A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

28/01/2012 07:39

"É como perder a virgindade outra vez", diz Fatboy sobre show em Campo Grande

Ângela Kempfer
(Fotos: João Garrigó)(Fotos: João Garrigó)

“Tocar em cidade nova é como perder a virgindade outra vez”, tenta traduzir Norman Cook, ou apenas Fatboy Slim.

Veja Mais
Festival das Artes é novo espaço da cultura e começa com mais de 10 shows
Humberto Gessinger, Ludmilla e Whindersson Nunes chegam no fim de semana

De sandálias e roupa surrada, ele recebe a imprensa antes de assumir as pickups no primeiro show em Campo Grande. È o estilo Fatboy, como se nunca tivesse saído da praia, local preferido para apresentações pelo mundo.

De tão simples, a intimidade aflora e permite um abraço daqueles apertados em todos que entram no camarim. Mas com as câmeras posicionadas, o DJ cênico assume o comando e entre muitas caretas e gestos vai falando de música e do Brasil.

Durante toda a entrevista, Fatboy exalta a novidade, aos 48 anos. “Ouço músicas em rádios e pergunto se é aquilo que quero ouvir. Então busco criar coisas novas”. Um exemplo são os clipes, comemorados pela criatividade, divertidos e sem "mulheres com peitões", lembra.

É assim desde que entrou para a primeira banda, partiu para carreira de DJ mesclando house, techno, funk, hip hop e rock in roll e estourou no mundo, principalmente pela maneira animada a frente das pickups , “Sempre fui DJ, mas é que na minha cidade tinha de ter banda para fazer sucesso”, brinca sobre o início da fama na banda The Housemartins.

Poucas vezes em cidades tão pequenas quanto Campo Grande, ele diz que o tamanho pouco importa e o que interessa é a “celebração”, uma palavra que ganhou sentido maior ao conhecer o Brasil, conta. “O melhor do Brasil, são as pessoas. O brasileiro trata a música como celebração.”

Antes do show, o computador.Antes do show, o computador.

A paixão pelo País do Carnaval é notória e ele reforça dizendo que aos poucos vai aumentando o vínculo e a sensação de estar em família entre os brasileiros. “Cada vez que venho, conheço 2 ou 3 cidades”, comenta ao lembrar que já tocou até no Carnaval de Salvador.

O tema local do momento não poderia passar batido durante a entrevista. No meio da conversa a repórter de TV questiona se o DJ conhece o sucesso mundial Michel Teló e chega a cantar, um pouco sem jeito, o refrão do “Ai se te pego”. Com uma careta, Fatboy diz que nunca ouviu falar e responde com outra pergunta: “Eu deveria?”.

O inglês também admite não conhecer nada de nomes da música eletrônica criados em Campo Grande, como Renato Ratier, responsável por fechar o show na madrugada deste sábado. “Da próxima vez vou procurar saber alguma coisa”.

Comparado ao Pink Floyd da música eletrônica, pela “revolução” na batida há dez anos, Fatboy sorri. “Não acho que sou o Pink Floyd da música eletrônica, mas gostaria de ser”.

O DJ agradece à imprensa, troca de roupa e pontualmente sobe ao palco às 2h30, conforme o programado, sob a mira de centenas de celulares, ao som de uma multidão enlouquecida e descalço.

O jeito Fatboy.O jeito Fatboy.



Ele é um super dj, quem foi ao show pode confirmar isso. Foi muito gratificante saber que ele veio à campo grande mesmo reunindo apenas 15 mil pessoas, já que djs como ele estão acostumados a reunir 10 vezes mais do que isso. Eu espero que a mmf continue surpreendendo, e que o fatboy venha sempre!!!
 
Isadora em 30/01/2012 05:39:46
é impressionante como a auto estima do brasileiro é baixa, o que vem de fora é melhor, ele pode ser o "DJ" do momento, mas é muito mal informado ... que pena pra ele. Da proxima vez ele irá se informar mais. Esperamos; Ele deveria?
 
Aparecida Soares em 28/01/2012 10:52:28
Pôxa, claro que se comparar com cidades como São Paulo ou Londres,mega-cidades Campo Grande é pequena, agora dizer que a cidade é pequena já é exagero também, de acordo com o IBGE, cidades acima de 500 mil habitantes é considerada de porte médio e Campo Grande já ultrapassa os 800 mil, alem do mais é uma capital de estado.
 
antonio costa em 28/01/2012 10:03:05
Simplesmente o mago da musica eletrônica! toca muito! volta logo fat!
 
Daniel Lopes Dias em 28/01/2012 08:40:24
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.