A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

02/02/2014 07:45

Para quem quer botar o bloco na rua, tem opção de quinta até a terça de Carnaval

Paula Maciulevicius
Na rua General Mello, sábado foi de pré-Carnaval do Cordão Valu. Na rua General Mello, sábado foi de pré-Carnaval do Cordão Valu.

“Eu quero é botar meu bloco na rua. Brincar, botar pra gemer”. E é no batuque e na cantoria que os blocos de rua dão seus gritos de Carnaval 2014. Os pré-carnavais já começaram para eles também que anunciam a agenda para o feriado. Anote aí, tem bloco de quinta, dia 27, até o encerramento, na terça, dia 4.

Veja Mais
"Toma aqui uns 50 reais", Naiara Azevedo abre fim de semana eclético
Ludmilla é uma fofa e mostra o que o funk pode ensinar ao nosso sertanejo

No pré-Carnaval do Cordão Valu dá para ver que a cultura do Carnaval na cidade vem aos poucos conquistando novos adeptos por meio dos blocos de rua. O público é diferenciado, dos que preferem samba e marchinhas ao axé e seguindo pela Vila dos Ferroviários, atrás do bloco, sob os sorrisos de recepção dos vizinhos que dão o refrescante banho de mangueira dos carnavalescos. E tem de tudo quanto é gente. Família, amigos, casais, num só espaço mostrando que o Carnaval em Campo Grande pode ser memorável.

Desde que se mudou para a Capital, o jovem Marco Antônio de Souza Filho, de 20 anos, deixou de passar a folia em Bonito, cidade de origem. “Lá é farofão e assim, aqui está mais cultural o Carnaval, de rua, de marchinha”, comenta o estudante.

Estudante deixa Carnaval de Bonito para a folia de Campo Grande. (Fotos: Simão Nogueira)Estudante deixa Carnaval de Bonito para a folia de Campo Grande. (Fotos: Simão Nogueira)

A diferença também está no estilo de música, lá impera o axé. “Lá eu não tinha contato com esse tipo de festa, mais de cultura, de história, lembra o Carnaval como era antigamente”, classifica. Marco, assim como grande parte de quem estava ali, na rua General Mello, foi ano passado e este ano volta para o Cordão.

O publicitário Éd Vieira, de 27 anos, já faz o esquenta para o Carnaval deste ano, que será com os blocos de rua. “O Carnaval geralmente tem axé, pagode e aqui é Carnaval de verdade”, comenta. O jovem foi ao Valu ano passado para conhecer e agora é um dos que vai trazer mais gente para a folia nas ruas.

“Quem já foi para o Rio de Janeiro sabe que o que toca é isso e nos barzinhos do Zé, de não sei quem, lá é assim”, completa. Na avaliação dele, a folia está tendo uma maior aceitação até mesmo por conta do efeito viral que vem acontecendo. "É no boca a boca, eu mesmo não conhecia, gostei e vejo que as pessoas também estão vindo conhecer.''

Diretor do Maracangalha, Teatro Imaginário, que também tem bloco saindo do Vai ou Racha, Fernando Cruz acredita que de uns anos para cá, o Carnaval está mudando com blocos indo para a rua. “Interessante porque são blocos independentes, não são financiados, as pessoas que se juntam, organizam. Campo Grande gosta assim, da folia na sua fonte, maravilhosidade e espontaneidade. Sem organização, sem regras, esse é o Carnaval em sua essência”, analisa.

Maracangalha faz o convite, o grupo de teatro dirigido por Fernando Cruz, abre os trabalhos dia 27.Maracangalha faz o convite, o grupo de teatro dirigido por Fernando Cruz, abre os trabalhos dia 27.

O bloco do Maracangalha é o que abre os trabalhos de Carnaval, na quinta-feira, dia 27 de fevereiro, a partir das 18h, com cortejo às 20. A concentração é no bar Vai ou Racha, na 14 de Julho, no bairro São Francisco.

Neste ano, o bloco sai com o tema “Evoé Baco”, como devoção a Baco, pai do Carnaval e do Teatro. “Com fantasia, sem fantasia, é chegar e participar”, convida Fernando.

Agenda – E também tem novidade nos blocos em 2014. “Imprensa que eu gosto” deve cair na folia um final de semana antes do Carnaval, dia 22 de fevereiro, saindo do Palhoça’s Bar, na rua Severino Ramos de Queiroz. O bloco do “Bloquinho” que reúne os profissionais da Comunicação foi lançado neste sábado numa tentativa de resgatar a união que já existiu, inclusive com direito a desfile nas ruas com os saudosos “Filhos da pauta” e “Depravadas”.

Na sexta, dia 28, tem o Bloco Sujo do Rocker’s Bar, na avenida Manoel da Costa Lima. No sábado, é dia do Cordão Valu pela Vila dos Ferroviários. Domingo, da Associação de Blocos, também na Esplanada Ferroviária. Já na segunda, dia 3, as Capivaras Blasé saem para a rua conduzidas pelo Mercado Cênico e a despedida do Carnaval é na terça, dia 4, com o Cordão Valu.

Concentração do Cordão Valu acontece no Bar do Zé Carioca.Concentração do Cordão Valu acontece no Bar do Zé Carioca.



E o bloco do Fubá hein!!!! Cadê Bernal????
 
Klebber Silva em 03/02/2014 10:45:26
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.