A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2017

18/03/2015 13:37

Com mudanças, Governo anuncia as datas de festivais em Corumbá e Bonito

Elverson Cardozo
Festival América do Sul, em Corumbá. (Foto: Arquivo/João Garrigó)Festival América do Sul, em Corumbá. (Foto: Arquivo/João Garrigó)

O Governo de Mato Grosso do Sul inseriu o nome do Pantanal, quarto maior destino no ranking mundial do ecoturismo, no festival cultural sul-americano, realizado anualmente em Corumbá, a 419 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
Tem de ter coragem para encarar um "The Voice" no Centro de Campo Grande
Quem conhece diz que só preocupação com filho pode manter BBB longe de “tretas”

O evento, que será realizado de 3 a 7 de junho, agora é divulgado como “Festival América do Sul Pantanal”. Também já está programado o Festival de Inverno de Bonito que, neste ano, acontece de 5 a 9 de agosto.

A informação foi divulgada pelo diretor-presidente da Fundtur (Fundação de Turismo), Nelson Cintra, à rádio e TV Educativa.

Mapeamento para incentivar o turismo - Cintra anunciou, ainda, a realização de um diagnóstico para apresentar ao público e ao setor turístico os roteiros para passeios e contemplação das belezas naturais em todas as regiões do Estado.

Até então apenas os principais polos, como Pantanal e Bonito, ganhavam destaques. A ideia, agora, é divulgar outros destinos potenciamento atrativos para o ecoturismo, turismo de pesca, de negócio e histórico.

Os novos roteiros incluem regiões como a Serra da Bodoquena, nos municípios de Bodoquena e Jardim, que inclui, ainda, Bonito; Vale do Aporé, nos municípios de Chapadão do Sul, Cassilândia e Paranaíba; Costa Rica, Coxim e Sonora, na região Norte; Aparecida do Taboado e Três Lagoas (Nordeste), Bela Vista, Nioaque e Guia Lopes e Antônio João, com potencial histórico (Sudoeste e Fronteira), Porto Murtinho e Ponta Porã; e o chamado Caminho dos Ipês, que inclui Campo Grande, Jaraguari e Rochedo. A rota do Norte inclui São Gabriel do Oeste e Rio Verde.

O governo também quer incentivar o turismo interno, divulgando os roteiros das festas populares, religiosas e gastronômicas, entre elas a da Linguiça de Maracaju, do Ovo, em Terenos, Leitão no Rolete, de São Gabriel, rodeios de Cassilândia, Aparecida do Taboado e Santa Rita do Pardo; Nossa Senhora dos Navegantes de Bataguassu, Festa do Pescador de Anaurilândia e Itaquiraí, Festa da Padroeira de Aparecida, Festa da Farinha de Anastácio, Banho de São João de Corumbá e Laço Comprido de Guia Lopes e Caracol, Festa da Melancia de Eldorado, Campeonato de Pesca de Três Lagoas e Festival do Peixe de Dourados e Mundo Novo, entre outras manifestações e eventos culturais, religiosos, turísticos, esportivos, feiras e road shows.

Além do mapeamento turístico para divulgação dos novos roteiros, o governo, afirma Nelson Cintra, está atualizando informações sobre os recursos naturais e potencialidades turísticas de todos os municípios do Estado, seguido de planejamento de infraestrutura.

O objetivo é definir um plano para estabelecer pacotes diferenciados para o turismo interno, tornando destinos como Bonito mais acessíveis à população local.




imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.