A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

27/04/2012 21:13

Para a Festa da Linguiça acontecer, funcionários correm na linha de produção

Elverson Cardozo
Cerca de 20 funcionários da casa de carne trabalham na linha de produção. (Foto: João Garrigó)Cerca de 20 funcionários da casa de carne trabalham na linha de produção. (Foto: João Garrigó)

Quem vê de fora não imagina o trabalho que dá para a Festa da Linguiça – tradicional em Maracaju - acontecer. Há 10 dias, funcionários da Novilha de Ouro - casa de carne responsável pela vedete do evento - trabalham das 5h às 0h, todos os dias. A pausa é só para almoçar.

Veja Mais
Festival das Artes é novo espaço da cultura e começa com mais de 10 shows
Humberto Gessinger, Ludmilla e Whindersson Nunes chegam no fim de semana

Na linha de produção, cerca de 20 profissionais, alguns remanejados da própria empresa, outros temporários. Apesar do cansaço evidente, eles parecem não se importar.

O orgulho de ser um dos responsáveis pelo sucesso da festa que movimenta a economia do município é bem maior. Balconista, Paulo Roberto, de 21 anos, é um dos que subiu para colocar a “mão na massa”.

Diz que o trabalho é recompensador. A festa, relata, traz gente de todo o Brasil. Funcionário do setor de manutenção há 4 anos, Thiago de Assis Ferreira, de 29 anos, também foi remanejado.

Funcionários se dedicam à festa da linguiça das 5h às 0h, todos os dias. (Foto: João Garrigó)Funcionários se dedicam à festa da linguiça das 5h às 0h, todos os dias. (Foto: João Garrigó)

Hoje, na linha de produção, ele era o responsável por colocar a carne na tripa. Uma amiga era responsável pelos gomos. A outra, se dedicava apenas a colocar a linguiça no pacote.

Em questão de minutos, várias unidades, cada uma com quase dois quilos, são depositadas na mesa. Dali, vão para a câmara fria, onde são mantidas a uma temperatura de aproximadamente 10 graus negativos.

Para Thiago, que nasceu e foi criado em Maracaju, ser um dos responsáveis pela produção de 25 toneladas de linguiça destinada à festa tradicional na cidade, é gratificante. “Cansa, mas compensa”, resume o jovem.

Na casa de carne que produz a lingüiça mais conhecida de Mato Grosso do Sul, tudo é dividido. Tem quem corte a carne, separe a gordura, triture, etc. A degustação, para controle de qualidade, é direito, quase um dever de todos.

Um momento em que o trabalhador para e, literalmente, sente o gosto do próprio trabalho.




Ops, antes que critiquem... para conhecer a industria precisam se paramentar com roupas e etc... Os baldinhos não são lixeiras cara Maria da Silva ... são para armazenar subprodutos da fabricação e luvas, não se usa. A higienização das mãos é feitas num intervalo de tempo cronometrado.. com lavagem e desinfecção... é muito organizado e limpo...
 
Analice Cardoso em 14/05/2012 07:19:03
Affff.. Meu Deus.. quanto julgamento sem conhecimento... Estive em Maracaju na festa e procurei saber de onde vinha a tal linguiça.. A casa de carnes que produz é o açougue mais bonito que ja conheci.. A parte de industrialização da linguiça é uma "INDUSTRIA" de verdade e o fiscal da Vigilancia estava lá o tempo todo... Todos estão convidados a conhecer.. o pessoal é muito caprichoso..
 
Analice Cardoso em 14/05/2012 07:09:48
Nunca vi nenhuma notícia de alguém que passou mal por comer a linguiça durante a festa. Vou todo o ano e recomendo para todo mundo. E convenhamos que esse "Aff" ai que o colega escreveu pegou mal em! Hasuhashuashuhasha!
 
André Serra em 30/04/2012 09:33:01
Eu fui em Maracaju,a festa estava ótima,unica coisa que atrapalhou um pouco foi a chuva.
 
KEILA ESPINDOLA em 30/04/2012 08:32:24
Infelizmente há pessoas p/ todos os tipos mesmo, se não tem luva, ou estão com acessórios o que importa, é uma casa de carne muito conhecida e respeitada por isso eles tem sim a vigilância sanitária sempre por perto.
Todo ano vou até a cidade prestigiar e Graças a Deus nunca aconteceu nada de errado a respeito, então pessoal quando não se tem o que comentar, é melhor deixar em branco.
 
