A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

29/04/2013 16:35

Sem dinheiro prometido pela prefeitura, Liga das Escolas deve até para Rei Momo

Ângela Kempfer
Messias com o cheque simbólico nas mãos, no dia que venceu o concurso. Messias com o cheque simbólico nas mãos, no dia que venceu o concurso.

O Rei Momo e a Rainha do Carnaval de 2013 receberam o cheque simbólico de premiação em janeiro, mas até hoje o dinheiro não caiu na conta. O nosso mais famoso anão levou o calote, assim como os jurados do desfile, que também não foram pagos. “Já vai fazer 3 meses. Vou cobrar juros”, diz o rei momo Messias de Lima.

Veja Mais
Procura-se um padrinho que ajude na guinada de um cantor sertanejo
Antiga casa noturna virou 2 na Afonso Pena e reabre com lounge e pub sertanejo

A Liga das Escolas de Samba de Campo Grande tenta desde fevereiro receber o que a prefeitura prometeu para o Carnaval deste ano. São R$ 92 mil para premiação do rei e da rainha, confecção de roupas para os dois, pagamento dos jurados e rateio entre as escolas.

Segundo o presidente da entidade, Eduardo de Souza Neto, “nunca houve uma situação dessas. Normalmente, na Quarta-Feira de Cinzas a gente já liquidava todas as faturas”, garante.

Ele explica que no dia 29 de janeiro apresentou pela primeira vez a documentação à prefeitura de Campo Grande com pedido de repasse, mas foi necessária correção de algumas informações.

No dia 5 de fevereiro, houve nova tentativa e depois no dia 4 de março. “A justificativa era sempre que a equipe era nova, que era necessária a revisão de todos os contratos e um cuidado maior para ninguém errar já no primeiro convênio com a Liga”, lembra o presidente.

Na quinta-feira passada, a Fundação Municipal de Cultura repassou R$ 7,8 mil, mas o valor serve apenas para custeio administrativo da entidade, não faz parte do montante combinado em fevereiro.

Sem nenhum avanço, o valor teve de ser revisto, inclusive. Em um novo acordo, a prefeitura e a Liga acertaram que o repasse agora será de R$ 150 mil, já com valores referentes também ao Carnaval de 2014. “Como não veio dinheiro de 2013, pedimos para liberar tudo junto, já com o valor do próximo, para não acontecer o mesmo problema de agora”.

Mas o dinheiro também não apareceu, apesar do convênio estabelecer abril e maio como meses de execução. “Além do que já está atrasado, temos de receber o recurso de 2014 antes dos meses de execução das ações. A conta está aberta lá no Banco do Brasil, só esperando o dinheiro”, comenta Eduardo.

Em janeiro, o Estado liberou R$ 160 mil à Liga, mas todo o dinheiro foi rateado entre as 8 escolas que desfilam em Campo Grande. “A gente tinha certeza que receberia o dinheiro da prefeitura também, por isso entregamos os valores do governo estadual para as escolas e ficamos sem nada para as outras contas”, justifica.

O Lado B ligou para o diretor de eventos da Fundação de Cultura de Campo Grande, Américo Yule, que entregou o cheque simbólico de premiação no dia da escolha do Rei Momo e da Rainha do Carnaval. Ele pediu para que entrássemos em contato com a assessoria de Comunicação da prefeitura. Mandamos e-mail, como é solicitado pelo município, e esperamos a resposta.




Carnaval é festa, então seus festejadores que banquem com os gastos! O dinheiro público é para desenvolvimento humano e estrutural da cidade e não para beber todas e mostrar a bunda na rua! A renata esta certa, a maioria dos presidentes de escola de samba só vive deste dinheiro e o carnaval não melhora em nada a estrutura do nosso País. Só serve para mostrar ao mundo que aqui o que vale é a bunda, esquece o desenvolvimento social e econômica do País e por isso todo estrangeiro pensa que manda e pode tudo aqui pois o que se vale é o que mostramos e cultuamos. ACORDA BRASIL!!!!!
 
Alexandre de Souza em 30/04/2013 11:48:44
Assino em baixo sra. Renata. Concordo prenamente
 
nilson andré em 30/04/2013 10:51:54
Já pensou se suspende o carnaval de Campo Grande, a cidade vai ficar OCA !. reflita ' Qual é as qualidades de Corumbá? Grande observação na cidade branca eiin , pricipalemente em fevereiro.
 
