A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

08/02/2013 14:00

Sem maior rival, Vila Carvalho quer ser campeã falando do Brasil

Anny Malagolini
A aposentada Vera Lucia Pereira, de 59 anos, está na escola há 36 anos. (Foto: João Garrigó)A aposentada Vera Lucia Pereira, de 59 anos, está na escola há 36 anos. (Foto: João Garrigó)

Com uma organização de escola experiente, a campeã de 2012, Unidos da Vila Carvalho, leva à avenida este ano o enredo “Brasil mostre a sua cara”. São 600 componentes, distribuídos em 12 alas e 4 carros alegóricos, com o rosa predominando nas fantasias.

Veja Mais
Begèt de Lucena e Mari Depieri são as vozes do Som da Concha de hoje
Festival de Artes começa com público fraco, mas tem vocação para ser resistência

Ajustando os últimos detalhes, o carnavalesco Ivan França diz que já respira aliviado. “As preparações começaram em setembro do ano passado, cinco meses antes do Carnaval, para chegar nos últimos dias com essa tranquilidade”, comenta.

Como sempre, a ajuda de voluntários foi fundamental. A aposentada Vera Lucia Pereira, de 59 anos, está na escola há 36 anos. A ex-vizinha do barracão, já é personalidade da escola e admite “é mais fácil a Carvalho faltar do que eu”. 

A loucura de Vera pela Vila Carvalho passou para a filha, Cristiane Romero, de 31 anos. Ela larga tudo nesta época  para se dedicar ao Carnaval. “Esse ritual é refeito todos anos, desde que nasci”, afirma.

 

O carnavalesco Ivan França diz que já respira aliviado.Foto: João Garrigó)O carnavalesco Ivan França diz que já respira aliviado.Foto: João Garrigó)

Durante os últimos cinco anos, a escola conquistou o primeiro lugar e em 2013 a expectativa é a mesma. “Queremos entrar para ganhar, perder não é uma opção”, afirma Ivan.

No enredo a ser apresentado, a miscigenação, a religiosidade, o futebol, o carnaval e a natureza vão pontuar o desfile no sábado. Para fazer melhor este ano, os diretores da Vila Carvalho viajaram até o Rio e conheceram a produção do Carnaval carioca, o maior do mundo, para buscar referências.

Além da estrutura invejável, Ivan ficou admirado com a harmonia entre as escolas. “Não tem brigas ou receio de mostrar o que cada uma está produzindo. Lá ninguém quer copiar, cada um quer fazer o seu melhor, diferente daqui”.

Apesar da crítica, Ivan lembra que principal concorrente, Igrejinha, não participará este ano do Carnaval de Campo Grande, uma falta que será sentida. “A Igrejinha é uma ótima concorrente, e vai fazer falta. Queremos ganhar das melhores”, explica.

Quem quiser participar ainda tem tempo. A escola tem vagas, e para desfilar é preciso apenas alugar a fantasia na própria escola, por R$ 50.

A Vila Carvalho será a última a desfilar no sábado, na Praça do Papa. A agremiação deve entrar na avenida às Unidos da Vila Carvalho 23h45.

Local: Avenida Alfredo Scaff entre Aero Clube e Presidente Vargas. 




Nos ultimos anos eu sempre falo este ano não desfilo mas chega o Carnaval e lá vou eu estou na ala Natureza VAMOS LÁ MINHA VILA QUERIDA, até a VITÓRIA.
 
Meire Pereira de Souza em 08/02/2013 20:07:28
Parabenizo essas pessoas que se "entregam" eu não diria,apenas pra ajudar a Escola de Samba, no caso a Vila Carvalho..mas principalmente para manter viva a tradição do carnaval pelo menos aqui em Campo Grande que a bem da verdade está morimbundo..mas graças às pessoas o mesmo insiste em se manter vivo e proporcionar aos que gostam, um pouco de alegria, descontração e lazer..... em tempo... a EXPOGRANDE já está sendo anunciada para abril E CERTAMENTE ESTARÁ LOTADA E TODOS OS VEICULOS DE COMUNICAÇÃO ENALTECENDO A MESMA..... pobre carnaval de Campo Grande que resiste ainda firme e forte...parabens
 
Gilson Giordano em 08/02/2013 10:58:00
A vila tem tudo p/ ser Campeã não terá concorrente, fui no ensaio da Deixa Falar que decepção, não tem o básico "BATERIA", esta dependendo da boa vontade de componentes de outras escolas, que barbaridade, a Escola do Cruzeiro é um mizêrê só tudo improvisado, ajuntou com a Deixa Falar, José Abrão e com a Aero Rancho "NÃO TEM COMPONENTE", se a Escola Catedráticos não ganhar dessa vez, pode abandonar... ano passado estava com a escola que não tinha bateria e se deu muito mal.Sou Vila Carvalho mas a ausência da Igrejinha, é ruim para Campo Grande. Quando pegou fogo na União da Ilha, Portela e Grande Rio, PERDERÃO TUDO", todas as demais escolas, prefeitura, governo a iniciativa privada se unirão e viabilizarão o desfile de ambas ... aqui cruzarão os braço c/ a situação da igrejinha pode?
 
Roseli Yhosih em 08/02/2013 10:42:01
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.