A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

22/07/2016 10:53

Mulherada pira em post retrô de Almir Sater sem camisa e defende nosso macho man

Ângela Kempfer
Almir bonitão nos tempos da novela Pantanal, de 1990.Almir bonitão nos tempos da novela Pantanal, de 1990.

A página “Galãs Feios” tentou, mas não conseguiu abalar a fama de sex symbol pantaneiro de Almir Sater. Com mais de 117 mil seguidores no Facebook, reproduziu um miniposter da década de 90, aqueles que vinham como encarte da revista Amiga. A foto é do violeiro/ator sem camisa, de peito peludo à mostra e um chapeuzinho surrado na cabeça, o figurino da novela Pantanal.

Veja Mais
Coletivo de DJs organiza festas com música para 'dançar mais e reparar menos'
Com poucas opções, veja onde curtir as festas de fim de ano em Campo Grande

“A gente reclama dos galãs feios atuais, mas olha esse galã retrô: Almir Sater na época da novela Pantanal com a cueca de crochê à mostra e um cinto cartucheira”, postou o administrador da página.

Na hora, surgiu gente para criticar a desinformação do autor. “Não é cueca de crochê, é uma faixa de algodão usada por homens pantaneiros, que tem o intuito de proteger a coluna quando se trabalha no campo”, explicou uma seguidora. “Faixa Paraguaia é uma das suas marcas registradas, em conjunto com a perícia em tocar uma viola!!!!”, emendou outro.

A mulherada não deu trégua e saiu em defesa do maior galã sul-mato-grossense, que não perde a majestade apesar dos 59 anos de vida.

“Isso sim, meninas. Honra masculinidade de verdade, respeito às raízes, nobreza na arte, legítimo pantaneiro e mestre da cultura caipira. Não abafe sua rústica e ainda assim merecida beleza. Adoro ele de paixão! Troco milhões de sertanejos universitários meia boca por meia hora com Almir Sater”, esbravejou uma fã.

Algumas se animaram mesmo com a imagem retrô. “Olhar de machão, tipão suficiente pra deixar qualquer mulher a mil...ai ai ai...”; “Confesso: na época de Pantanal o Almir Sater era meu crush”; Cara de homem... jeito de homem da cabeça aos pés. Não são esses de hoje em dia, a maioria metro sexual e com cara de gazela.”

As mais contidas, elogiaram o efeito “vinho” do macho man pantaneiro. “O cara consegue ficar mais bonito com o passar do tempo, é homem com H maiúsculo, um poeta, canta muito”.

Por fim, tudo indica que Almir ainda está batendo um bolão entre as fãs. “Olha aí o galã feio mais defendido da história dessa página”, resumiu outro seguidor do espaço criado para falar mal de celebridades que viram galãs, mesmo longe dos padrões de beleza masculina.

Curta o Lado B no Facebook.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.