A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

26/08/2012 22:51

Ele não mudou nada, definem fãs sobre show de Michel Teló

Paula Vitorino
Michel animou público. (Foto: Rodrigo Pazinato)Michel animou público. (Foto: Rodrigo Pazinato)

A plateia não foi das maiores que já passou pelo Parque das Nações em shows de outros cantores daqui, como Luan Santana e Munhoz e Mariano, mas o show de Michel Teló teve um clima especial de família, com a presença dos pais, irmãos, namorada e amigos do cantor, além da animação e simpatia com os fãs esbanjadas pelo cantor em palco.

Veja Mais
Na volta a Campo Grande, Michel Teló se diverte em saladão musical
Michel traz namorada para Campo Grande e reencontra amigos do Tradição

Segundo estimativa oficial da Polícia Militar, cerca de 30 mil pessoas estiveram no local. Mas os fãs que foram matar as saudades do cantor aproveitaram até o último minuto do show de cerca de 1h40, que teve animação e músicas para todos os estilos do início ao fim.

“Ele não mudou nada, é o mesmo de quando começou aqui. Além das músicas, nós gostamos dele porque ele muito simpático, maravilhoso”, diz, em meio aos gritos de “paixão”, a fã Kalolyn Araújo, de 19 anos.

Ela e as amigas chegaram ao Parque às 12h e foram uniformizadas com a camiseta do ex fã clube do cantor, que retribui o carinho acenando e lembrando das meninas. Até um grupo de Cuiabá, que estava ao lado, ganhou um “obrigado” do Michel.

A proximidade com o público contou com o reforço de uma passarela, que permitia ao cantor ficar bem pertinho das fãs, dar a mão e tirar fotos. A resposta da plateia, especialmente das meninas, vinha enlouquecida com gritos de euforia a cada convite de Michel, como “dar uma fugidinha”.

Fãs ficaram pertinho de Michel. (Foto: Francisco Júnior)Fãs ficaram pertinho de Michel. (Foto: Francisco Júnior)
Fãs enlouquecidas com o cantor. (Foto: Francisco Júnior)Fãs enlouquecidas com o cantor. (Foto: Francisco Júnior)

Além dos hits chicletes, Michel pegou a sanfona e anunciou “os modão” sul-mato-grossense, relembrou sucesso do grupo Tradição, fez “micareta” com axé, foi pro funk e, quem diria, cantou Adele, arrancando suspiros da plateia, que foi embalada também com a versão romântica do cantor.

No mix musical, que não deixou ninguém ficar parado, Michel também cantou parabéns para os 113 anos de Campo Grande ao lado do prefeito Nelson Trad Filho.

“É cria de Campo Grande, ele é daqui, não tinha escolha melhor aniversário da cidade. Ele tá em casa”, disse o prefeito.

Simpatia de família - Em casa, Michel cantou sob os olhares orgulhosos e brilhantes dos pais, Aldo e Nina, que mostraram que a simpatia vem de berço.

“Eu estou muito, muito feliz em ter ele aqui”, diz com orgulho o pai, de 60 anos. Com sorriso aberto, ele contou que o filho vai passar uns dias na casa dos pais e deve ir para o Panatanal.

“Aqui ele geralmente fica na nossa casa, agora que não tem mais a casa dele aqui. No Pantanal nós temos fazenda”, diz.

A mãe, de 59 anos, também não consegue esconder a felicidade de ter o filho perto. “A gente conseguiu ficar mais ou menos 4 horas com ele no Dia dos Pais, em São Paulo. Foi o tempo de folga dele. Aqui ele vai ter um tempinho de folga”, diz.

Ela conta que acompanhou o filho na turnê pela Europa, em março, mas que o show em Campo Grande proporciona o clima “em família” por poder contar com a presença dos parentes.

“A gente mora tudo aqui, então, fica mais fácil da família inteira ver”, diz.

No canto do palco, espiando pela cortina, irmão, namorada, a atriz Thais Fersoza, e sobrinhos também acompanharam o cantor. O sobrinho, Manoel, até entrou no palco, com olhar tímido, e ganhou o colo do tio.

Michel mostrou simpatia durante o show. (Foto: Rodrigo Pazinato)Michel mostrou simpatia durante o show. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Minuto de fã - Após o show, Michel recebeu cerca de 100 fãs para autógrafo e foto. O encontro aconteceu atrás do palco e a imprensa não pode acompanhar, já que a atenção para os jornalistas foi dada antes do show e “agora é só para o público”.

Para a pequena Julia, de 7 anos, o momento valeu a tarde inteira de espera. Ela e a família chegaram no Parque por volta das 16h e logo que o cantor chegou conseguiu a confirmação da sua assessoria de que ia ganhar foto e autógrafo no final do show.

“Ele mandou mensagem no meu celular falando que a gente podia esperar aqui”, conta a mãe, Juliana Zarour, de 39 anos. E a promessa foi cumprida: a família foi uma das selecionadas para conhecer o cantor.

Apesar da tietagem em família, a mãe garante que é tudo por causa da Julia. “Ela fala que queria ser grande para poder casar com ele. Sabe as músicas”, conta.




Só a conta bancária mudou!
 
rone gomes em 27/08/2012 08:52:31
PARABENS MICHEL , QUANDO VIESTE AQUI EM PORTUGAL ME ENCHI DE ORGULHO TODOS ELOGIARAM O SEU SHOW, PARABENS TAMBEM CAMPO GRANDE CIDADE MARAVILHOSA
 
ILSON LIMA em 27/08/2012 08:40:54
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.