A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

09/09/2014 06:26

Com shows marcados até o fim do ano, nova casa de eventos tem detalhes em ouro

Paula Maciulevicius
Entrada abusa do vidro para a iluminação natural até no teto. Piso de granito leva até a escada que se divide em duas para receber os convidados. (Foto: Marcelo Callazans)Entrada abusa do vidro para a iluminação natural até no teto. Piso de granito leva até a escada que se divide em duas para receber os convidados. (Foto: Marcelo Callazans)

Prestes a ser inaugurada, a casa de eventos "Diamond Hall", nos altos da avenida Mato Grosso, em Campo Grande, já tem shows marcados até o fim deste ano. A abertura será no sábado, dia 13, com a apresentação de Zeca Pagodinho. Em novembro, será a vez de Lulu Santos e dezembro, do cantor Daniel. O fato de comportar até 5 mil pessoas numa estrutura requintada, abre espaço para shows diversificados. 

Veja Mais
Procura-se um padrinho que ajude na guinada de um cantor sertanejo
Antiga casa noturna virou 2 na Afonso Pena e reabre com lounge e pub sertanejo

"Pelos equipamentos e tamanho, ela é a maior casa de eventos do Centro-Oeste neste padrão e vai trazer para Campo Grande uma agenda de shows de outro nível", afirma o proprietário, Fernando Caneppele, do Buffet Paladar. 

Quem for ao show neste sábado vai se surpreender tanto com a estrutura, como a organização. Segundo Fernando, com a expectativa de receber 3 mil pessoas, serão três estacionamentos. O primeiro deles, com manobrista, onde o motorista deixa o veículo à porta da casa, tem capacidade de 250 vagas e outros dois ao longo da avenida. 

"Vão ter pessoas uniformizadas na avenida para informar aos motoristas onde são os estacionamentos", explica. Os valores para o de dentro da casa são R$ 30 e de fora R$ 20. "Todos com seguro", reforça Fernando. A cobrança será feita apenas para shows, casamentos e formaturas, serão gratuitos. 

Importado da Espanha, lustre é o 12º do modelo a ser instalado no mundo. (Foto: Marcelo Callazans)Importado da Espanha, lustre é o 12º do modelo a ser instalado no mundo. (Foto: Marcelo Callazans)

O estacionamento comporta até 380 carros, mas em função da saída ser de todos os motoristas ao mesmo tempo, a casa optou por limitar o número de vagas. "Vamos oferecer champagne, suco e refrigerante aos que esperam e dizer que pode demorar até 30 minutos", diz em relação à volta do carro ao dono. "Queremos que todos saíam daqui bem, então nossa preocupação é nos mínimos detalhes", descreve.

Na rua, serão quatro pessoas uniformizadas, à frente dois seguranças e mais dois para olhar os convites. A entrada é pela lateral esquerda. Quem trouxer bebidas à parte, como uísque, deve pagar e passar pelo processo de identificação, onde uma etiqueta é colocada. Pelo valor de R$ 150 o convidado tem água e gelo à vontade.

O hall recepciona com um maravilhoso lustre, importado da Espanha, de cristal bohemia, o "Constelation" daqui foi o 12º instalado pelo mundo, informa o proprietário. "Ele é o espírito da casa, além deste são mais 89 lustres de cristal por todo lado", detalha Fernando.

A entrada abusa do vidro para a iluminação natural até no teto. O piso de granito leva à escada que se divide em duas para receber os convidados. O espelho d'água de fora, da fachada, também aparece no hall. Para acessibilidade, há elevadores disponíveis tanto para ir até o salão, quanto ao mezanino, na parte de cima.

O projeto é assinado pelo arquiteto Paulo Ribeiro, com boa parte da arquitetura pensada por Fernando. "A gente trabalha 25 anos no ramo, então entende de evento de traz para frente e como ele já fez o Golden, temos um entrosamento. Na fachada, o que eu queria era algo que impactasse, o mérito é todo dele", comenta.

