A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

11/08/2012 18:37

Festa do Ovo tem casal prometendo tricampeonato em competição e shows sertanejos

Paula Maciulevicius
Na praça de eventos, o tema também toma conta dos ares. A população 'respira' ovo neste final de semana em Terenos. (Foto: Simão Nogueira)Na praça de eventos, o tema também toma conta dos ares. A população 'respira' ovo neste final de semana em Terenos. (Foto: Simão Nogueira)

Terenos recebe neste final de semana a quinta edição da Festa do Ovo. É ovo pra lá, ovo pra cá e entre os preparativos para a noite, não se sabe dizer se é mesmo o cheiro ou o psicológico falando mais alto, mas dá a impressão de que a cidade inteira 'respira' ovo. Na praça de eventos, toda estrutura montada é para receber os terenenses e visitantes, com shows, barracas de comidas típicas, venda de ovos e a competição do mais comilão da iguaria.

Veja Mais
Coletivo de DJs organiza festas com música para 'dançar mais e reparar menos'
Com poucas opções, veja onde curtir as festas de fim de ano em Campo Grande

A festa nasceu durante as homenagens do centenário da imigração japonesa, em 2008. O município é o maior produtor de ovos no Estado. Produto que saiu das mãos da colônia japonesa na cidade.

"Quando teve a homenagem ao centenário, se criou um movimento nacional, onde tinha comunidade nikey, tinham vários eventos para comemorar", explica um dos organizadores e diretores de cooperativa, Issao Kurokawa, 30 anos.

A festa do ovo já existe em Bastos, cidade do Estado de São Paulo conhecida como a Capital do Ovo. Daí veio a ideia de criar em Terenos, já que em Mato Grosso do Sul o recorde da produção vem de lá. "Assim como o Porco no Rolete, de São Gabriel do Oeste, que é cidade dos porcos, Terenos é a cidade dos ovos", completa Issao.

O curioso é que a festa não se desprendeu do tema. Mesmo com atrações sertanejas, o ovo ainda é o centro das atenção. Issao conta que no segundo ano do evento, a cooperativa resolveu não vender ovos. Apenas levou alguns para deixar de amostra, por acreditar que a festa era apenas diversão. "Tinham apenas amostras, mas pessoas diziam 'não, eu quero levar, eu quero levar', aí a gente teve que vender", recorda. Este ano promete, ovo não vai faltar.

Issao Kurokawa, um dos organizadores, brinca que, assim como São Gabriel é a cidade dos porcos com o Porco no Rolete, Terenos é a dos ovos. (Foto: Simão Nogueira)Issao Kurokawa, um dos organizadores, brinca que, assim como São Gabriel é a cidade dos porcos com o Porco no Rolete, Terenos é a dos ovos. (Foto: Simão Nogueira)

Entre as comidas sobá, yakisoba e pastel, um vasto cardápio a base de que? De ovos, claro. Omelete, ovos de codorna, espeto de ovos à milanesa. E já que só se fala em ovo, tem até premiação para quem é apaixonado de verdade pelo alimento. Quem comer mais ovos cozidos em 10 minutos leva, mas precisa antes driblar o favoritismo que a competição já criou. Tem casal que promete o tricampeonato.

O prêmio é um vale compras de R$ 200 e a mesma quantia em espécie. Além de claro, uma caixa grande de ovos e rodízio num restaurante da cidade. "Porque depois de comer tanto ovo, tem que ganhar carne né", brinca Issao.

No calendário das datas festivas da cidade, a Festa do Ovo é a que mais mobiliza a população. "O terenense não é acostumado a ter festa assim, é bom. A gente vê diferença nas vendas também; É a festa dos comes e bebes", conta o comerciante Elias dos Santos, 36 anos. Com uma barraca de pasteis para a noite, ele puxa o assunto da competição. "Tem um casal que sempre ganha, pra bater deles tem que comer mais de 30 ovos, acho que tem que passar uns dois dias sem comer, porque haja estômago", brinca.

O casal dos ovos é conhecido na cidade não só por Terenos ter pouco mais de 15 mil habitantes, mas por serem bicampeões da Festa do Ovo. Participam desde a primeira edição, em 2008 entraram de brincadeira e levaram o segundo lugar pela diferença de apenas um ovo.

"Preparação? Hoje eu já comi banana. Todo mundo pergunta se a gente fica sem comer, mas não fica não", diz com propriedade quem entende do assunto de comer ovo, Aline Raquel de Almeida, 30 anos.

