A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

02/07/2012 22:35

Grupo teatral boliviano conscientiza e diverte público na praça do Rádio

Nicholas Vasconcelos

Caravana atravessou o país para se apresentar na Rio+20

Grupo se apresenta em palco montado em carreta. (Foto: Rodrigo Pazinato)Grupo se apresenta em palco montado em carreta. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Com um ar meio mambembe e recursos audiovisuais o grupo teatral boliviano Compa (Comunidade de Produtores em Arte) divertiu e conscientizou quem foi a Praça do Rádio Clube na noite desta segunda-feira (2).

Em tempos de Rio +20 é possível que o público tenha esperado um espetáculo maçante e cheio do politicamente correto, sensação que acaba tão logo começam os tambores e batuques que anunciam o começo da apresentação de ‘Hasta La Ultima Gota’. A apresentação é garantia de boas risadas, sem deixar de lado a clara mensagem socioambiental, que, aliás, foi apresentada na Conferência das Nações Unidas no último mês no Rio de Janeiro.

O grupo de 22 atores é de El Alto, cidade na região metropolitana da capital La Paz, um lugar conhecido pelas revoltas populares que derrubaram o antecessor do presidente Evo Morales.

Eles saíram de lá no dia 24 de maio até chegar ao Rio de Janeiro. Na Rio +20 a ‘Caravana Pela Vida’ apresentou o espetáculo que leva a reflexão sobre a comercialização de recursos naturais, como a água, principalmente em comunidades pobres.

Com o lema 'De Copacabana (na Bolívia) até Copacabana (no Brasil)' o grupo se apresentou na Conferência da ONU (Organização das Nações Unidas) e volta para casa no dia 9 de julho. Percurso feito em um ônibus que serve de camarim e de alojamento.

“A ideia surgiu no ano 2000 quando uma empresa inglesa tentou assumir a concessão de água na Bolivia e encontrou resistência da população’, explicou o diretor do grupo Ivan Nogales.

O diretor Ivan Nogales mostra o ônibus que hospedou os atores (Foto: Rodrigo Pazinato)O diretor Ivan Nogales mostra o ônibus que hospedou os atores (Foto: Rodrigo Pazinato)
Público acompanhou atento a mensagem de preservação da água. (Foto: Rodrigo Pazinato)Público acompanhou atento a mensagem de preservação da água. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Ivan explica que o objetivo do grupo é formar a consciência critica sobre a venda de bens considerados essenciais para a vida humana. “É a ultima gota de sangue, a última gota de dignidade e a última gota de vida”, contou.

A apresentação da Caravana em Campo Grande foi realizada com a união de cinco pontos de cultura e aproxima os artistas brasileiros e bolivianos. “ A gente é tão próximo, vizinho da Bolívia e não conhecia o trabalho deles. Quando os artistas se unem, os países também se unem”, destacou a coordenadora do Pontão de Cultura Guaikuru, Andrea Freire.

O espetáculo é montado em uma carreta, com uma estrutura onde os atores sobem e descem o tempo todo. Impossível não ficar atento ao palco e também ao teto do palco, onde a ação também se desenrola.

A opção de teatro na praça, no centro da Capital, atraiu quem procurou por entretenimento e na segunda-feira. “O teatro é tão caro, tão difícil de assistir e poder levar a família, que uma oportunidade dessas é muito bem- vinda”, ressaltou a dona-de-casa Carla Mendes Lima, de 34 anos.

O instrutor de programação neurolinguística Roberto Patzlaff, de 33 anos, mostra que a mensagem realmente atinge o público. “ O tema é mesmo muito importante nesse momento em que o mundo atravessa, principalmente em Mato Grosso do Sul onde há tanto para se preservar”, finaliza.

Depois de Campo Grande o grupo segue para Corumbá, onde com o apoio do projeto Moinho Cultural, se apresenta na cidade boliviana de Puerto Suarez.




Pena que só tomei conhecimento hoje...
 
Neuza Buss em 03/07/2012 10:28:32
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.