A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

03/11/2015 13:00

Com nomes do reggae e hip hop, festival ainda terá pegada social

Naiane Mesquita
Com nomes do reggae e hip hop, festival ainda terá pegada social

O Black Music Festival será realizado no dia 21 de novembro, no Armazém Cultural, em Campo Grande, com a apresentação dos músicos Maneva, Rael, Marina Peralta, Chá Noise, entre outros nomes do hip hop e reggae brasileiros.

Veja Mais
"Toma aqui uns 50 reais", Naiara Azevedo abre fim de semana eclético
Ludmilla é uma fofa e mostra o que o funk pode ensinar ao nosso sertanejo

“Não é só um evento musical, é uma experiência nova, tem praça de alimentação, com comida vegana, mexicana, sabores do mundo todo. Trouxemos coisas novas, é um evento para trocar informações, com a ação de várias empresas”, afirma o organizador do evento, Ronaldo Deja.

As atrações nacionais do festival são formadas pelos músicos Maneva, reggae paulistano, e Rael da Rima, representante do hip hop nacional. De sul-mato-grossense, integram os shows, a cantora Marina Peralta, a banda Chá Noise, Vamo Apelá que traz o som do vinis mixados pelo selecta Hall Fya e com os vocais de Xaras Gabriel.

Marina Peralta é uma das atrações de Mato Grosso do Sul no festivalMarina Peralta é uma das atrações de Mato Grosso do Sul no festival

Além da música, a gastronomia é outro ponto forte. Foram convidados food trucks que irão estacionar próxima a área de shows. Para completar a proposta, Ronaldo ressalta o caráter social do evento.

“Vamos ter uma ação de sustentabilidade através de plantio de árvores em uma ação conjunta com a Águas Guariroba, doação de sangue através da Campanha “ Divirta-se Doando Sangue” ação em parceria com o Hemosul, em que a pessoa doa o sangue e ganha um ingresso para ir ao festival. O Black Music Festival estará doando 100 ingressos para esta ação. Faremos também coleta de alimentos que serão doados ao Lar da Criança Peniel”, cita.

Para o organizador, a realização de ações sociais por meio do festival facilita a cooperação da sociedade. “Eu acho que a pessoa pode se divertir doando sangue, por exemplo. Eu acho que a arte e a música tem uma oportunidade muito grande de envolver as pessoas, ela leva uma mensagem forte, pega a pessoa na hora que ela está distraída”, frisa.

O preço dos ingressos custam R$ 100,00 (inteira) e R$ 50,00 (meia-entrada). Entrada gratuita para deficientes e os ingressos devem ser retirados no dia e local do evento.

 

 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.