A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

02/03/2013 08:36

Dono do Miça diz que bar fechou por falta de análise sobre o som

Ângela Kempfer e Anny Malagolini
Comunicado anuncia interdição do Miça. (Foto: Daniel Ângelo)Comunicado anuncia interdição do Miça. (Foto: Daniel Ângelo)

Um dos proprietários do Miça Bar, interditado pela Polícia Civil na avenida Afonso Pena, prefere não comentar a decisão. Diz apenas que “não esperava” e que “todos os alvarás estão em ordem”.

Veja Mais
Polícia Civil e Prefeitura interditam bar na avenida Afonso Pena
Festival das Artes é novo espaço da cultura e começa com mais de 10 shows

A Polícia e a Semadur (Secretária Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), responsáveis pelo fechamento, também não detalham os motivos. Mas segundo o empresário Carlos Roledo Júnior, o que falta é documento com a análise de “ondas de som”, procedimento para verificar a emissão de ruídos.

A fiscalização ocorreu na última quinta-feira, com a interdição no mesmo dia pela Deops (Delegacia Especializada de Ordem Política e Social).

O dono do Miça garante que na semana que começa tentará resolver a pendência para a reabertura da casa noturna, conhecida pelo som ao vivo e grandes eventos, como feijoadas e shows nacionais de pagode e samba. Não há data para a casa voltar a funcionar, mas Roledo acredita que “até o próximo fim de semana tudo estará resolvido”.

Por enquanto, o local permanece interditado, com cancelamento dos shows de sexta, sábado e domingo.

Quando o bar foi aberto, em 2008, virou notícia depois de denúncia de que seria propriedade de família de bombeiros. Ocorre que isso é proibido pela incompatibilidade entre o comércio e a função da corporação de fiscalizar estabelecimentos, como casas noturnas.

Uma viatura dos Bombeiros chegou a ser flagrada pela imprensa certa vez, descarregando bebida no local. Mas o caso não avançou.

Outro bar foi interditado também na quinta-feira, mas a Deops não informou o endereço nem o motivo do fechamento.




C.Gde está certo em proteger a população com regras de segurança mais rígidas, porém o comerciante está encurralado com tantas exigências e falta de explicações dos órgãos competentes, que só sabem cobrar taxas e não nos orientam direito fazendo com que voltemos várias vezes nos mesmos locais.
 
maria auxiliadora mendes em 21/05/2013 18:51:51
quem ai fica achando que esta errado os bares serem fechados por irregularidades, na maioria só pensa na diversão e não na segurança, lamentável, a questão é simples, é só o proprietário corrigi o erro e depois reabri o local com segurança, a lei tentando protegendo o consumidor e o consumidor sem entende o proposito, muito lamentável.
 
rafael floriano em 11/03/2013 10:02:41
Prezada D. Maria, não basta ter dicionário e google ao alcance, é mister estudá-los de forma correta para não cair no erro achar-se superior aos outros. A humildade é uma virtude que poucos têm. Escrever é uma arte e ao que parece V. Sa., não a domina. Parece-me que esta usando contra si mesma estas ferramentas bastante úteis ao conhecimento. Não pare na barreira da ignorância, avance, salte sobre ela.
 
Giovani Petrelli em 03/03/2013 11:24:03
Campo Grande ja virou cidade de "velhos" e ainda por cima um dos poucos lugares "CAROS" pra se frequentar eles fazem isso......
 
Ronison Muriel em 02/03/2013 22:52:20
O gente prá dizer abobrinhas. Se enterditou é porque tem alguma coisa errada e pronto.
 
sebastião dos reis em 02/03/2013 19:01:34
campo grande esta se tranformando em cidade asilo, cidade dormitorio, ou qualquer coisa parecida. ainda queriam a copa do mundo aki, que piada..... turistas do mundo inteiro tendo apenas a opção de dormir. ridiculo o que estão fazendo, isto é um toque de recolher mascarado.
 
fernando matias em 02/03/2013 16:16:37
Rafael Santos, falou tudo! Cumpram o que pede a legislação e nunca serão incomodados.
 
