A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

11/04/2013 15:00

Justiça nega interdição de parque e libera shows na 75ª Expogrande

Edivaldo Bitencourt
Operários concluem a montagem de barracas no Parque de Exposições (Foto: Vanderlei Aparecido)Operários concluem a montagem de barracas no Parque de Exposições (Foto: Vanderlei Aparecido)

O juiz da Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, Amaury da Silva Kuklinski, negou o pedido de liminar para interditar o Parque de Exposições Laucídio Coelho, em Campo Grande, e liberou a realização de shows na 75ª Expogrande (Exposição Agropecuária de Campo Grande), que começa às 18h de hoje.

Veja Mais
Expogrande já tem licença ambiental e aguarda alvará, diz Francisco Maia
Vendedores esperam faturar alto com volta de shows na Expogrande

O magistrado negou pedido feito pelos promotores de Justiça, Alexandre Lima Raslan e Eduardo Franco Cândia, para suspender, por meio de liminar, os efeitos da Lei Complementar 214/2013, que libera a realização de shows na Expogrande e mais quatro eventos (Show da Virada, Festa de Santo Antônio, aniversário da cidade e Expo MS).

Em outra ação, também do MPE (Ministério Público Estadual), o magistrado também negou a concessão de liminar para suspender a realização dos shows, mas determinou o cumprimento dos horários previstos no TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), que é terminar as apresentações musicais à meia-noite nos dias úteis e até à 1h da madrugada nos finais de semana.

Grandes festas brasileiras – Na decisão, publicada agora à tarde, o magistrado afirma que a Expogrande é realizada no Parque de Exposições Laucídio Coelho desde 1945. E ainda fala sobre o incomodo gerado aos moradores da região com o descumprimento da Lei do Silêncio.

“Entendo que são proporcionais os benefícios com a realização do evento e os incômodos por ele causados, e continuarão a sê-lo até a adaptação ou construção de local próprio para a realização de eventos desta magnitude, destacando-se que Campo Grande é uma Capital sem muitas opções de lazer para a população, e que não conta com local ideal para a realização dos eventos”, frisa.

Kuklinski ainda compara a Expogrande com os grandes eventos culturais realizados em outras regiões do País, como o carnaval baiano que leva multidões ao centro histórico de Salvador (BA), na região Nordeste; a festa do Bumba meu Boi, no São Luiz (MA), na região Norte; e a Oktoberfest, em Blumenau (SC), na região sul.

Ele destaca que não é possível o afastamento da incidência da Lei Complementar 214/2013, sem ouvir todos os envolvidos na ação. Ele dá prazo de 20 dias para a manifestação da Prefeitura, Acrissul e outros promotores dos demais eventos, como a TV Morena, que realiza o Show da Virada.

Os promotores podem recorrer contra a decisão do juiz. E também ainda não houve o julgamento, com a concessão de liminar, da ação direta de inconstitucionalidade contra a nova lei, que será analisada pelo desembargador Carmelo Paschoal Leandro.

A Expogrande começa hoje com o show do grupo Sorriso Maroto. Serão 18 atrações musicais, como os sertanejos Victor e Leo e Paula Fernandes.




Na Exposição pode fazer show né, mas no Albano Franco não pode, pq? Só que um é bairro de classe C/D e outro é A/B. Parabéns Sr. Juiz Dois pesos e duas medidas, a justiça cega né sei....
 
Fernando Arantes em 12/04/2013 01:02:14
Vai entender isso! Quem sofre é a população limítrofe àquele local de badernas, que ninguém consegue dar jeito. Mas, um dia aquilo sai dalí.
 
