A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

01/07/2014 06:23

Com 2 ambientes, boate que toca de tudo abre 6ª e resgata o que Capital já teve

Paula Maciulevicius
A casa foi erguida no mesmo terreno de um imóvel tombado pelo Patrimônio Histórico. (Fotos: Anderson Smoke)A casa foi erguida no mesmo terreno de um imóvel tombado pelo Patrimônio Histórico. (Fotos: Anderson Smoke)

Tocando de música eletrônica ao pop rock, a boate “On Eleven” abre na sexta-feira (4), na avenida Calógeras, Esplanada Ferroviária, em Campo Grande. Depois de um investimento de dois anos entre a escolha do lugar e os pormenores de uma reforma, a casa noturna promete “resgatar” o estilo de casas que já foram sucesso na cidade.

Veja Mais
Boate em imóvel tombado na Esplanada Ferroviária abre as portas em fevereiro
Avião de Xuxa faz pouso de emergência após ser atingido por raio

O resgate vale para dois aspectos: tanto da estrutura como a proposta. A casa foi erguida no mesmo terreno de um imóvel tombado pelo Patrimônio Histórico que até então não tinha qualquer utilidade. “É um choque do antigo com o contemporâneo”, descreve um dos sócios, Tomé Afonso, de 30 anos. Em Campo Grande o uso de imóveis tombados como pontos de lazer não é rotina como nas grandes cidades do País. “Estava esquecido e a gente quis dar uma finalidade”, completa.

A boate vem com a tarefa de trazer vários tipos de música ao mesmo local e relembrar o som do Tango com o estilo do Pele Vermelha. “Resgatar uma boate clássica em Campo Grande e que não tem mais. As pessoas vão dançar hip hop, rock, não é segmentado, vai tocar de tudo um pouco”, completa o outro sócio, Fábio Bertoni, de 36 anos. Os proprietários são veteranos na noite e sócios também na Cachaçaria Brasil.

Com dois ambientes de música e uma área aberta, com plantas, mesas e cadeiras, para quem quiser conversar e fumar, a boate quer manter uma programação eclética, fugindo do sertanejo. Os donos explicam que a boate não terá DJ residente e sim cada um para cada final de semana.

Às sextas e sábados, a casa recebe DJ de música eletrônica.Às sextas e sábados, a casa recebe DJ de música eletrônica.
Aos sábados, no segundo ambiente, bandas vão tocar ao vivo pop rock.Aos sábados, no segundo ambiente, bandas vão tocar ao vivo pop rock.

Às sextas, a casa recebe DJ e aos sábados, além da música eletrônica, o segundo ambiente terá banda ao vivo. Neste final de semana de estreia, as atrações serão Diogo Bacchi no primeiro dia e no seguinte, “Audiovision” e Muchileiros.

“O segmento será sempre este, música eletrônica comercial na sexta e no sábado e pop rock no sábado”, reforça Tomé. Nos demais dias, a casa está aberta para locação de eventos.

O cardápio conta com variedade de uísques da família Johnny Walker, vodcas e de cerveja, a exclusividade é da Itaipava, com a venda da tradicional e da Premium.

Os preços são bem acessíveis e a boate traz à tona um costume que ficou no passado. Com nome na lista, a entrada para mulheres será de R$ 15 e para homens R$ 20. Sem a confirmação prévia, os valores sobem, mas nem tanto, vão para R$ 25 mulher e R$ 30 homem. Em contrapartida, Fábio já alerta que será preciso chegar até meia-noite.

Haverá também a opção de bangalôs de seis até 15 pessoas, variando entre R$ 350 até R$ 600. “Mas todo valor será revestido 100% para consumação”, frisa Tomé. Já o camarote individual pode ser comprado na hora, pelo acréscimo de R$ 12 a pulseira.

A entrada e todo consumo lá dentro será por cadastro eletrônico. Ao chegar, o público terá de se cadastrar e pela pulseira terá direcionado para o seu nome, tudo o que for beber. Um problema a menos para quem nunca achava a comanda na saída. 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.