A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

09/09/2012 12:06

Mesmo com público pequeno, bicudos e curiós fizeram a trilha sonora de hoje

Mariana Lopes
Público pequeno, mas competidores animados (Fotos: Simão Nogueira)Público pequeno, mas competidores animados (Fotos: Simão Nogueira)
No Brasil há 500 mil criadores de pássarosNo Brasil há 500 mil criadores de pássaros

A cantoria de quase 300 pássaros foi a trilha sonora no ginásio Moreninho, que sediou, na manhã de hoje, a segunda etapa nacional do Torneio Curió e Bicudo. Apesar de o público ser pequeno, a animação dos participantes era grande, com competidores que vieram de várias partes do Brasil, como São Paulo, Santa Catarina, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Goiás, além de Mato Grosso do Sul.

Veja Mais
Begèt de Lucena e Mari Depieri são as vozes do Som da Concha de hoje
Festival de Artes começa com público fraco, mas tem vocação para ser resistência

De um lado da quadra, 170 bicudos e 115 curiós entoavam o canto para definir quais os 60 de cada espécie que disputarão a final desta etapa. Segundo o coordenador do evento, Thales Lopes Rezende Junior, o primeiro torneio de canto de pássaros do Brasil foi realizado em 1954, em Barretos, e em Mato Grosso foi em 1974, quando o estado ainda não era dividido.

Embora a competição seja pouco divulgada, segundo o presidente da Cobrap (Confederação Brasileira dos Criadores de Pássaros Nativos), Aloísio Pacini Tostes, no Brasil há 500 mil criadores de pássaros legalizados processo de legalização. “É uma paixão e um empreendimento também”, afirma Aloísio, que também é criador e tem 800 pássaros, entre bicudos, curiós e canários da terra.

De olho nos seus bicudos, o criador Cícero da Luz Rezende, 48 anos, veio de Maringá com dois pássaros, o F1 e o Pinóquio. Ela conta os segredos do treino e a garante que quanto mais cedo começar, melhor o desempenho. “Coloco umas seis gaiolas uma ao lado da outra, com um tampa para eles não se verem, é assim que eles começam a marcar o território”, explica.

No torneio, ganha o pássaro que cantar por mais tempo. Cícero diz que os pássaros dele, os dois bicudos, cantam até 7 minutos seguidos. “A genética conta muito, são pássaros de umas 6 famílias que tem propensão de cantar bem”, afirma o presidente da Cobrap.

Além da competição, o torneio promove encontro de criadores. “É um momento de fazer amizades, trocar informações, experiência e até fechar negócios”, completa Aloísio Pacini Tostes.

A próxima etapa nacional será no final do mês, no Rio de Janeiro.




Que vergonha para nossa linda cidade ter esse tipo de evento, isso é um crime, eles estão realmente chorando, o cartar dos pássaros é muito lindo, mas na natureza, eles precisam ficar soltos, esses homens são uns montros, o acerto com Deus sera longo, se tiver, porque acho que desce direto, liberdade para os pássaros!!!
 
Lenita Santos em 10/09/2012 12:36:12
Por isso é que o público é pequeno. E tende a ficar cada vez menor.!!!!!
 
jose carlos em 10/09/2012 10:46:47
Realmente é lamentável que ainda se permita esse tipo de evento!!! Lamentável ainda é permitir a criação de qualquer espécie de ave em cativeiro. Isso é intoleravel, sendo sim considerado maus tratos aos animais. Coloquem esses criadores em uma gaiola e deem comida e agua para eles por uma semana para ver se eles ainda vao sorrir ou cantar!!! É uma cultura arcaica e absurda.
 
Francisco Lima em 10/09/2012 10:39:34
a policia deveria colocar esses caras dentro de uma gaiola, e soutar os passaros, esses caras são uns verdadeiros monstros, preso ninguem que ficar, nem os passaros, vocês vão prestar conta com DEUS.
 
JOSEMAR ALVES VIEIRA em 10/09/2012 09:08:40
Valter, disseste tudo. O público para um espetáculo como esse deveria ser "zero". É um pena ainda ver que esse tipo de coisa tem audiência.
 
Hugo Arraes em 10/09/2012 08:58:45
Estes pássaros com garantia de seleção genética pré-selecionadas já estão na 8ª, 9ª ou 10ª geração de pássaros destas epécies (Curió e Bicudo) que são criados em cativeiro e portanto não conhecem nada da natureza. Se você solta-los, provavelmente não durarão 2 dias em liberdade. Aconselho aos que criticaram o evento a visitar criadores e ver se eles são mal-tratados ou judiados como falam.
 
Valdin Roper Junior em 10/09/2012 02:13:05
Boa tarde a todos, vocês sabiam que estes pássaros estão quase em extinsão por motivos de desmatamento desenfreado, queimadas, e principalmente o uso de agrotoxicos na plantação dos alimentos que vocês consomem ??? Se não fosse pelos criadores, registrados juntamento ao IBAMA que permite a criação em cativeiro, seus filhos e netos só conheceriam estes nobres pássaros em revistas, livros ou filmes.
 
Valdin Roper Junior em 10/09/2012 02:08:00
ESPETÁCULO DEPRIMENTE! ESTES PÁSSAROS NÃO CANTAM, CHORAM COM SAUDADE DA LIBERDADE.
 
Valter Oliveira em 09/09/2012 05:17:08
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.