçamento do livro de Eduardo Elias Zahran, qdo terminamos já era tarde,(por isso não fui), mas guarda as fotos aí, que no ano que vem vai virar história de pernambucanos em Campo Grande.Vou matar saudade da tapioca,do curau,queijo assado na brasa, caldo de cabeça de caranguejo, caldo de girimum com carne seca, paçoca de carne, etc...
 
NOELINA MARQES DIAS em 25/06/2012 10:41:40
ADorei! Enem conhecia a Tapiocaria. O site devia is so a Campo Grande!
 
Nilsson PAssos em 25/06/2012 01:46:00
Nossa que festa linda fiquei tão feliz!
Ano que vem to ai novamente!
Muito obrigado por dare
m espaço para todos participar que não foi perdeu!
Parabens!
 
Denilza Rocha em 24/06/2012 11:14:44
A festa estava linda, reunindo gente de todo lado. amigos jornalistas, fregueses da tapiocaria, conhecidos, moradores do bairro e gente que viu e quis parar. tem tudo para virar tradição. parabéns a todos. foi muitíssimo divertido.
 
maristela brunetto em 24/06/2012 10:32:35
Parabéns ao casal, ao campograndenews e a tapiocaria pernambucana pela qualidade da festa muito bem organizada, tradicional e pertinho de casa.Ano que vem pode até não ter casamento mais a festa tem que continuar.
 
Edieverdon Dias em 24/06/2012 03:58:04
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.