A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

31/01/2012 16:27

Expogrande 2012 será em abril, com shows no Laucídio, garante Acrissul

Paula Vitorino
Outdoors pegam carona em sucesso de Michel Teló para divulgar feira. (Foto: Marlon Ganacin)Outdoors pegam carona em sucesso de Michel Teló para divulgar feira. (Foto: Marlon Ganacin)

Com outdoors espalhados pela cidade, a Expogrande 2012 já tem data e local confirmados, informa a Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul).

Veja Mais
"Toma aqui uns 50 reais", Naiara Azevedo abre fim de semana eclético
Ludmilla é uma fofa e mostra o que o funk pode ensinar ao nosso sertanejo

A maior exposição do Estado irá acontecer de 12 a 22 de abril, no Parque Laucídio Coelho.

O presidente da Acrissul, Francisco Maia, afirma que a “feira vai acontecer no mesmo lugar, como sempre foi” e, segundo ele, a empresa contratada para cuidar da parte dos shows, a agência Santarena, já teve reuniões com a Prefeitura Municipal e o Ministério Público Estadual para definir os critérios para a realização do evento no local.

A agência, dedicada ao universo country, é a mesma que trouxe para Campo Grande o circuito 8 Segundos.

Está prevista para esta quinta-feira uma reunião dos representantes da empresa com o Ministério Público Estadual sobre o assunto.

No ano passado, o MPE moveu ação pública para impedir o som alto no local, alegando desrespeito a lei do silêncio. O evento só foi realizado após TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) assinado entre Prefeitura e MPE, definindo critérios para a realização dos shows, como o horário de término às 23h.

De acordo com Maia, a estrutura de shows neste ano irá superar as edições anteriores. A Acrissul aposta na contratação de uma empresa de eventos nacional, que deve fechar contrato ainda nesta semana, e cuidar de toda a parte de estrutura dos shows.

“A Expogrande é um evento nacional, então, nada mais adequado do que uma agência de eventos nacional para cuidar da organização”, diz.

Ele frisa que a empresa tem uma grande estrutura para a realização do evento, o que deve contribuir para o cumprimento de exigências ambientais, o que até o ano passado era uma deficiência que levou à proibição dos shows no local.

“A agência tem condições de cumprir todas as exigências ambientais a até minimizar qualquer problema com a acústica do local”, frisa.

No ano passado, Luan Santana levou multidão ao Parque de Exposições.No ano passado, Luan Santana levou multidão ao Parque de Exposições.

Shows - Apesar de ter data e local garantidos, a agenda de shows da Expogrande ainda não está definida. Os outdors distribuídos pela Capital utilizam a frase da música-hit do cantor Michel Teló, “ai, ai, ai delícia”, mas o presidente da Acrissul explica que não existe nenhuma confirmação de que o cantor sul-mato-grossense virá para a Expogrande.

“Utilizamos a frase por conta do sucesso do cantor sul-mato-grossense, mas não tem nada a ver com ele ser atração da Feira. A programação do evento vai ser fechada pela agência contratada”, frisa.

A agência de eventos informou a reportagem do Campo Grande News que já está em negociação com alguns cantores, mas que não pode adiantar nada até fechar o contrato com a Acrissul. A expectativa é de que a prévia da programação seja divulgada na próxima semana.

O lançamento oficial da Expogrande 2012 será feito na semana após o Carnaval.

Leilões - Se a noite da Expogrande é marcada pelo grande público atraído pelos shows, é durante o dia que a Feira movimenta milhões de reais. A Feira é ponto certo de produtores rurais e criadores de gado, que participam dos leilões milionários da Expogrande.

Maia afirma que 46 leilões de gado de corte já foram reservados para a Feira, o que representa cerca de 20 mil cabeças de gado. Em 2011, foram 44 leilões agendados e uma movimentação de cerca de R$ 100 milhões.

