A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

07/02/2016 08:10

Nem chuva estraga o Carnaval do Cordão Valu, que bombou no 1º dia

Paula Maciulevicius
No primeiro dia de desfile, nesse sábado (6), mais de 4 mil pessoas se concentraram em frente ao Bar do Zé Carioca. (Foto: Fernando Antunes)No primeiro dia de desfile, nesse sábado (6), mais de 4 mil pessoas se concentraram em frente ao Bar do Zé Carioca. (Foto: Fernando Antunes)

Nem a chuva é capaz de tirar a animação dos foliões que participam do Cordão Valu. No primeiro dia de desfile, nesse sábado (6), mais de 4 mil pessoas se concentraram em frente ao Bar do Zé Carioca, na Rua General Melo, região da Esplanada Ferroviária.

Veja Mais
"Toma aqui uns 50 reais", Naiara Azevedo abre fim de semana eclético
Ludmilla é uma fofa e mostra o que o funk pode ensinar ao nosso sertanejo

Este ano teve trajeto novo, que saiu do bar pela Calógeras, passou pela Orla Ferroviária e seguiu até a Rua Antônio Maria Coelho, virando na 14 de Julho e retornando ao ponto inicial. Segundo o videomonitoramento da Guarda Municipal, as câmeras dos pontos centrais estimaram 30 mil pessoas acompanhando o bloco, fosse atrás do som mesmo, ou pelas janelas dos apartamentos.

A chuva se fez presente no início e também no final, mas o som não parou. Choveu por volta das 16h e depois às 21h e a prova de que folião não está nem aí para a previsão do tempo é de que quem encontrou lugarzinho debaixo de toldo ficou, e quem não, se molhou mesmo.

Grupo ainda aguardava a chega do restante, eram 17 foliões de enfermeiros. (Foto: Fernando Antunes)Grupo ainda aguardava a chega do restante, eram 17 foliões de enfermeiros. (Foto: Fernando Antunes)
Pernambucana, Meire matava as saudades do Carnaval do Recife de frevo. (Foto: Fernando Antunes)Pernambucana, Meire matava as saudades do Carnaval do Recife de frevo. (Foto: Fernando Antunes)

Engenheiro civil, Helton Guimarães, de 30 anos, é um dos "filhos" de Silvana Valu, a criadora do Cordão incentivou o surgimento de vários blocos, entre eles o que Helton instituiu, o Língua Preta. No quarto Carnaval presente e aniversário de 3 anos do bloco, teve até bebida especial "Saliva preta", sendo vendida como gelinho.

"Os blocos vêm ganhando força e crescendo cada vez mais. No Valu são dois dias, mas no restante, todo dia tem programação com os blocos. Este ano a novidade 2016 é a bebida, um composto de cinco, mas são ingredientes secretos. É para beber e sair salivando todo mundo", brinca. 

As fantasias deram um show à parte no primeiro dia. Teve japonês da Federal e até personagem homenageando o mestre da fotografia Roberto Higa. E quando o desfile passou pelo Colégio Dom Bosco, na 14 de Julho, parecia até fantasia, mas era padre de verdade, que saiu à escada para abençoar os foliões. Padre Wagner Luís Galvão, diretor do Dom Bosco, deu bençãos aos foliões que foram até os degraus pedir. Teve muito selfie, inclusive de noivas. 

Também teve grupo de 17 pessoas vestidas de enfermeiros. "A gente veio para homenagear os enfermeiros. Eu mesmo sou micro-empresário", explica Anderson Garrido, de 30 anos.

Isac Zampieri na personagem Zazatirica, a rica, onça da cabeça aos pés. Isac Zampieri na personagem "Zazatirica, a rica", onça da cabeça aos pés.
Padre Wagner, diretor do Dom Bosco, saiu à porta para abençoar foliões. Padre Wagner, diretor do Dom Bosco, saiu à porta para abençoar foliões.

O gosto pelo Valu ele descreve como sendo a oportunidade de encontrar várias pessoas. "Tem todo mundo, desde criança até adulto. É a oportunidade de se juntar e aqui não tem briga", completa.

O Valu também serviu para matar as saudades do Recife. Vestida de dançarina e interpretando o Frevo, a enfermeira Meire Alves, de 41 anos. "Carnaval é maravilhoso. Nessa madrugada saiu o meu bloco, lá de Recife. Tem cinco anos que estou aqui e todo ano venho para a rua", conta. E dá-lhe frevo!

Xará da enfermeira, Meire Barbosa, de 45 anos, é frequentadora assídua do Valu há pelo menos quatro. "É desse Carnaval que Campo Grande precisa, totalmente saudável. Com marchinhas como era antigamente. Acho muito válido", comemora a psicopedagoga.

Figura dos Carnavais, o ator, diretor de teatro e professor de Geografia, Isac Zampieri estava a postos, de onça da cabeça aos pés. A personagem criada por ele é a "Zazatirica, a rica", brinca, que atraiu foliões para fotos.

O Cordão Valu tem edição também na terça-feira. A concentração é no mesmo local, no Bar do Zé Carioca, na Rua General Melo, a partir das 14h.

Cordão Valu tem edição também na terça-feira começando às 14h.Cordão Valu tem edição também na terça-feira começando às 14h.



Cordão Valu, o melhor carnaval de rua do MS
 
wild em 07/02/2016 18:50:54
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.