A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

12/05/2014 06:52

Lagoa Itatiaia vira ponto de pescaria e, além de tilápias, lugar rende histórias

Anny Malagolini
Na beira da lagoa, morador tenta pescar (Foto: Marcelo Victor)Na beira da lagoa, morador tenta pescar (Foto: Marcelo Victor)

Na lagoa do Jardim Itatiaia, a caminhada do fim do dia não é a única atividade. Quando a noite chega, também aparecem os pescadores da cidade, que vem de todas as regiões, em busca de tilápia. Vara, cadeira, bolsa térmica, mas ao invés do silêncio necessário para uma boa pescaria, é preciso lidar com o barulho dos carros e dos moradores.

Veja Mais
Coletivo de DJs organiza festas com música para 'dançar mais e reparar menos'
Com poucas opções, veja onde curtir as festas de fim de ano em Campo Grande

O vigilante Gustavo Souza, de 32 anos, que vive na região desde a infância, diz que o hábito já é antigo por ali. “Melhor pescar do que ficar em casa sem fazer nada, ou escutar reclamação da mulher”, brinca.

A fama de que a lagoa é poluída não preocuopa os pescadores. “Se tem peixe, há vida, não tem como ser poluído”, defende Gustavo que tem dois destinos para o pescado. "Além de levar pra casa, a gente também faz doações", garante.

E a coisa tem ficado tão séria, que já surgem as histórias de pescador. Segundo Gustavo, até carpa de 9 quilos já surgiram no local, apesar de a noite da última sexta-feira só render tilápias, que acabaram devolvidas para água por serem muito pequenas.

Ele conta que não sabe como os peixes apareceram, mas a "conversa paralela" é de que biólogos da UFMS fizeram o depósito de várias espécies, como a traíra, por exemplo.

Também morador do bairro, Beto Silva, de 28 anos, pesca todos os dias. Como não há qualquer placa de "proibido pescar", a rotina já dura anos. Dali, ele tira muitas vezes o prato principal nas refeições da família. “A gente consegue encontrar com facilidade tilápia, da pra comer, sem problemas”, conta.

Moradores do bairro Aero Racho, na zona sul da cidade, os amigos Sebastião Germano, de 43 anos, e Wagner de Souza, de 30, ouviram os boatos da pescaria na lagoa e foram ver de perto se era verdade. Acabaram se surpreendendo com as tilápias. “A gente sempre vai para Coxim pescar, mas agora encontrar um lugar perto de casa é perfeito”, comemora Wagner.

Sebastião já sugere o retorno com a família inteira. “É bom isso aqui, dá pra trazer as crianças, fazer algo diferente”, diz.

Tilápia é o peixe mais encontrado na lagoa (Foto: Marcelo Victor)Tilápia é o peixe mais encontrado na lagoa (Foto: Marcelo Victor)
Moradores do Aero Racho foram até a lagoa, no Jardim Itatiaia (Foto: Marcelo Victor)Moradores do Aero Racho foram até a lagoa, no Jardim Itatiaia (Foto: Marcelo Victor)
Gustavo pesca no local desde a infância  (Foto: Marcelo Victor)Gustavo pesca no local desde a infância (Foto: Marcelo Victor)



Um verdadeiro absurdo essas pescarias, a região não tem esgoto, somente fossas. A água dessa lagoa é extremamente poluída, eu não teria coragem de comer um peixe de lá.
Há algum tempo, meu marido colocou uma placa de Proibido Pescar e depois de 2 dias arrancaram.
Fora que esses "pescadores" saem de lá e deixam seus rastros de sujeira (copos, sacos plásticos, garrafas, etc).
A Lagoa é maravilhosa, temos que preservá-la e não tirar seus peixes e deixar seus lixos.
Fora que nos finais de semana é uma verdadeira bagunça, música alta, carros em alta velocidade, bebidas, etc... e p/ variar lixos e mais lixos deixados por quem mora bem longe dalí.
Quem mora perto, não pode aproveitar a beleza e tranquilidade do lugar pois pessoas de outros lugares não estão nem aí p/ Lagoa.
 
Danielle Cinti em 12/05/2014 09:30:05
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.