A expectativa para a edição deste ano é de que os números sejam mantidos ou até superados. Maia lembra que a agropecuária enfrentou diversos problemas nos últimos meses devido a seca e as enchentes no Estado, mas que a “movimentação e o faturamento da Feira não serão prejudicados”.

O presidente da Acrissul ressalta que a Expogrande é o “evento do ano para a Capital” e, por isso, pretende contar com o apoio e juntar forças com a Prefeitura, Governo e Famassul.




Tooomara que vooltei
 
Katherina Swan em 21/02/2012 09:27:16
A exposição acontece uma vez por ano, mas tem dias que temos que aguentar na frente de nossas casas um batidão de tum... tum... tum... no mais alto volume e não temos a quem reclamar, para com isso!... essas pessoas querem se aparecer, coloquem uma melancia no pescoço e saiam na rua. Venha Expo. Shows, RESTART, TELÓ, LUAN, etc.etc... obrigada.
 
Alda Rodrigues Dorneles em 13/02/2012 12:25:58
O Laucídio é bom e tem muitos anos de tradição, mas já não suporta tantas pessoas, e na saída é muito bagunçado.
Essa é min ha opinião!!!
 
Luciano de Oliveira em 13/02/2012 10:49:55
Já que pode ser proibido pelo MPE ou que tenha horário pra acabar os shows e que alguns moradores dos arredores reclamaram, a prefeitura juntamente com o MPE, deveriam criar o tão falado Arena de Shows de Campo Grande, com área ampla para o público e com estacionamento mais organizado, tanto na chegada como na saída dos shows.
 
Luciano de Oliveira em 13/02/2012 10:46:57
OS INCOMODADOS É QUE SE MUDEM. POIS NOS FREQUENTADORES DOS EVENTOS DO LAUCIDIO COELHO ESTAMOS NA TORCIDA PARA A NAO MUDANÇA DE LOCAL. E QUE VENHA EXPOGRANDE 2012.
 
LINDINALVA DAS SANTOS SILVA em 10/02/2012 11:46:14
Isso de proibirem show no PQ.Laucídio Coelho e uma verdadeira palhaçada ja que vai proibirem proíbe no pais todo.... por que só em Campo Grande,somos conhecidos no Brasil afora pelo nosso rebanho bovino e Nossa Força na musica sertaneja onde os artistas mais populares do ramo saem de nossa cidade... então devemos ter sim a feira para mostrar a nossa força que a cada ano aumenta para o brasil
 
Leandro Gomes Ferreira em 09/02/2012 12:34:20
quem esta reclamando do barulho , é o verdadeiro bicho do mato,vai morar em outro lugar bem longe de campo grande valeu;;;;;
 
luiz carlos em 02/02/2012 10:12:26
Eu moro perto do parque e já não sou mais jovem e eu não ligo q tenha show ou bagunça, pq eu quando era mais novo sempre eu ia assistir o evento e torço pra q volte a ter show.
 
Thiago gomes em 01/02/2012 05:05:18
aposto que a maioria dos que reclamam, quando compraram suas casas e se mudaram para lá, a exposição ja existia, ja se mudaram sabendo do barulho, então sejam tolerantes por algusn dias, o local ja é tradicional.......
 
daniela rodrigues em 01/02/2012 01:06:52
Sr Raphael Barbosa Luz, o Sr esta enganado, nos moradores aqui da região em torno a HIPICA (Jockey Club), também somos trabalhadores, e temos uma vida modesta mais honesta, só para alertar ao desavisados, que já estamos ajuizando junto as esferas competentes ações em relação a Pertubação do Sossego e outros. Pois esse Evento ocorrido no Sabado passado, transformou a região num verdadeiro Caus.
 