Escadaria que liga salão ao mezanino. Formandos ou noivos podem chegar por ali. (Foto: Marcelo Callazans)Escadaria que liga salão ao mezanino. Formandos ou noivos podem chegar por ali. (Foto: Marcelo Callazans)

O salão todo comporta até 4,8 mil pessoas, que sentadas em 8 lugares totalizam 290 mesas. Uma escada que se abre em "V" liga o salão ao mezanino. De granito, é o efeito perfeito para formandos e noivas chegarem aos convidados. Na metade dela, um círculo se abre e abaixo de um dos lustres da casa, a estrela da noite pode ser fotografada.

Com cortinas móveis é possível isolar a parte da escada até onde termina a divisão do mezanino no teto e fazer uma capela para cerimônias religiosas ali mesmo. O espaço destinado ao altar, por exemplo, concentra lustres e uma paisagem atrás com um verde que dá para acrescentar detalhes. "Dá para montar para até 900 pessoas. Ali, mais para frente, vamos colocar espelho e lâmina d'água", acrescenta Fernando.

Como o local é pensado para receber qualquer tipo de decoração, as cores são neutras: o teto é preto com jogos de luzes da mesma cor e as paredes em tons de cinza claro e escuro.

Acima, no mezanino, são 260m² que compõem o espaço da noiva, um quarto para preparação com banheiro e ainda uma área vip. A "Diamond Lounge" terá um bar exclusivo. No entanto a área não estará aberta ao público em geral e nem para todos os eventos.

Os dois banheiros femininos foram projetados pelo arquiteto Luis Pedro Scalise. O "red" e o "gold" remetem a luxúria já conhecida nos trabalhos de Scalise e despertam a curiosidade. O red, como o nome mesmo já diz, é todo em vermelho, dos lustres até o granito sintético, vindo de Dubai, incluindo o papel de parede de oncinha com textura diferenciada.

Espelho veneziano é um dos detalhes. (Foto: Marcelo Callazans)Espelho veneziano é um dos detalhes. (Foto: Marcelo Callazans)
Vermelho do piso ao teto, banheiro tem até granito na cor para combinar. (Foto: Marcelo Callazans)Vermelho do piso ao teto, banheiro tem até granito na cor para combinar. (Foto: Marcelo Callazans)
Todo dourado, banheiro tem lustres. (Foto: Marcelo Callazans)Todo dourado, banheiro tem lustres. (Foto: Marcelo Callazans)
O segundo banheiro feminino, gold tem ouro no papel de parede. (Foto: Marcelo Callazans)O segundo banheiro feminino, "gold" tem ouro no papel de parede. (Foto: Marcelo Callazans)

"O papel de parede é alemão, o espelho é veneziano", apresenta Fernando. Em "L", os banheiros contabilizam 10, incluindo dois para cadeirantes. Em cada 'box' há uma pia e espelho exclusivos. No corredor, para o show de Zeca Pagodinho e os eventos que quiserem dispor da mesma estrutura, serão colocados dois cabeleireiros e três maquiadores.

O detalhe também está nas portas de cada banheiro que pode ser plotada para as festas, mais uma forma de personalizar o evento.

O segundo banheiro feminino, é de ouro. "O papel de parede importado que foi feito com detalhes em ouro", afirma Fernando. O tom do espaço é dourados desde o mármore do piso até os lustres.

Por todo salão se vê detalhes que o nome da casa quis passar. "São efeitos de diamante nas pedras", pontua o proprietário. O palco tem o diferencial do tamanho, 24 m por 12,5m de profundidade.

O projeto conta com 24 portas de saída de emergência, além de ser construído com materiais contra propagação de chamas. "Em quatro minutos conseguimos evacuar a casa toda em sua capacidade máxima", sustenta o dono. O isolamento acústico também é o diferencial. "Já fizemos o laudo sonoro e está tudo certo". Se tratando de Campo Grande é mais do que preciso ter essa segurança ao abrir uma casa de eventos. "Cada metro quadrado sustenta uma tonelada. Eu consigo ter 4 mil pessoas aqui pulando "Tchê Tchê Rere" num show do Gusttavo Lima", exemplifica.

Em dois anos e meio de construção, o investimento foi extremamente alto, pontua o proprietário. "Sendo otimistas conseguiríamos fazer de 35 a 38 eventos por ano, mas sendo realistas, sei que vamos alcançar uma média de 25, 28 eventos por ano", calcula. Pelo menos 12 deles devem ser shows.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.