A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

27/04/2012 08:42

Com ausências e frio, Corumbá abre o IX Festival América do Sul

Wendell Reis
Festival foi lançado com queima de fogos de artifício e com chamamé(Foto: Divulgação/Edemir Rodrigues)Festival foi lançado com queima de fogos de artifício e com chamamé(Foto: Divulgação/Edemir Rodrigues)

O município de Corumbá realizou na noite de ontem a abertura da nona edição do Festival América do Sul. A cerimônia teve como adversário o frio e as baixas como a ausência do homenageado, Dino Rocha, e do Governador André Puccinelli (PMDB), que não pôde ir por conta de um problema de saúde com a esposa, Beth Puccinelli, que realizou uma cirurgia. Apesar da ausência, o governador gravou um vídeo que foi exibido em um telão durante a abertura do festival.

Veja Mais
Lulu Santos substitui Skank no Festival da América do Sul, em Corumbá
Osmar da Gaita e Savia Andina abrem hoje o Festival América do Sul

Dino Rocha, que também teve um problema de saúde, foi representado pelo filho Roenderson Rocha, conhecido como Tico. O prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha de Oliveira (PT), também não esteve presente à solenidade por causa de uma virose.

Em seu pronunciamento, o diretor-presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Américo Calheiros, destacou que a sexta edição do evento na gestão de Puccinelli reforça o compromisso do Governo do Estado com a integração cultural da América do Sul. Américo desejou que o festival seja de momentos de integração e harmonia, com possibilidade de intercâmbios com o continente, possibilitando que olhemos para “nós mesmos”.

Ao fazer um pronunciamento, o deputado estadual Paulo Duarte destacou a importância do festival para o contexto histórico-cultural e a importâncias das homenagens feitas todo ano a personalidades que sempre lutaram pela causa artística e cultura, lembrando dos homenageados deste ano: José Antônio Mônaco Filho, o Badú; e Heloísa Helena da Costa Urt, a Helô.

A abertura foi realizada com uma queima de fogos de artifício e com o chamamé, cantado por Tico Rocha. Nesta sexta-feira (27) os shows musicais ficarão por conta de Giani Torres, Moska & Kevin Johansen, e Margareth Menezes. Com informações do site Diário Online.




Reforça a cultura do estado? Com a gestão daquele mausoléu que é a Fundação de Cultura de MS? Quem anda por lá sabe que não tem funcionários. Por que não abre aos fins de semana? Um prédio bonito que deveria ser melhor aproveitado... Poderíamos visitar os museus e bibliotecas aos sábados e domingos! Depois o governo reclama do alto indíce de criminalidade, mas lá só serve administrativament
 
Alexandre rondolffi em 27/04/2012 05:52:51
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.