A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

01/11/2016 06:10

Na Nova Campo Grande, carioca abre botequim arrumado, com música ao vivo

O dono se inspirou nos botequins que frequentou no Rio de Janeiro

Thailla Torres
Porção e chopp gelado é a preferência dos clientes. (Foto: Alcides Neto)Porção e chopp gelado é a preferência dos clientes. (Foto: Alcides Neto)

Ao lado das lembranças de um tempo em que vivia com os amigos pelos bares do Rio de Janeiro, o empresário Wilson Gomes, de 40 anos, trouxe um pouco do jeitinho carioca para o bairro Nova Campo Grande. Sozinho, construiu há 9 meses o "Botequim Carioca" que já virou ponto de referência no bairro, ao som de MPB e sertanejo ao vivo.

Veja Mais
Coletivo de DJs organiza festas com música para 'dançar mais e reparar menos'
Com poucas opções, veja onde curtir as festas de fim de ano em Campo Grande

Segundo ele, movimento mesmo é de quinta a sábado, mas antes de bombar em número de clientes, Wilson jura que só quer reunir amigos já desde terça. “Lá no Rio de Janeiro eu gostava muito da noite. É tudo maravilhoso e aqui eu consegui trazer o jeitinho de atender o povo. Tratar todos como amigos, igual nos botequins que eu era acostumado por lá”, conta.

O lugar é simples, mas tem um ar acolhedor, como a vontade do dono de receber público de qualquer estilo.

Botequim reúne amigos para um cerveja gelada, petiscos e uma boa conversa. (Foto: Alcides Neto)Botequim reúne amigos para um cerveja gelada, petiscos e uma boa conversa. (Foto: Alcides Neto)

“É aquele mesmo sentimento que já tive várias vezes, de me sentir a vontade no lugar. No Rio, eu via os donos lá ao vivo, conversando e brincando. Aquele que olha nos olhos sabe, aqui já conheço alguns dos meus clientes pelo nome”, diz.

Wilson é carioca, mas passou uma temporada em Recife para seguir a carreira militar. De lá, voltou casado para o Rio, mas quando se separou decidiu recomeçar a vida em Campo Grande. “Meu pai trabalhava com obras lá no Rio e foi transferido pela empresa. Ele e minha mãe recomeçaram a vida aqui. Daí, quando eu me separei, decidi vir pra cá também”, conta.

Cheio de disposição, o próprio Wilson montou todo o espaço. “Fiz sozinho aos pouquinhos. Não é nada muito luxuoso, mas é o que lembra os botequins”, diz sobre o ambiente que tem uma aparência mais rústica, com mesinhas de madeira e os clássicos quadrinhos de cervejas que o lugar oferece.

Lugar é feito de madeira que deu um tom rústico a fachada. (Foto: Alcides Neto)Lugar é feito de madeira que deu um tom rústico a fachada. (Foto: Alcides Neto)

Para ganhar ainda mais o cliente, além de conversa, o cardápio traz as comidinhas de boteco como porções de peixe frito, camarão e pastelzinho. A porção gigante, de 1,2 kg de batata frita, por R$ 28,00 serve até 4 pessoas. As demais variam de R$ 15,00 a R$ 45,00.

E para agradar o paladar de quem gosta de sushi, no botequim também é servido rodízio toda quinta-feira e domingo. Por R$ 29,90 o simples e R$ 59,90 o completo.

Entre as cervejas, a casa oferece as tradicionais como Antártica, Skol e Brahma a partir de R$ 5,90. Além de Serra Malte, Boemia, Original e Eisenbahn a R$ 9,50.

O Botequim Carioca abre de terça-feira a domingo, das 18h às 03h. Fica na Avenida 09, 285, Bairro Nova Campo Grande.

Curta o Lado B no Facebook.

Longe do Centro, o bar é simples, mas com características rústicas inspirado nos Botequins do RJ. Longe do Centro, o bar é simples, mas com características rústicas inspirado nos Botequins do RJ.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.