Valter Oliveira em 02/03/2013 14:56:33
Gosto muito de Le os comentários, ainda bem que tenho dicionário jurídico e Google ao meu alcance, quem não tem lamenta ter que conviver com seres que não sabem que nos basta si fazer entender, até o judiciário tem dispensado tantas formalidades e palavras que obrigam os magistrado ( juízes) ter que perder tempo procurando o significado das palavras.
Azo: significado, jeito, ensejo oportunidade, ocasião pretexto.
Fomento: Ato ou efeito de fomentar. Impulso, estímulo. Ajuda, auxílio, proteção.
óbice: Fato ou circunstância que impede a realização de um ato ou a consecução de um objetivo.
Deslinde: Esclarecimento.
Eu gostaria de saber por que não foram divulgado os reais motivo da interdição pelas autoridades competentes?Acredito eu que se trata de interesse público, meus filhos frequentam este lugar, é lamentável a falta de informação.
 
Maria Madalena Alves em 02/03/2013 12:42:36
Não tinha que fechar tinha que abrir outras,campo grande já não tem atração noturna sem diversão ;capital atrasada com poucas opções , leis incoerentes; as pessoas gostam de sair anoite ; quem não gosta , lamento, gosto é gosto.
 
ivan fern em 02/03/2013 12:16:46
Acho engraçado as pessoas criticarem as ações do Poder Público, dizendo que Campo Grande já não tem muita opção , e o que tem fecha. Depois, quando acontecem tragédias como a de Santa Maria, todo mundo pergunta como liberaram o local para funcionar. O fato é que os empresário só querem ganhar dinheiro, sem cumprir a lei, sem investir em segurança, pagar bem os funcionários, etc. Esses pseudo empresários, filhinhos de papai de Campo Grande precisam criar vergonha na cara.
 
Rafael Santos em 02/03/2013 12:16:19
A realidade é que tem muita gente que pensa mais na diversão do que na própria segurança!
 
Paulo Rabelo em 02/03/2013 12:08:31
Bem, somente analisando os autos administrativos que deram azo à interdição para saber os reais motivos da ação estatal.
No entanto, penso que essa interdição não pode ser definitiva, devendo ser oportunizado o saneamento de eventuais irregularidades, para fins de expedição de nova autorização de funcionamento. Afinal, interessa a todos o fomento da atividade econômica lícita, inclusive para geração de receita tributária para o Estado e empregos para o mercado de trabalho.
Também, a Constituição da República protege o empreendedor que pretende legitimamente desenvolver uma atividade econômica que não encontre óbice legal no seu desenvolvimento. Claro que sempre observando as normas do Ordenamento Jurídico.
De todo modo, meus caros, aguardemos o deslinde do caso.
Até a próxima.
 
Carlos Cals em 02/03/2013 11:06:53
Fernando,vc deve ser um fora da lei mesmo! Se as autoridades da area fecharam o bar é porque a casa estava irregular, e há muito tempo.Só o fato de ser propriedade de um bombeiro já esta errado.Já pensou,fernando,se ocorre uma catastrofe dentro da casa e se jovens morressem? Hoje estariamos a chorar os mortos.Pior: queriamos saber os culpados,talvez seriam aqueles que querem fazer vistas grossas,como esses tipo Fernando.Fernando!!!! Fosse vc não mais iria lá.
 
samuel gomes-campo grande-ms em 02/03/2013 10:39:26
campo grande ja nao tem quase nada e ainda fecha o resto que tem aff --'
 
Aline Portilho Goncalves em 02/03/2013 10:30:41
campo grande ta na hora de fazer um buraco e enterrar de vez essa cidade que já não tem nada e ainda fica esse povo achando motivos pra fechar os poucos pontos de diversão do povo
 
fernando abreu em 02/03/2013 09:33:15
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.