A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

09/07/2014 07:32

Mostra de filme francês leva, de graça, 5 longas ao público da Capital

Luciana Brazil

Uma mostra de cinema francês acontece em Campo Grande, entre os dias 14 e 18 de julho, no MIS (Museu de Imagem e do Som), como parte do projeto CineMis. Para celebrar a Revolução Francesa, serão exibidos cinco filmes na projeto intitulado “Mostra Cinema Francês”. A iniciativa é da Fundação de Cultura do Estado e da Aliança Francesa de Campo Grande.

Veja Mais
Ludmilla é uma fofa e mostra o que o funk pode ensinar ao nosso sertanejo
Coletivo de DJs organiza festas com música para 'dançar mais e reparar menos'

 

Uma animação está  na lista das exibições francesas. Uma animação está na lista das exibições francesas.
O filme Depois de Maio também está na mostra. (Foto:Divulgação)O filme "Depois de Maio" também está na mostra. (Foto:Divulgação)

O público terá a oportunidade de assistir filmes premiados como “Amores Imaginários”, do franco-canadense, Xavier Dolan. Segundo o curador do evento, Thiago Andrade, jornalista e professor da Aliança Francesa, o olhar francês sobre os relacionamentos é perspicaz e prefere as nuances do cotidiano aos finais felizes de Hollywood.

“As escolhas de cada diretor apresentam maneiras diferentes pelas quais os relacionamentos humanos se constroem, seja na obsessão de um homem por uma imagem de infância, como na ficção de Chris Marker, "La jetée", seja nos conflitos entre amigos que nasce da paixão de "Amores imaginários", do diretor recém premiado em Cannes”.

Além do longa de Dolan, serão exibidos La jetée, de Chris Marker, A Pequena Loja de Suicídios (Le petit magazin des suicides), de Olivier Assayas, O homem que queria viver sua vida (L’homme qui voulait vivre sa vie), de Eric Lartigau, Depois de maio (Après mai), de Olivier Assayas, e Aos nossos amores (À nos amours), de Maurice Pialat.

Conforme Thiago, em comum, todos os filmes têm protagonistas jovens, que ainda buscam o sentido de suas vidas e, enquanto acertam e erram, descobrem que a vida não é simples e cada escolha oferece inúmeras possibilidades.

“Ainda há espaço para a animação "A pequena loja de suicídios", que com um humor bastante peculiar, se inspira em clássicos recentes como "As bicicletas de Belleville". Maio de 1968 também será revisitado em um filme semi-autobiográfico de Olivier Assayas, que apresenta o que se deu depois das manifestações e protestos juvenis na França”.

Encerrando a mostra, um clássico pouco lembrado, "Aos nossos amores", de Maurice Pialat, confirma o apreço dos franceses pelas polêmicas. “O filme apresenta a jovem Suzanne tendo de lidar com os percalços do amadurecimento, enquanto busca concretizar seus sonhos, ao mesmo tempo em que enfrenta problemas familiares e relacionamentos difíceis”, explica Andrade.

A coordenadora da Aliança Francesa, Márcia Saddi, reforça o convite para a Mostra o Cinema Francês e diz que a mostra traz para o público da capital uma filmografia mais recente.

Para o presidente da Fundação de Cultura, Américo Calheiros, a “Mostra Cinema Francês apresenta um olhar contemporâneo sobre a produção francesa, “atualiza estes laços entre Brasil e França e dá ao público a oportunidade de conhecer produções audiovisuais de grande qualidade, contribuindo para a democratização do acesso à cultura e ao conhecimento".

Informações- As exibições acontecem de 14 a 18 de julho (segunda à sexta-feira), sempre às 19 horas e são gratuitas. O Museu da Imagem e do Som fica no Memorial da Cultura, na Avenida Fernando Correa da Costa, 559, 3º andar. Para maiores informações sobre a programação do museu acesse www.mis.ms.gov.br ou pelo telefone 3316-9178.

-14 de julho (segunda-feira) - “Amores imaginários” (Les amours imaginaires, Dir. Xavier Dolan, 95 min, 2010).

-15 de julho (terça-feira) – “La jetée” (Dir. Chris Marker, Ficção Científica, 28 min, 1962). “A Pequena Loja de Suicídios” (Le petit magazin des suicides, Dir. Olivier Assayas, Animação/Comédia Dramática, 85 min, 2011).

-16 de julho (quarta-feira) – “O homem que queria viver sua vida” (L’homme qui voulait vivre sa vie, Dir. Eric Lartigau, Drama, 114min, 2010).

-17 de julho (quinta-feira) – “Depois de maio” (Après mai, Dir. Olivier Assayas, Drama, 122 min, 2012).

-18 de julho (sexta-feira) – “Aos nossos amores” (À nos amours, Dir. Maurice Pialat, Drama, 95min, 1983).




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.