Valter Oliveira em 11/04/2013 22:03:22
q maravilha, esse juiz tem q ser aplaudido de pé por todos, galera vao de taxi pra exposiçao, pq estacionar em frente ao parque custa 20,00
 
edmilson barbosa em 11/04/2013 21:22:02
BEM...então Sr. Juiz, libere de licenciamento ambiental todas as boates e casas noturnas, bares e restaurantes com música ao vivo e karaokês da cidade, pois TODOS foram obrigados a fazer tratamento acústico para poderem funcionar. A própria JUSTIÇA nos mostra 2 pesos e 2 medidas, ganhar dinheiro na Exposição pode, mas nos estabelecimentos regularizados, NÃO PODE. Ademais, e os ESGOTOS em fossas negras e os lançados diretamente no córrego, SEM tratamento? E o LIXO da exposição? A JUSTIÇA viu Isto?
 
André Lima em 11/04/2013 20:46:10
Eu diria que é assim que as coisas funcionam bem, o prefeito pediu, os vereadores aprovaram e juiz autorizou porque tem que ter diversão; o que precisa em tudo é ter disciplina. Nós não vivemos em ditadura aonde não pode e pronto. Tudo é possivel com disciplina. Eu não vou em show, mas sou contra quem quer impedir dos jovens se divertirem. Quem cometer erro, pague sozinho.
 
luiz alves em 11/04/2013 20:27:43
Muito bem Sr.Magistrado, libera mesmo os shows, mas por favor não use de dois pesos e duas medidas. Se na Exposição pode, com todos os problemas estruturais existentes lá, como falta de isolamento acústico,banheiros insuficientes,esgoto sem tratamento,falta de estacionamento e agora falta de espaço devido a construção do Pão de Açucar; pq vossa senhoria não libera os shows que antigamente eram realizados no PAVILHÃO ALBANO FRANCO,vai ver que é porque está localizado ao lado de bairros de Classe Alta né, vai incomodar o sono dos mais ricos lá moram, pobre não tem direito ao sossego e à tranquilidade não. Vou tirar algumas fotos dos arredores da Exposição antes e depois da "festa", foram plantadas algumas mudas da Via Morena, quero só ver se as mesmas ainda estarão lá após.
 
Carlos Alberto-Campo Grande em 11/04/2013 19:51:24
Muito coerente a decisão judicial, porque foi aprovado pela camara e sancionado pelo executivo.O poder judiciário não é para criar leis e sim para fazer cumpri-las. Mas o que mais agride a sociedade campograndense é alguns moradores da região ficar fazendo pressão junto as autoridades para que não se realize essa festa tradicional de 45 anos,tenho certeza que esses incomodados quando foram morar na região já existia o parque e os eventos,.Se sabiam que existia tanto o parque quanto os eventos, por que não foram morar em outro local.
 
porfirio vilela em 11/04/2013 19:43:33
Poxa que chato. Acho que assim os caras não vão ganhar apartamentos na frente do parque de exposições. Esses caras não poderiam morar numa fazenda, ou junto a natureza porque nestes ambientes o barulho é 24 horas e não seriam cessados por conta de liminares; então quem sabe deviam morar no deserto, se bem que lá teria o som do vento; talvez dentro de uma bolha, mas aí morreriam asfixiados e até eles tem o direito de respirar. Bom, acho que esses promotores deveriam ser úteis à sociedade e se preocuparem por exemplo com questões como a da Santa Casa, Hospital do Câncer, contratos estranhos envolvendo o lixo urbano, valores abusivos na cobrança do "tratamento" de esgoto que está sendo cobrado da população. Ah, E Eu moro ao lado, e o que incomoda mesmo é a politicagem que envolve o fato.
 
Redner Lima em 11/04/2013 18:43:01
É inacreditável que exista pessoas ainda é contra a realização da expogrande, evento que gera lucro para o estado devidamente classificado como agropecuário, os incomodados são exatamente os que não depende desse mercado, por que se dependesse não seria contra, que tal parar com o egoismo, é começar a pensar nos outros que vão lucrar com a feira. Se estão tão incomodados mude-se, enquanto ao que vai ocorrer com as pessoas se vão beber ou não, isso não é dá conta de ninguém né, cada um cuidando do seu.
 
vera lucia costa em 11/04/2013 18:16:52
Que bão!!
 
