A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

05/03/2012 17:04

Sem decisão favorável até 5ª feira, Expogrande será cancelada

Aline dos Santos

Acrissul atua em duas frentes para liberar shows

No ano passado, feira foi realizada após acordo com o MPE. (Foto: João Garrigó)No ano passado, feira foi realizada após acordo com o MPE. (Foto: João Garrigó)

A próxima quinta-feira será decisiva para a Expogrande 2012. De acordo com o presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Francisco Maia, sem uma decisão favorável, será convocado uma entrevista coletiva para anunciar o cancelamento da feira.

Até lá, a Acrissul atua em duas frentes. Na Justiça, a associação vai recorrer da decisão do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), que no último dia 28 de fevereiro, derrubou a liminar que liberava os shows.

A decisão foi do desembargador Sidnei Soncine Pimentel. Para o magistrado, a realização das apresentações vai contra ao TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) com o MPE (Ministério Público Estadual), que permitia shows somente no ano passado.

Em outra trincheira, a Acrissul protocolou na prefeitura de Campo Grande o projeto sonoro para a realização dos shows. Conforme Maia, o projeto segue o mesmo padrão que permite realizar show no Jockey Club. Se obtiver a licença ambiental, a direção atende à exigência do Ministério Público.

Cancelamento – De acordo com Francisco Maia, a decisão de estabelecer a quinta-feira como data-limite atende solicitação da Associação das Raças. Depois desta data, não há tempo hábil para realizar os julgamentos e leilões de animais. A parte musical também foi afetada, porque não há como confirmar o dia dos shows com os artistas. A 74ª Expogrande está prevista para acontecer de 12 a 22 de abril.

A feira só não foi realizada em 1943, durante a Segunda Guerra Mundial. O MPE exige itens como barramento acústico, ligações de esgoto, banheiros modernos, e tratamento de dejetos em separado (da exposição de animais).

A prefeitura já concedeu licença ambiental para a parte agropecuária da feira, que movimentou R$ 155 milhões na última edição. Com a Lei do Silêncio, aprovada no ano passado, foi proibida a realização de shows no Parque de Exposições Laucídio Coelho.

Em 2011, o acordo com o MPE definiu critérios para a realização dos shows, como o horário de término às 23h.




Nossa isso é um absurdo se cancelar a EXPOGRANDE! A que ponto Campo Grande está chegando em!!! Nessa baita cidade já não tem o que se fazer agora cancela um dos maiores eventos da cidade por causa de algumas pessoas, isso é um absurdo. E Campo Grande véio por isso que não vai pra frente em termos de Turismo aqui nada pode! Bem feito!!
 
Thábata Braga em 06/03/2012 11:13:34
A EXPOGRANDE É UMA QUESTÃO DE EXPOSIÇÃO DE SOMENTE SHOUS ARTÍSTICOS, DEVE-SE PENSAR QUE PRODUTORES TODA VIDA TEVE DUAS CLASSES, DEFENDO A CLASSE DO PRESTÍGIO DA EXPOSIÇÃO DOS PRUDUTOS DO MS, QUE O SALDO FINANCEIRO FICA EM NOSSO ESTADO, SHOUS ARTÍSTICOS LEVAM NOSSO DINHEIRO PARA FORA DO ESTADO, DEVE-SE FAZER A EXPOSIÇÃO INDEPENDENTE DE TUDO, PARA MANTER A TRADIÇÃO E ALEGRIA DO NOSSO POVO.
 
PEDRO BRAGA em 06/03/2012 09:15:41
Com certeza o parque deve mudar para uma região mais apropriada, a cidade cresceu, e o parque de exposições ja esta atrapalhando o progresso da região, bem como a paz dos moradores e ja faz tempo. Foi dado a Acrissul toda oportunidade para a adequação ambiental que por incompetência ou outros interesses não sanou as irregularidades. Arrivederci e ja vai tarde......
 
pereira junior em 06/03/2012 09:06:54
Os shows em qualquer exposição agropecuária é um assessório, pois o principal nesse tipo de evento é divulgar o avanço do setor do agronegócio, ou será que entendi errado. A incompetência dos administradores quer responsabilizar o MPE e até empreendimentos. Realizem a EXPOGRANDE, mostrem que é mesmo uma feira de negócios e não meio de vida para apenas alguns ganharem dinheiro.
 
eduardo de paula em 06/03/2012 07:58:40
A lei é para todos, se ela existe precisa ser obedecida, nosso estado precisa crescer aqui não exite so o agronegócio e sim varios ramos de atividades, com privilégios para todos.Dizer que é uma tradilçao é argumento fraco, feira é uma coisa show é outra, a população precisa escolher, o que vejo em todos estes anos é uma desordem plena em vada show, falta de higiene entre outras coisas.Obrigado
 
moises de andrade em 06/03/2012 07:28:05
Não entendo como as autoridades permitem shows dentro da reserva do parque das Nações, lá sim deveria ser proibido. Quem passou lá dentro do Parque e nos Altos da Afonso Pena, teve a oportunidade de ver a nojeira deixada pelas 30 mil pessoas que foram assistir os inúteis do Restert. Pobres animais, já assistiram de tudo, até o show da maconheira Rita Lee! E lá, quando vão proibir?
 