Guilherme Souza em 30/04/2013 09:35:31
Pra que mais??? isto já pode dizer a atenção e a observação que tens com as escolas de sambas daqui de CG. Isto é um gesto de ação companheirismo e apoio, cada um dos integrantes que são de cada escolas tem uma emoção e a emoção não é um brinquedo é uma motivação, AXO que a prefeitura faz a solicitação, por obrigação por que se fosse por amor a cidade usaria as escolas de samba como uma grande parte. Como aconteceu atrasou o pagamento prometido, será que a prefeitura da cidade está sem dinheiro mesmo? (ou está utilizando este dinheiro em reforma de pracinhas?) Parabéns a todos os integrantes das escolas de samba, vocês merecem mais e mais apoios.

 
Jefferson Dias ' em 30/04/2013 09:30:53
Sra.Renata, não aponte seus olhos apenas para seu próprio umbigo. Tenho quase certeza que, se balzaquiana for, com certeza já sambou ao som de musicas carnavalescas....Respeito as tradições culturais do país. e as pessoas cabe a qualquer hora e lugar....Ops.... sucesso na negociação salarial da sua classe....assim funciona a democracia....
 
jairo dorval em 30/04/2013 09:16:07
Vão apresentar projetos para o Ministério da Cultura. Falta dinheiro pra tudo e ainda querem pra carnaval? Brincadeira...
 
Filipe Alberto em 30/04/2013 06:03:06
Falou e Disse Renata!! Que vergonha tudo isso.
 
Michael Angelo em 30/04/2013 00:09:03
Renata, pode ser que realmente o Carnaval de Campo Grande não é grandes coisas, e pelo resto me parece que se um presidente de escola vive deste dinheiro vai morrer pobre, pois rateando 80 mil entre 8 escolas da 10 mil por um ano, e ainda tem que descontar pagamento de jurados e despesas com material, ou seja: não vai sobrar nem R$ 800 por mes...
Mas o que não pode é um orgão publico assinar um contrato e prometer dinheiro tal, que em seguida as escolas vão gastar confiando que vão receber, e em seguida não depositar. Se é asim, então fala que este ano não vai contribuir...
 
Marcos da Silva em 29/04/2013 23:12:20
Pois é senhora desinformada Renata Silva o carnaval considerado a maior manisfetação cultural do mundo, que em Campo Grande é tradição, reune a família, crianças, que beneficia muitas familias pelas contratações.... faz parte da constituição como sendo direito do cidadão e dever do estado prover a cultura e lazer.... Esta cultura que é mal vista pela senhora deve receber sim verba pública também e te digo mais cada pasta tem sua verba, fique tranquila que a nossa cultura o CARNAVAL não consome as verbas da saúde, educação e principalmente dos salários dos diversos servidores municipais .... por isso que se chama ESCOLA de samba, se a senhora nçao sabe o que é uma escola é pq talvez nunca frequentou uma.... pois de ignorancia já basta esse seu infeliz comentário.
 
Alan Oliveira em 29/04/2013 23:11:36
Tem gente que ganha dinheiro com este tipo de evento, aos invés de criticar verifique bem as informações...apenas querem receber o que foi dito na frente das cameras...agora temos certeza que nossa capital esta sendo comandada por moscas...ela está.
Saudades da administração passada.
 
Norma Nanns em 29/04/2013 21:15:24
A Prefeitura tem honrar com seus compromissos, repassando o dinheiro devido quem fez alegria no carnaval, o pessoal acha que este dinheiro do carnaval e o mesmo da saude ou aumento dos servidores, são outras fontes de recursos, mais precisar se pensar o carnaval com atividade lucrativa para isso tem que ter um espaço para as escolas façam o seu evento com isso vai dimunuir os recursos da prefeitura.
 
Antonio Elias Morais em 29/04/2013 19:39:06
Me poupem né gente, nos aqui tentanto negociar o salario dos funcionarios publicos que esta uma balela e vcs querendo receber dinheiro de carnaval. Tem mais é q ficar sem nada. Tem Presidente de escola de samba que só vive desse dinheiro. Que vergonha, ta na hora de ir trabalhar, e parar de ficar esperando dinheiro público pra isso. O carnaval daqui é uma vergonha pra nossa cidade. Só dinheiro jogado fora.
 
Renata Silva em 29/04/2013 18:14:10
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.