A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

30/05/2012 17:18

Ensaio aberto de violão clássico atrai curiosos e faz músico retomar projeto

Elverson Cardozo
Ensaio durou aproximadamente 1 hora. (Foto: Rubens Garcia)Ensaio durou aproximadamente 1 hora. (Foto: Rubens Garcia)
Violonista executou pelo menos 15 músicas do programa previsto para junho. (Foto: Rubens Garcia)Violonista executou pelo menos 15 músicas do programa previsto para junho. (Foto: Rubens Garcia)

Ensaio aberto de violão clássico pegou o público de surpresa na tarde deste sábado (26) e deixou até o músico, já acostumado à platéia, motivado a retomar um antigo projeto e dar início a um novo. A apresentação foi ao ar livre, no espaço do ateliê Maria do Povo, em Campo Grande.

Veja Mais
Ludmilla é uma fofa e mostra o que o funk pode ensinar ao nosso sertanejo
Coletivo de DJs organiza festas com música para 'dançar mais e reparar menos'

De volta à Capital depois de concluir o mestrado em música contemporânea na Universidade Federal de Goiás, o músico, Gilberto Stefan, conta que resolveu realizar o ensaio para divulgar um concerto que vai fazer em junho.

Mas o que era para ser um evento curto, apenas para divulgar a apresentação solo, se transformou em uma experiência descontraída e recompensadora.

“Queria uma coisa bem intimista e de repente apareceram 20 pessoas”, conta.

“Elas adoraram e começamos a conversar para tirar dúvidas sobre o universo da música clássica”, completa o músico.

Gilberto Stefan revela ainda que a receptividade foi tão boa que não teve como se limitar a 3, 4 músicas. Resolveu executar todo o programa previsto para o concerto.

Por cerca de 1 hora interpretou obras clássicas como “Capricho”, de Kaspar Mertz, “Variações sobre o Tema Folias de Espanha”, de Mauro Giuliani e “Maria”, de Francisco Tárrega.

A proprietária do ateliê e amiga do músico, Kelly Cristine de Lima Garcia, de 40 anos, “sabia que as pessoas iriam gostar, mas a possibilidade de motivar para próximos encontros foi uma surpresa”.

O pequeno espaço, declarou, acabou oportunizando a divulgação da música erudita. Com a boa repercussão entre amigos e clientes do ateliê, Gilberto pretende agora realizar apresentações bimestrais no local, mas ainda não há uma data definida.

Projeto - Além disso, Gilberto pretende retomar um antigo projeto, que começou em 2007 e só foi interrompido porque ele mudou de cidade para se dedicar ao mestrado.

Trata-se da “mostra de violões de Campo Grande”. O grupo, na sua formação original, chegou a realizar cerca de 6 apresentações na Capital.

Para o músico, o projeto é uma maneira de promover o acesso da população ao universo da música erudita e, além disso, tirar dos músicos o “peso” de tocar apenas com terno e gravata, nos teatros.

De volta à Campo Grande, cidade onde nasceu, Gilberto agora está em busca de novos parceiros. Para seleção é necessário enviar portfólio em vídeo ao e-mail gilbertostefan@yahoo.com.br.

Serviço – O ateliê Maria do Povo está localizado na rua Padre João Crippa, 467, região central de Campo Grande e abre todos os sábados.




Deve ter sido um momento ímpar no cotidiano dessa cidade tão pouco aberta à variações culturais. No próximo vou com certeza. Parabéns ao Gilberto e a Kelly.
 
Diógenes Cariaga em 31/05/2012 01:49:01
Gil, que dizer? Sou mãe, suspeita, mas acho uma delícia ouvi-lo. O violão ganha muito em suas mãos.
Kelly, sua decoração, na foto, lembra um quadro do Genésio Fernandes, lindo!
Obrigada aos dois, por um sábado de luxo puro.
Ana
 
Ana Aparecida Arguelho de Souza em 30/05/2012 09:19:27
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.