Sidnei Garcia em 06/03/2012 06:00:29
Salvador, RJ, Olinda e SP tem carnaval! Barretos e Jaguariúna tem rodeio! E outras cidades tem suas tradições com duração as vezes superior à dez dias! E C.G que já não tinha nada, agora tem menos ainda! Feira agrop. p/ os mais abastados e p/ os menos favorecidos era a única maneira de ver seus ídolos a preços módicos! "Há muito mais nas mãos de poucos do que nossa vã filosofia" esse é meu Brasil!
 
Márcia Pichineli em 05/03/2012 10:59:26
Cancelaa, cancelaa, cancelaa...
 
Gerson Dias em 05/03/2012 10:48:26
NAO É SÓ BARULHO DO SHOW. É PÓS SHOW, QUE A BADERNA SE INICIA. NAS RUAS, OS BADERNEIROS FAZEM A FESTA E A POLICIA NAO DÁ CONTA. QUEM PAGA CARO SAO OS VIZINHOS, QUE PRECISAM ACEITAR QUE MESMO PAGANDO CARO PELO IPTU, NADA PODEM CONTRA A POLITICAGEM E INTERESSES FINANCEIROS DO SHOW. A PREFEITURA QUE TEM MAIOR INTERESSE, QUE PROVIDENCIE UM LOCAL ADEQUADO, LONGE DOS BAIRROS. TIPO ACQM.
 
LUCIANO MARQUES em 05/03/2012 09:49:11
Sem show e sem expogrande esse ano???? Uma tradição da cidade que vai se acabando.... Como tudo que começa tem um fim. Muito triste... será que se este condominio não estivesse sendo construido ali teriam probido os shows??? tem muita coisa rolando por tras...
 
mario silva em 05/03/2012 08:43:29
afinal de contas a exposição é agropecuria ou festival de musica, que se realize a exposição sem os shows, o maior interessado na exposição são os pecurista que querem mostra seus produtos, ou tem mais alguma coisa por tras para se fazer tanta questa, dos shows.
 
valdomiro junior em 05/03/2012 08:20:59
E lamentável .pura política,cuidado que candidatos que nao tem culpa pode pagar o pato.
 
João marcos em 05/03/2012 08:20:38
Este Chico Maia é bricadeira mesmo....primeiro ele fala que o show não tem tanta importância para feira....depois fala que sem show da prejuizo....
Sei não....o lucro do show vai para o bolso de quem????? as vendas de bois vacas, garrotes...não da lucro....as vendas de máquinas e implementos não da lucro????
as barracas não ganham se não tiver show.....o dermonde não ganha se não vende badulaque
 
GILMAR CANDIDO em 05/03/2012 07:51:19
Continuo não entendendo o pq uma exposiçao AGROPECUÁRIA não pode acontecer sem shows, que eu saiba a razão de ser da Expogrande são os negócios e novidades do setor agropecuário e agroindustrial.To achando que tem gente mais interessada em ganhar $ com shows do que fomentar os negócios dos associados da ACRISSUL.Se deixarem fazer os shows no parque vao ter q liberar no Albano Franco tb né.
 
José Augusto Nobrega em 05/03/2012 07:44:29
essa mesma lei que proibe a realizaçao da exposição poderia ser usada eficazmente na proibição daquela baderna que diariamente ocorre de frente ao aeroporto internacional de campo grande, se e que a lei serve para todos....
 
jonas silva em 05/03/2012 07:18:56
A ACRISSUL não cumpre nem TAC, e depois quer conseguir as coisas no grito, na base da ameaça e chantagem. Se tivesse feito os itens mais básico do TAC, como os banheiros, esgotos, talvez fosse levado em consideração uma demonstração de fazer e hj não estaria nesse enrosco, causado pela ineficiência de quem dirige. TAC é um instrumento jurídico que tem q ser cumprido. Certíssimo o desembargador.
 
rod camargo em 05/03/2012 06:59:49
Por que não acabam também com aqueles shows na rua Fernado Correia da Costa? A região ali próxima é cheia de residências. Por favor direito igual para todos.
 
pedro leite em 05/03/2012 06:50:08
Acho que deve cancelar mesmo. E acho que este Parque tinha que ser vendido, já ficou no centro da cidade, compra uma area no anel rodoviario e faz lá a exposiçÀo, e duvido muito que a diretoria esteja pensando no público. Deve ter algum outro jogo que sem dúvida envolve grana. Não estou afimando de forma alguma dinheiro para qualquer pessoa, estou achando que isto tudo é para tirar grana de alguem
 
Luis Souza em 05/03/2012 05:24:25
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.