A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

28/02/2015 07:25

Conhecidas pelo sertanejo clássico, duplas se unem em “dobradinha” inédita

Elverson Cardozo
Alex e Yvan começaram com sertanejo raiz, mas adequaram repertório. (Foto: Divulgação)Alex e Yvan começaram com sertanejo raiz, mas adequaram repertório. (Foto: Divulgação)

Alex e Yvan e Patrícia e Adriana, duas duplas de Mato Grosso do Sul, conhecidas pelo sertanejo clássico, vão se apresentar juntas e pela primeira vez. A “dobradinha” vai acontecer no dia 7 de março, a partir das 22h, no Parque do Peão, durante a segunda etapa do CLC (Circuito de Laço Comprido).

Veja Mais
"Toma aqui uns 50 reais", Naiara Azevedo abre fim de semana eclético
Ludmilla é uma fofa e mostra o que o funk pode ensinar ao nosso sertanejo

A iniciativa do evento, batizado de “Encontro”, partiu dos cantores, conhecidos como “Os Violeiros de Bodoquena”. “A amizade vem dos eventos. A gente sempre se encontra”, conta Alex, que adiantou detalhes do show ao Lado B.

Apesar do convite, apresentação, ao que tudo indica, não será conjunta. “Podemos combinar isso, mas deixamos para depois. Elas sobem primeiro”, explica.

Também não haverá, da parte deles, nenhum lançamento de música. Mas a mais recente, a “de trabalho”, que recebeu o nome de “Amante carinhosa” será tocada. Isso é certeza. “Essa saiu no final de 2014. É primeira que a gente lança o áudio com clipe juntos”, comenta.

“Ainda está marcado em mim suas digitais. Minha pele reclama a falta que você faz...”, diz o trecho da música, que tem uma pegada romântica e uma batida mais moderna.

Alex e Yvan no programa Terra da Padroeira. (Foto: Divulgação)Alex e Yvan no programa "Terra da Padroeira". (Foto: Divulgação)

Mudanças no repertório - Para permanecer no mercado, a dupla precisou se modernizar. “Ainda somos conhecidos como os Violeiros de Bodoquena e, por isso, as pessoas tem essa visão de que mantemos o raiz, mas, na prática, tanto em shows quanto em gravações, acabamos aderindo a tendência de mercado. Fazemos eletrônico, cantamos em inglês, tem funk, arrocha e de tudo um pouco”.

A elaboração de uma show mais eclético foi, nas palavras dele, “para se manter vivos no mercado”. “Estávamos perdendo espaço com alguns portas se fechando. Conseguimos reabrir. Hoje, se você precisar contratar Alex e Yvan para uma festa de laço, mais sertaneja, atendemos. Se for para uma boate e baladinha, também. A dupla procura se adequar ao espaço”, diz.

Mas o raiz, que marcou a carreira dos dois no início, não foi abandonado. “Para este ano, pretendemos lançar um DVD. É um projeto para resgatar a música raiz”, diz. E completa:

“Percebemos que o estilo modão agrada, mas no CD. No show, não. Hoje esse público mais jovem que frequenta eventos quer saber de músicas atuais, dançantes, animadas e modernas. Já em casa, no carro e no rádio, querem ouvir uma música com mais letra, mais carregada de sentimentos”.

Patrícia e Adriana em apresentação na TV. (Foto: Reprodução/Facebook)Patrícia e Adriana em apresentação na TV. (Foto: Reprodução/Facebook)

A teoria faz sentido. Quem, de certa forma, faz essa constatação é Patrícia, da dupla com Adriana. Ela também preservam o estilo clássico, mais próximo do raiz, mas o repertório também inclui as composições “moderninhas”.

“Nosso forte é o sertanejo romântico, mas de Zezé de Carmago e Luciano, Xitãozinho e Xororó, Leandro e Leonardo. Mas estamos mudando para dar uma modernizada. Só que não adianta mudar muito porque a galera que acompanha nosso trabalho quer ouvir isso. Não adianta montar um show cheio de novidades”, afirma Patrícia.

A ideia não é abandonar o romântico que, segundo ela, tem letras e melodias mais elaboradas”, mas misturar as variações do estilo, como o universitário e o arrocha. “É porque a galera que assiste quer se emocionar, mas, ao mesmo tempo, quer dançar, festar e curtir”, argumenta.

Serviço – Ingressos para o show das duplas podem ser adquiridos no Gugu Lanches, localizado à Avenida Afonso Pena, 1465. O camarote open bar (com cerveja, água e refrigerante) está sendo vendido a R$ 40,00 (1º lote) e R$ 50,00 (2º lote). Terceiro lote, por enquanto, está indefinido. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (67) 9981-4067 e 3385-2489.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.