A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

27/03/2014 16:27

Show de músicas censuradas é resultado de pesquisa e compromisso com passado

Elverson Cardozo
No palco, 10 professores comandam o show. (Foto: Divulgação)No palco, 10 professores comandam o show. (Foto: Divulgação)

O show musical, Cale-se, que apresenta as músicas censuradas do período da Ditadura Militar, é comandado por 10 professores da UFRS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul). Eles se uniram há 10 anos para tocar, cantar, encenar e contextualizar as lembranças de um dos períodos mais tensos da história brasileira.

Veja Mais
Coletivo de DJs organiza festas com música para 'dançar mais e reparar menos'
Com poucas opções, veja onde curtir as festas de fim de ano em Campo Grande

Agora, o espetáculo, que já passou por outros estados, chega a Campo Grande. Será apresentando neste sábado (29), a partir das 20h30, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo.

À frente da organização na cidade, o presidente da Juventude do PMDB em Mato Grosso do Sul, Maicon Nogueira, de 28 anos, disse que o objetivo do evento, promovido pela Companhia de Teatro Gato e Sapato, de Porto Alegre, é “resgatar o momento infeliz da página da história brasileira, para que os jovens tenham conhecimento de como foi”. “Hoje temos uma democracia no Brasil e precisamos consolidar isso”, acrescentou.

No palco, adiantou, fazendo uso de instrumentos como violão, flauta e percussão, os professores vão cantar, encenar e, principalmente, contextualizar as canções levando em conta o cenário político daquela época. No repertório do grupo, músicas como “Cálice“, de Chico Buarque, “Vaca Profana”, de Caetano Veloso, “Comportamento Geral”, de Gonzaguinha e até “Tortura de Amor”, de Waldick Soriano.

“Eles tem uma performance específica de apresentação. Abrem espaço para participação e fazem dinâmicas com a plateia. Parece que rola uma integração”, explicou.

Serviço - O ingresso para o show Cale-se são dois quilos de alimentos não perecíveis ou R$ 20,00 que serão repassados para o Asilo São João Bosco. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (67) 9211-3962.

Veja um trecho da apresentação:




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.