A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

28/02/2014 22:15

Primeira noite atrai poucos foliões, mas alegria não faltou nas ruas da Capital

Alan Diógenes e Anny Malagolini
Bloco do Rockers atraiu jovens para a Orla Ferroviária. (Foto: Cleber Gellio) Bloco do Rockers atraiu jovens para a Orla Ferroviária. (Foto: Cleber Gellio)

A primeira noite de Carnaval em Campo Grande começou com um pequeno número de foliões, mas com muita animação nas ruas da Capital. O antigo e famoso bloco do Fubá, que agora é bloco do Pequi, reuniu servidores públicos que se concentraram no Armazém Cultural, e seguiram pelas ruas do centro da cidade, acompanhados de um trio elétrico que tocava marchinhas de Carnaval, até a Praça do Rádio Clube, onde prestigiaram um show com músicas de Carnaval.

Veja Mais
Automedicação é um risco, mas o folião pode ter um kit para a folia
Mais de 100 mil pessoas devem assistir aos desfiles do carnaval em SP

A funcionária pública Lucimeire Santana, 41 anos, que há cinco anos participa do bloco, acredita que a falta de participantes foi consequência da pouca divulgação do evento. Ela estava acompanhada da colega Maria Luica, 55 anos, que não importou muito para a quantidade de pessoas. “Não importa a quantidade das pessoas, para você ver estou mais animada do que o ano passado”, enfatizou.

Leslie Lidiane, 28 anos, que participa pela quarta vez do bloco, aprovou o novo nome. “Acredito que o importante é manter a tradição da festa independente da troca de nome. Este ano não atingimos a mesma proporção que o ano passado, mas apesar disso, o público ainda está bem animado”, destacou.

O servidor público, Rubílio de Castro, 44 anos, que desde 2008 participa do bloco, afirmou que nos anos anteriores foi disponibilizado pela organização do evento, um abada que vinha com o uniforme do bloco, o que ajudava na identificação. “Antes tudo era mais organizado. Eles ligavam para casa setor público e perguntavam se queríamos participar. Se a resposta fosse sim, dávamos o número da camiseta para sair na rua”, desabafou.

Outro bloco que embalou a primeira noite de Carnaval na Capital, foi o do bar Rockers, que pelo terceiro ano consecutivo realiza o evento. O ponto de aglomeração escolhido pelos organizadores foi a Esplanada da Ferroviária. Os foliões homens se vestiram de mulher e brincaram com os motoristas que passavam pela rua Calógeras. O nome da brincadeira, “Limpeza de Farol Sensual”, já diz tudo, os meninos que viraram “meninas” limpavam os carros para ganhar alguns trocados e comprarem bebidas. A música alta de um carro de som embalava os foliões que não paravam de dançar. As pessoas estacionaram os veículos e ficavam sentadas no porta-malas apreciando a festa.

O criador do bloco e proprietário do bar, Diego Manciba, morava em Corumbá, a 419 km de Campo Grande, e há 15 anos está na Capital. Muito ligado ao Carnaval, ele ajudava por aqui a organizar um bloco de Corumbá. Foi aí que ele teve uma “sacada”, percebeu que poderia trazer a alegria do Carnaval corumbaense para os campo-grandenses. “Montei o bloco com uma expectativa maior de público, mas o atraente do Carnaval não é quantidade e sim brincadeira que proporcionamos”, salientou.

O analista de sistemas, Charles Michel, 33 anos, que passava pela Calógeras, ficou curioso e teve que parar para prestigiar a alegria do bloco. “Achei muito engraçado os meninos brincando de ser mulher. Dá próxima vez quero trazer minha esposa para assistir.

A zootecnista, Marlova Mioto, 27 anos, emprestou a caminhonete para as amigas levarem o isopor de bebidas na carroceria. Não adiantando, elas acabaram levando um freezer. Juntas dividiram a conta do gelo e das bebidas e fizeram a alegria na primeira noite de Carnaval.

Meninos do bloco do Rockers se viraram meninas na 1º noite de Carnaval da Capital. (Foto: Cleber Gellio)Meninos do bloco do Rockers se viraram meninas na 1º noite de Carnaval da Capital. (Foto: Cleber Gellio)
Participantes assíduas do Bloco do Pequi dançavam marchinhas na praça do Rádio Clube. (Foto: Cleber Gellio)Participantes assíduas do Bloco do Pequi dançavam marchinhas na praça do Rádio Clube. (Foto: Cleber Gellio)
Mais de 100 mil pessoas devem assistir aos desfiles do carnaval em SP
Um público estimado em 110 mil pessoas deve comparecer ao sambódromo do Anhembi, na zona norte da cidade de São Paulo, para assistir às apresentações...
Santuário da Capital realiza “Carnaval com Cristo” no feriadão
Os devotos que frequentam o Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em Campo Grande farão uma proposta diferente para o carnaval. O grupo irá rea...
MPE pede controle rigoroso em entrada de crianças em Carnaval de Chapadão
Com a intenção de evitar a entrada de crianças e adolescentes, desacompanhados dos pais, em festas de Carnaval em Chapadão do Sul – a 321 quilômetros...



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.