Na competição os candidatos são separados na categoria feminina e masculina. Os homens, segundo ela, comem em média 26 a 30 ovos. As mulheres, 17 até 22. "Eu comi 18 ano retrasado, ano passado não tinha disputa. Eu comia dois e esperava as outras, aí comi só 17 e ganhei". "Só", é essa palavra mesmo que ela usa para dizer que comeu 17 ovos cozidos em 10 minutos.

"É gostoso, a gente sempre espera marcar a data. Chega agosto e fica só esperando anunciar é que nem o Natal". Em casa quem participa comendo é ela e o marido, mas a família toda torce, participa e depois acaba cozinhando os ovos do prêmio.

"Ele come que é uma beleza. Nem come na casa dos outros de vergonha que fica, eu também sou boa de garfo. Então vamos comer. Na brincadeira levamos R$ 150 cada um", conta. O casal só não ganhou em 2009, quando não participou porque não estavam morando em Terenos.

Comer em média mais de 15 ovos em 10 minutos, com auxílio ou não de ingestão de líquidos, permitido pelo regulamento da competição, pode passar a impressão de que o cronômetro do juiz não termina a contagem nunca. "Não, passa rápido pra mim, porque é um incentivo, a gente está lá comendo e as pessoas gritando Raquel, vai Raquel, vai". A irmã, Amanda Carla de Almeida, 25 anos, interfere "passa nada, a gente cansa de ficar gritando lá", brinca.

Ela manda recado que nem que ponha ovos guela abaixo, será a vencedora deste ano. Raquel de Almeida é bicampeã no concurso. (Foto: Simão Nogueira)Ela manda recado que nem que ponha ovos guela abaixo, será a vencedora deste ano. Raquel de Almeida é bicampeã no concurso. (Foto: Simão Nogueira)
O marido, Rosevaldo Duarte já solta que acima de querer ganhar, está o espírito de competir e prestigiar. Ele também busca ser tricampeão. (Foto: Simão Nogueira)O marido, Rosevaldo Duarte já solta que acima de querer ganhar, está o espírito de competir e prestigiar. Ele também busca ser tricampeão. (Foto: Simão Nogueira)

Na competição pode ingerir líquido enquanto come e os jurados avaliam dentro do tempo o máximo de ovos comidos e também se houve ou não desperdício por parte dos participantes. Não pode passar mal e por pra fora enquanto estiver competindo e nem minutos depois. Após encerrados os 10 minutos, o ganhador recebe a premiação, tira fotos e só depois pode correr para o banheiro.

Com o dinheiro do prêmio, Raquel cai na risada ao dizer o que vai fazer. "Comer ovo pra pagar a conta de luz, acredita? E nós vamos ganhar, nem que eu enfie guela abaixo, eu vou ganhar, eles vão ter que se esforçar para comer igual a gente", avisa aos demais participantes.

Para a disputa a organização cozinha 360 ovos, em dois panelões. O número de competidores ficam entre 10 e 12 pessoas e as inscrições são feitas na hora.

Depois de Raquel já ter contado da paixão que tem ao exibir o título de maior comedora de ovos da cidade, é a vez do marido falar. Magro, Rosevaldo Lopes Duarte, 33 anos, parece que não comporta tanto ovo dentro de si. "Nem eu sei como que cabe", responde.

"O segredo principal é não sentir o cheiro do ovo, na hora tranca a respiração, se sente o cheiro, sem tempero, não come", diz. E para ajudar na ingestão, toma cerveja, que segundo ele dissolve as gemas. Ano passado, ele relata que o maior comilão de sobá veio para a Festa na tentativa de tirar dele o título. "É sempre um desafio. Ano passado ele veio dizendo que ia ganhar, mas não ganhou nada. Este ano tem um mandando recado, mas quero ver se ele vai conseguir", alerta.

Mas entre ganhar e perder, onde a tarefa é comer mais em menos tempo, ele deixa brincadeiras de lado e diz que ganhar não é o objetivo. "A gente quer se manter campeão, mas participa pelo espírito de estar junto de brincar, Terenos é uma cidade pequena e essa festa traz prestígio pra todos, a gente vai mantendo a brincadeira, o que vale é estar junto", finaliza.

Logo mais às 19h começa o concurso do maior comedor de ovos. Às 20h está prevista a apresentação cultural da Associação Nipo Brasileira de Campo Grande, em seguida sobem ao palco Victor e Vinicius, Max e Henrique e Thiago e Gabriel.




VALEU COMPETIDORES.
 
nivaldo marques em 12/08/2012 09:34:54
Estive Sábado na festa e o Rosevaldo manteve o título, comeu 32 ovos, vá gostar de ovo.
 
Osvaldo Lima em 12/08/2012 05:59:08
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.