A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

16/08/2016 06:25

Feira Bafafá promete dar o que falar com arte, música e gastronomia em praça

Thailla Torres
Praça Aquidauana fica entre as ruas Barão do Rio Branco e Dom Aquino. (Foto: Fernando Antunes)Praça Aquidauana fica entre as ruas Barão do Rio Branco e Dom Aquino. (Foto: Fernando Antunes)

Mais um evento está chegando para compor a programação alternativa de Campo Grande. Dessa vez, a ideia é dar o que falar com uma variedade em arte, boa comida e música brasileira. O evento será na Praça Aquidauana, no Centro da Capital. A organização é independente e quer mostrar indignação pela falta de apoio e estrutura do poder público à cultura.

Veja Mais
Coletivo de DJs organiza festas com música para 'dançar mais e reparar menos'
Com poucas opções, veja onde curtir as festas de fim de ano em Campo Grande

Assim com a Feira São Chico, que começou tímida na 14 de Julho no início do ano, a Feira Bafafá promove a ocupação urbanaa de espaços meio mortos pela cidade.

A organizadora do evento é dona da marca A Paraguaia, que vende sopa paraguaia recheada. Daiany Couto critica a falta de projetos do tipo. "Se depender deles (prefeitura), a gente não vai a lugar nenhum. São feirantes, artistas e artesãos querendo trabalhar e mostrar o melhor que cada um tem", diz.

Sopa paraguaia recheada está entre as variedades gastronômicas. (Foto: Reprodução Facebook)Sopa paraguaia recheada está entre as variedades gastronômicas. (Foto: Reprodução Facebook)

Ao lado de Daiany estão na organização o DJ Aruan Barcelos e Camila Santana, empresária do Massas Capivara. "A ideia é fazer a diferença com eventos e atrações durante o dia e a noite. Esse está previsto para ser mensal, além de levar a arte, vamos propagar um consumo consciente e sustentável", explica o DJ.

E para não cair na mesmice, aos poucos vão surgindo novos colaboradores. "Cada feirinha terá o seu estilo, assim como a São Chico tomou uma proporção, a Bafafá é justamente para dar o que falar em coisa boa. Tudo é feito de maneira coletiva e independente", completa Daiany.

Suculentas em vasos decorados serão opções de artesanatos. (Foto: Alcides Neto)Suculentas em vasos decorados serão opções de artesanatos. (Foto: Alcides Neto)

A gastronomia será um ponto forte. Nessa primeira edição, que acontece no próximo domingo (21), haverá o sabor da tradicional A Paraguaia com sopas recheadas e cremosas, além de risoto tailandês, preparado com carne, mix de legumes e molhos de ostras, ou nos sabores tradicionais, de carne de sol e abóbora cabotiã e na opção vegetarian feito com abobrinha e queijo gorgonzola.

O Massas Capivara leva os tradicionais "Hambugres", preparado com carne, cebola caramelizada, molho barbecue e pão caseiro. Além de doces, sucos especiais e comidas veganas

Além da área gastronômica, a feira abriu espaço para a produção de artesanatos, roupas, moda e acessórios.

As marcas regionais Belo Trapo, Capivaral, Ludic e Mimosa Flor Artesanais estarão com peças novas de roupas. Para quem curte moda de brechó, a Kombi do Gaveta Brechó vai estacionar por lá e a feira ainda terá livros, CDs e discos de vinil da Sub Cultura Records e peças da Amuletos Voa-Dor.

Para quem gosta de arte, a Bafafá apresentará trabalho da artista plástica Carol Capelani e as "Parmelitas" vão levar plantas suculentas vendidas em vasos decorados. 

E para animar o domingo, muita música e discotecagem com o DJ Aruan Barcelos, que toca um misto de tropicalismo, cheio de samba de raiz e outros artistas da música brasileira. 

O evento será realizado no próximo domingo (21), às 16h30, na Praça Aquidauana, que fica na Rua Aquidauana, Centro. Informações pela página do evento

Curta o Lado B no Facebook.

 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.