A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

08/09/2016 13:09

Na 12ª edição, baile que começou entre amigos tem de funk a pagode por R$ 15,00

Naiane Mesquita
Baile tem DJ e MCs que animam a festa (Foto: Krew Balalaika)Baile tem DJ e MCs que animam a festa (Foto: Krew Balalaika)

O nome é bem sugestivo: Baile de Favela. Por aí, ao usarem o nome de uma das músicas mais famosas dos rolês nacionais, temos uma boa ideia de que a playlist é bem definida, com batidas do funk carioca, uma pitada de pagode, axé, sertanejo, rap e eletrônico. Tudo é diversificado feito sob medida para agradar a moçada e dar uma força para os amigos, MC Joãozinho e MC Magrin.

Veja Mais
Begèt de Lucena e Mari Depieri são as vozes do Som da Concha de hoje
Festival de Artes começa com público fraco, mas tem vocação para ser resistência

O preço para entrar é R$ 15,00, mais barato que muita balada em Campo Grande e nem chega perto de festas tradicionais da cidade, como a famosa Noite do Branco, onde os ingressos nunca eram menos que R$ 100,00. Com bem pouco, os meninos dos bairros próximos a associação de Moradores do Guaicurus se divertem, com direito a bebidas, de cerveja a vodka. 

A festa é organizada por Jean Carlos Correa de Brito, o Carlão e Richard Marques. Os dois começaram há um ano com o movimento na Associação de Moradores do Guaicurus e hoje a festa já atrai até quem mora longe do bairro.

Os meninos no passinho (Foto: Krew Balalaika)Os meninos no passinho (Foto: Krew Balalaika)

“Tem mais de uma festa por ano, quase todo mês. A gente mora perto da associação e começou como uma festa normal, era aniversário de um dos nossos amigos. Como a gente tem muito amigo decidimos fazer lá na associação, acabou que deu certo e virou algo aberto”, explica Carlão, 17 anos. Ele garante que Richard é maior de idade.

Na programação para agitar a pista estão cotados MC Joãozinho e MC Magrin, que são amigos dos organizadores. A ideia é justamente essa, abrir espaço para quem toca, se diverte e precisa de um local para mostrar o talento. “É para dar uma força para os amigos. Toca muito funk, por isso o nome, Baile de Favela, inspirado na música mesmo”, descreve o promoter. O que surgiu como algo pequeno acabou crescendo de um jeito que eles não esperavam.

“Já fizemos festa com mais de 1,2 mil pessoas. Pior que vem gente de tudo quanto é lugar, do Santo Amaro, Pioneiros, Moreninhas, ali da região do Aeroporto”, descreve.

Jean mora perto da associação de moradores, mas no bairro Universitário. “É fácil o acesso e o espaço é muito grande, bom para fazer festa”, diz. Nas fotos das edições anteriores, o que mais se vê são jovens. O boné é item indispensável para compor o look, assim como a jaqueta e o short curto para as meninas. “Aqui tocamos de tudo, é para a galera se divertir mesmo”, garante Carlão.

A festa será nessa sexta (9), a partir das 23h30, na Associação de Moradores do Guaicurus (Rua elesbão murtinho,645, Bairro Universitário).

Informações sobre o evento na página do Facebook.

Já curtiu o Lado B?




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.