A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

14/01/2015 06:14

Lienca exclui quesito “conjunto” e cogita trazer jurados de fora para o Carnaval

Elverson Cardozo
Escolas entram na avenida em fevereiro. (Foto: Arquivo)Escolas entram na avenida em fevereiro. (Foto: Arquivo)

A Lienca (Liga das Entidades Carnavalescas) de Campo Grande decidiu excluir o quesito “conjunto” da lista de avaliações do carnaval deste ano. A entidade também cogita trazer jurados de fora, do Rio de Janeiro, de São Paulo e, também, de Corumbá.

Veja Mais
Humberto Gessinger, Ludmilla e Whindersson Nunes chegam no fim de semana
Ex-jogador de futebol abre diversão diferente: o jogo de sinuca com os pés

O presidente da entidade, Eduardo de Souza Neto, justifica a exclusão como uma “tendência” que, segundo ele, “está sendo iniciada no Rio de Janeiro e que vem sendo seguida pela maioria das capitais onde onde se realiza desfiles de escola de samba”.

O objetivo principal, no entanto, é evitar penalizações desnecessárias. “O critério deste quesito é o seguinte: Conjunto, em escola de samba, e o 'todo' do desfile, ou seja, a forma geral e integrada como a escola se apresenta”, explica.

O problema é que essa avaliação, na maioria das vezes, ficava comprometida. Dentre as principais alegações dos representantes das escolas, afirma, está a impossibilidade do jurado ter, da cabine ou torre onde se posiciona, uma visualização geral do desfile.

Corpo de jurados híbrido - A substituição de jurados também segue a linha das “tendências”. Era algo que as escolas já vinha sugerindo, mas não havia sido colocado em prática em função das “limitações financeiras”.

“A vida desses julgadores tem um custo com passagens, hospedagens, alimentação”, argumenta. “Atualmente pagamos uma ajuda de custo no valor de R$ 350,00, mais lanche, para as duas noites, o que não reflete a importância e a responsabilidade do trabalho”, completa.

Mestre-sala e porta-bandeira da Igrejinha em 2014. (Foto: Cleber Gellio/Arquivo)Mestre-sala e porta-bandeira da Igrejinha em 2014. (Foto: Cleber Gellio/Arquivo)

A intenção, em 2016, é reajustar esse valor para R$ 1 mil e estabelecer convênios, com o Estado e Município, para formar um fundo específico que cobrirá essas despesas. A ideia é que a Liga, juntamente com as escolas, faça, no próximo ano, promoções com o mesmo objetivo.

Para este ano, no entanto, nada ainda está acertado. “Em princípio estamos em contado com um coordenador de jurados o Rio e outro de São Paulo. Ambos possuem equipes com pessoas capacitadas para todos os quesitos, que atuam em cidades como São Paulo Capital, Santos, Vitória e Florianópolis. Faremos contato também com a Liga e Fundação de Cultura de Corumbá”, adianta.

Quanto aos nomes daqui, Eduardo diz que vai fazer uma triagem para mesclar antigos e novos, cada um, destaca, “nas suas respectivas áreas de atuação”. A presença dos convidados, que devem formar um corpo híbrido de jurados, é vista por ele como uma forma de trocar experiências, capacitar a reciclar os profissionais daqui.

 Anúncio da escola campeã, em 2014, terminou em confusão. (Foto: Arquivo) Anúncio da escola campeã, em 2014, terminou em confusão. (Foto: Arquivo)

Confusão em 2014 - Vale lembrar que, em 2014, o anúncio da escola campeã, feito na Praça do Rádio Clube, terminou em confusão. A Lienca chegou a anunciar o resultado, mas desistiu da homologação após a Igrejinha contestar as notas por “incoerência” no critério de avaliação de um dos quesitos.

Na ocasião, uma das pessoas que acompanhavam a divulgação das notas chegou a jogar uma mesa para cima. Outra pulou a grade de contenção que separava o público dos dirigentes das agremiações. A cavalaria da PM (Polícia Militar) e Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) precisou intervir.

Por conta disso, e de outras falhas, que prejudicou três escolas, (Unidos do Aero rancho, Deixa Falar e Igrejinha), a Liga decidiu, em reunião com os representantes, que todas as agremiações do Grupo Especial seriam sagradas campeãs. Nenhuma escola foi rebaixada.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.