Antonio Reis em 11/04/2013 17:58:53
campo grande merece !! parabens prefeito alcides bernal e a todos os vereadores !! linda iniciativa !! e boraaaaaaa festaaaaaa
 
Marcos Yule em 11/04/2013 17:52:02
Muito boa a decisão, Campo Grande agradece!!!
 
Claudinei Pereira de Oliveira em 11/04/2013 17:50:42
Quero dizer as pessoas que criticam que não só são bêbados e baderneiros que vão na Expogrande, pelo contrário vão mtas pessoas de família que querem se divertir, querem passear, porque aqui não tem muitas opções.
As pessoas que moram próximo do Parque de Exposições sabe que todo ano é assim
 
Sabrina Barbosa em 11/04/2013 17:49:53
Atenção moradores da região vao para hoteis, parentes e amigos, pois os beneficios do nobre magistrado, é somente para os pecuaristas, promotores dos shows, dono do parque de diversoes, barraqueiros, e ambulantes, guardadores de carros. Os moradores que vivem o ano todo ali o que terao? Detalhe muitos desses beneficiados sequer moram em Campo Grande. Mais enfim, beneficio para quem? Para os que vendem gado? Para o dono do parque? para os barraqueiros que vivem em outras cidades? para os flanelinhas que "assaltam" os motoristas que estacionam na rua? Ta certo, realmente a justiça é cega. Nao vê a realidade de quem realmente tem este tormento. Dos idosos que ali moram ou dos doentes que ali estao. Jovem iram sair bebados pegarem seus carros e ja viu, Deus queira que nao aconteça nada.
 
Orivaldo Mundim em 11/04/2013 17:24:17
Inacreditável essa baderna de show aqui em frente de casa e com apoio da justiça, quero ver esse tal juiz morasse em frente se iria dar apoio aos desocupados e bêbados que la vão entrar, vou ficar contando a hr de acabar com isso, quero justiça de verdade
 
Antonio Ferreira em 11/04/2013 17:15:55
boa decisão magistrado; campo grande merece muito mais do que isso, eu vou beleza; ótima noticia.
 
francisco fernandes em 11/04/2013 17:12:12
Ebaaaaaaa, a expogrande é uma tradição, ninguém mandou construir residências no entorno do parque de exposições, quem se sentir incomodado com o barulho que se mude do local........ Pibuuuuuuuuuu!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
João marques em 11/04/2013 16:37:14
Fernando Martins, ninguém falou que houve violação de lei, falou que apesar do incomodo os beneficios são proposcionais. O Parque já existe a muito mais tempo ali, então por favor né, vamos ter bom senso. Acho que a decisão tá certa. Já não somos conhecidos, sem incentivos dai que seremos totalmente esquecidos! Parabéns ao Juiz, muito sensato
 
Isadora lima em 11/04/2013 16:31:16
Inacreditável o argumento da sentença....
Então a tal 'Justiça' admite que não houve adaptações e que assim há sim violação da lei mas tudo bem...que haja infração da lei até um dia alguém resolver cumpri-la!!!!
Depois cidadão vai e quebrar tudo e a Justiça vai dizer que ele deveria ter 'procurado a Justiça' ao invés de 'fazer justiça com as próprias mãos'!
Precedente perigosíssimo esse!
 
fernando martins em 11/04/2013 15:57:44
Não disse? É só acabar os shows a meia noite.Só isso! Só não entendi o horario de término desses shows. nos finais de semana; 0h 1? Se for assim seria há 1 minuto da meia noite?Não. 00h 1min...Bom o importante é que a Paula Fernandes vai poder cantar até a meia noite,é só não atrasar o inicio.Eu vou!!!!
 
samuel gomes-campo grande em 11/04/2013 15:57:05
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.