A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Janeiro de 2017

30/03/2015 17:15

Promotor instaura procedimento para impedir show de funkeiro na Capital

Michel Faustino
Repertório de funkeiro é considerado altamente erótico e faz apologia ao sexo. (Foto: Reprodução/Internet)Repertório de funkeiro é considerado altamente erótico e faz apologia ao sexo. (Foto: Reprodução/Internet)

O Promotor de Justiça Sérgio Fernando Harfouche, da 27ª Promotoria de Justiça de Campo Grande, abriu um procedimento disciplinar para impedir a realização do show do funkeiro MC Pedrinho, marcado para acontecer no dia 03 de abril, no Empório Santo Antônio, em Campo Grande.

Segundo a assessoria de comunicação do MPE (Ministério Público Estadual) a decisão é decorrente de uma determinação da Procuradoria de Justiça de São Paulo, Estado em que o funkeiro reside, que acatou decisão semelhante do MPE de Fortaleza que proibiu apresentação do cantor de 12 anos de idade, em janeiro deste ano, sob a alegação de que o conteúdo de suas músicas seria impróprio.

Na época, o promotor de Justiça do Estado do Ceará, Luciano Tonet, argumentou que o adolescente, que tem entre suas músicas "Planeta da Putaria", "Vem Piriquita" e "Novinha Sapeca. Tá Doendo?", se apresenta com repertório musical dotado de "nítida conotação sexual, alto teor de erotismo, pornografia, baixo calão e todo tipo de vulgaridade, incompatíveis com a condição peculiar de pessoa em desenvolvimento".

Segundo o MPE-MS, Harfouche encontra-se em férias, e deve retornar ao Estado no dia 01 abril, a partir de então, os responsáveis pela apresentação na Capital serão notificados da decisão. No caso de Fortazela, a pena pela desobediência da decisão foi estipulada em multa de R$ 1 milhão.




Um esclarecimento sobre o início do terceiro parágrafo: Fortaleza é uma cidade, capital do estado do Ceará.
 
Magecar em 30/03/2015 18:12:57
imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.