CARLOS MARTINS em 31/01/2012 10:53:38
raphael e marli aparecida se vcs não aquenta bebe agua sai da cidade e vai para o mato ta a expocisão tem que ser onde sempre foi eu moro do lado e não me encomoda eu amoooooooooooooooo a expogrande...............
 
edinalva santos em 31/01/2012 10:30:28
A exposição existe a mais de 30 anos,só que naquela época, não existia megashows,e nem mesmo o valor do ingresso era cobrado,agora colocam um showzinho qualquer já cobram uma fortuna em tudo,ingresso,bebida,estacionamento,etc,deveria haver duas entradas,uma só para os shows,outra só para o parque.
 
alexander f. lima em 31/01/2012 10:10:08
Tradição é tradição. A expogrande é um grande acontecomento em Campo Grande. É a abertura do ciclo de negociação em Mato Grosso do Sul, é a oportunidade de grande investimentos que tem reflexo diretamente com a população campograndense. Gera mais emprego, o comércio lucra, o trabalhador lucra, a cidade lucra. CONDORDO COM CADA PALAVRA DA CLAUDIA A. DA SILVA. O P O I A D A!!!!
 
ANA PAULA ESPINDOLA VELAZQUES em 31/01/2012 10:02:49
concordo com o Raphael Barbosa Luz
 
keli regina em 31/01/2012 07:08:04
o exposição é tradição deve continuar na acrissul, moro perto da acrissul e trabalho o dia inteito não me encomodo...
 
regina rodrigues em 31/01/2012 06:46:35
Nossa esse pessoal só reclama ...a Lei do Silencio e ate as 23 hs deve ter o Shows normal ...sim ..O governo tem que se preocupar com os pessoal que fica la com os carros com alto falante ....por isso que somos conhecidos como bicho do mato nao pode mais ter show
 
natalia salomao em 31/01/2012 06:42:14
Só se levar o parque de exposição para a lua ou marte etc...porque, onde o parque for,vai logo, logo ter "vizinhos" que daqui a alguns anos vão reclamar do barrulho etc etc.
Pelo o que eu sei da ocupação de Campo Grande, onde está localizado o recinto da expo, era totalmente isolado, porém a vizinhança foi chegando, chegando...e aí está o grande problema.
 
Aline Benites em 31/01/2012 06:36:55
Eu acho uma graça esses moradores que reclaman do parque de exposições. O mesmo funciona no mesmo local ha mais de 30 anos, quando foi fundado, não existiam tantas moradias em volta, ai as pessoas compram seus imóveis, sabendo que no local tem o parque, e depois entram com ações reclamando do barulho. É uma graça, e como ja dizia o ditado, os incomodados que se mude. A proposito, eu moro no bairro
 
Claudia A. da Silva em 31/01/2012 06:04:51
A antiga feira livre também era tradição e nem por isso continuamos obrigados a conviver com esgoto correndo a céu aberto. Tudo evolui, menos os pecuaristas, parece!. Vamos lutar pela desapropriação do local transformando em algo mais útil para a atual sociedade. O shows e a exposição devem continuar, mas em local apropriado com estacionamento, trânsito controlado, banheiros e acústica.
 
Carlos Alberto Silva em 31/01/2012 05:48:25
Quem nao aguenta bebe agua, sai dai muda, ninguem merece ficar sem diversao.....
 
joao de souza em 31/01/2012 05:44:41
Pelo amor de Deus, mais uma ano nãooooo.. levem essa algazarra lá pro Jockey Club, saída para S;Paulo, nós moradores do bairro, não aguentamos mais tanta bagunça. Os shows acabam meia noite, mas a bagunça em volta do Parque continua até a 6;oo hrs, ninguem consegue descançar, no outro dias nos temos que trabalhar, esses baderneiros dormem o dia todo, para começar de novo a noite.
 
Marli Aparecida Freitas em 31/01/2012 04:43:18
A exposição deveria acontecer no jockey club uma vez que houve o show do DJ Fatboy Slin e não teve reclamação alguma por conta do barulho e tbm por ser um espaço maior ou até mesmo transferir a exposição pra la.
 
Raphael Barbosa Luz em 31/01/2012 04:37:33
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.