A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

14/01/2013 21:29

Fundac e escolas de samba da Capital discutem o Carnaval 2013

Nyelder Rodrigues e Mariana Lopes
Presidente das escolas de sambas pediram melhorias para promover um carnaval mais bonito (Foto: João Garrigó)Presidente das escolas de sambas pediram melhorias para promover um "carnaval mais bonito" (Foto: João Garrigó)

Os líderes das escolas de samba de Campo Grande se reuniram nesta segunda-feira (14) com o presidente da Lienca (Liga das Entidades Carnavalescas de Campo Grande), Eduardo Souza Neto, e o presidente da Fundac (Fundação Municipal de Cultura), Julio Cabral.

Veja Mais
"Toma aqui uns 50 reais", Naiara Azevedo abre fim de semana eclético
Ludmilla é uma fofa e mostra o que o funk pode ensinar ao nosso sertanejo

A reunião ocorreu no Armazém Cultural, foi tranquila e tratou de temas como a destinação de recursos para as escolas de samba, locais para os ensaios, horários, entre outros.

De acordo com Alex Guedes, presidente da escola de samba Cruzeiro que tem o pavilhão localizado no bairro Estrela do Sul, as escolas da Capital fazem um “carnaval reciclável”, reaproveitando materiais dos carnavais passados.

“Precisamos que a prefeitura invista mais no carnaval, não só na infraestrutura, mas também com recurso para carros e fantasias para fazermos um carnaval mais bonito”, opinou Alex.

Além disso, o presidente da Cruzeiro contou que os materiais usados não são vendidos em Campo Grande, e por isso é preciso que seja comprado em São Paulo ou Rio de Janeiro. Como as escolas recebem o recurso muito tarde, acabam pegando só o que sobrou.

Já o presidente da Lienca, Eduardo Souza Neto, revelou que até o momento foi recebido R$ 160 mil de verbas do Governo do Estado, sendo rateado entre as oito escolas, quatro do grupo especial e quatro de acesso.

Neto também conta que até agora o que Prefeitura ofereceu foram as arquibancadas, segurança, banheiros, som, entre outras contribuições em logística e infraestrutura para o evento, o mesmo dos anos anteriores.

No ano passado, a Prefeitura deu uma ajuda de custo de R$ 2 mil para cada escola, informou Eduardo Souza Neto. Para este ano, o presidente da Fundac, Julio Cabral, afirmou que vai buscar o recurso para as escolas, em caráter de urgência.

Quanto aos locais de realização do carnaval, os desfiles das escolas de samba seguirão acontecendo próximo à Praça do Papa, o carnaval de blocos na Esplanada Ferroviária, e o carnaval de rua na Fernando Correa da Costa.

Neste ano haverá apenas um pré-carnaval, que será na Praça do Rádio, no dia 26 de janeiro. Na ocasião, será escolhido também o Rei Momo e a Rainha do Carnaval 2013.

Já sobre aos lugares de ensaio, Eduardo Souza Neto afirmou que as escolas que não tem local apropriado terão que se adequar e ensaiar nas ruas, dentro do horário permitido, das 7h às 22h. Neste ano, a escola Deixa Falar foi impedida pelo MPE-MS (Ministério Público Estadual) de realizar os ensaios por conta do som alto, após denúncia de um vizinho.

Julio Cabral prometeu aos líderes das escolas de samba que vai tentar as reivindicações, mas por enquanto, pode garantir apenas que a prefeitura vai se organizar para o próximo carnaval, de 2014.

A ideia é começar a organizar o desfile a partir de maio, fazendo parceria com as escolas na realização de eventos para angariar recursos. Além disso, Cabral reclamou da administração anterior, dizendo que ela deixou tudo para a atual administração resolver, obrigando que sejam feitas adequações.




boa noite,
Infelizmente Campo Grande está perdendo o seu carnaval,ocasião de muitas oportunidades de trabalho, de vendas para o comércio entre outros, ocasião de festas, evitando que as pessoas saiam da cidade, com tantas proibições, a Igrejinha fora do carnaval,realmente Campo Grande agora está a deriva, sem contar que o desfile na Praça do Papa inviável, melhor seria na Avenida Fernando Correa ou na tradicional 14 de julho.

analisem

Otima semana
 
LOADIR APARECIDA SILVA em 14/01/2013 23:26:50
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.