ROSI NUNES em 29/04/2012 11:17:40
Digamos que...cada um tenha um pouco de razão...ok, críticas constroem , por isso se chama assim ,ano que vem tá todo mundo de máscara, luvas e balão de oxigênio se necessário. Até lá, recomendo então salsicha...espetinho e cachorro quente da esquina. MAS DUVIDO QUE ALGUÉM VAI DEIXAR DE COMER POR CAUSA DISSO, O PRODUTO FINAL É BOM DEMAIS..
 
Rodolfo deToledo em 29/04/2012 09:49:24
Para defender, ideais até os porcos gritam no chiqueiro.
 
Ezio Jose em 29/04/2012 08:42:40
Meu Deus ! Fazia tempo que não lia tanta besteira nos comentários !
 
Guilherme Fonseca em 29/04/2012 06:41:53
A festa é ótima e passam por lá um número muito grande de pessoas. Faltou a Vigilancia Sanitária fiscalizar a aplicação das Boas Práticas de Fabricação (BPF) normas que abrangem um conjunto de medidas que devem ser adotadas quando se manipula alimentos a fim de garantir a qualidade sanitária. Não foram adotadas medidas sanitárias - falta luva e máscara, panos e duas lixeiras encostadas no alimento
 
Maria da Silva Santana em 29/04/2012 06:15:34
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK,Geraldo vc tem razao.
 
leonardo dorneles em 29/04/2012 05:54:10
Sr Sávio, essas implicancias são na verdade normas de higiene.A produção de alimentos deve ser realizada observando determinadas normas e essa é uma delas, ou seja, os funcionários não podem usar no momento da manipulação brincos, aneis, pulseiras, etc.Concordo que é uma delícia e eu tb aprovo o sabor, mas, pela grandeza da festa, melhor produzir dentro das normas. O ambiente pelo menos está limpo
 
Ian Kiyosaki em 29/04/2012 04:31:50
Esse Aff do cleb ....sei não....acho é que nunca viu tanta linguiça junto e se assustou , caiu o filtro que fica entre o cérebro e os dedos.
 
geraldo cançado em 29/04/2012 04:13:33
AFF SÓ POR DEUS SERÁ QUE ESSES FUNCIONÁRIOS TEM CURSO DE MANIPULAÇÃO E HIGIÊNE DE ALIMENTOS ?
CHEGA A SER UMA FALTA DE RESPEITO COM OS APRECIADORES DA FESTA IMAGINA UMA UNHA COMPRIDA CHEIA DE SEI LÁ OQUE AI O CIDADÃO VAI LA E FICA MANIPULANDO A LINGUIÇA, AI ALGUEM SEM QUERER ESPIRRA AI PRA ONDE VAI? .
ISSO NÃO SER FECHADO EM UM MUNDINHO É QUESTÃO DE HIGIÊNE
 
kleberson souza em 29/04/2012 03:09:41
Maria do Rosario rezo muitos rosarios por voce, que emplicancia com o brinco do rapaz! Nao eh anti-higienico. Saia de onde vc esta e viva o mundo. O seu cubiculo eh muito pequeno, pequenenissimo eu diria. Fernando Albino e Maria do Rosario saia da casa de mamae e viaje o mundo! Linguinca de Maracaju aprovo e eh uma delicia!
 
savio bellinati em 28/04/2012 09:44:31
É triste ver que pessoas só sabem ver o lado negativo das coisas... A festa e a linguiça de Maracaju são famosas... Acredito que as pessoas que estão ali produzindo a linguiça, por mais que não estejam dentro das "normas de higiene" questionadas por alguns, provavelmente não estão sujos nem contaminados, até porque a empresa produtora não permitiria que isso acontecesse. Vamos ser menos críticos.
 
Icaro Senior em 28/04/2012 09:21:14
Cadê a máscara? Cadê a luva? Um pocuo de higiene vai bem. eu até gostava, mas depois de ver essas imagens, eu não como mais.
 
Fernando Albino em 28/04/2012 07:45:09
Vcs viram q tem um cidadão c brinco ou sei lá o q na orelha? É proibido e anti higienico esta atitude!!
 
Maria do Rosario em 28/04/2012 03:24:12
É uma festa maravilhosa e convido todos para que venham a bela cidade de Maracaju.
 
pedro marcos em 27/04/2012 10:31:21
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.