A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

23/02/2014 11:47

Obrigados a adiar gravação do 3º DVD, Munhoz e Mariano choram no palco

Ângela Kempfer
Dupla completamente molhada anuncia adiamento do show em Presidente Prudente. (Foto: Divulgação)Dupla completamente molhada anuncia adiamento do show em Presidente Prudente. (Foto: Divulgação)

A dupla sul-mato-grossense Munhoz e Mariano não anda com sorte no quesito gravação de DVD. Depois de um fã ter morrido no ano passado em Campo Grande, ontem os sertanejos tiveram de adiar a gravação do 3º trabalho por conta de um temporal em Presidente Prudente (SP).

Veja Mais
Festival das Artes é novo espaço da cultura e começa com mais de 10 shows
Humberto Gessinger, Ludmilla e Whindersson Nunes chegam no fim de semana

Chorando muito, os dois anunciaram a decisão aos fãs depois da meia-noite, no estádio Prudentão, sob a justificativa de falta de segurança imposta pela chuva. A expectativa era de público de 45 mil pessoas, frustrada por conta do temporal.

Emocionado, Munhoz mal conseguiu falar “boa noite” e coube a Mariano, também aos prantos, comentar o adiamento. “Vocês não fazem ideia do que é isso aqui para a gente. Infelizmente, a gente vai ter que adiar a gravação. É a vontade de Deus. É por motivo de segurança de todos aqui. Vão ter que desligar geradores, porque já está empossando”, explicou.

Seria a maior estrutura já apresentada pela dupla, com padrão de artistas internacionais, envolvendo mais de 600 profissionais, cenário em LED 3D , 650 aparelhos só de iluminação e 2 mil disparos de fogos sincronizados.

Para mostrar respeito a quem foi até o local, os dois ainda cantaram um trecho de "Balada Louca", sucesso do último CD e depois se despediram. Em seguida, no Facebook, Munhoz postou: "Para cada coisa ruim que acontece na nossa vida, Deus colocará coisas boas em dobro para nos confortar”.

Para lotar o estádio, a estratégia foi liberar a entrada na pista em troca de um quilo de alimento não-perecível. Para a área VIP os ingressos custavam R$ 50,00, dinheiro que será devolvido. Para compensar quem fez a doação, o acesso à pista deve ser gratuito na próxima gravação, que ainda não tem data marcada.

Entre os convidados da noite estavam Luan Santana e Thiaguinho.

Seria o primeiro DVD da dupla gravado fora do Estado. Depois do Parque das Nações Indígenas em 2012, em maio de 2013, eles tiveram de entrar na Justiça para garantir o show no Jóquei Clube de Campo Grande, ameaçado pela Lei do Silêncio. Infelizmente, depois da batalha judicial, Munhoz e Mariano ainda tiveram de enfrentar a morte de um fã, 3 seguranças foram indiciados, suspeitos de espancarem soldado do Exército, Edenilson da Silva Barros, de 19 anos.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.