A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

10/05/2012 15:42

Uma confraria do vinho feminina com noites a R$ 100 regadas por diversas safras

Mariana Lopes
Reunião na noite de quarta. (Foto: João Garrigó)Reunião na noite de quarta. (Foto: João Garrigó)

Amigas reunidas, um restaurante refinado fechado só para elas e uma carta de vinho das mais diversas safras. Aparentemente, parece ser apenas mulheres de classe social alta em uma mesa para beber e jogar conversa fora. Essa visão não está completamente errada, mas o encontro vai bem além disso.

Veja Mais
Coletivo de DJs organiza festas com música para 'dançar mais e reparar menos'
Com poucas opções, veja onde curtir as festas de fim de ano em Campo Grande

A ideia foi da fisioterapeuta Marluce Borges Craveiro, 39 anos. Apaixonada por vinhos, ela começou a convidar amigas para montar uma confraria do vinho. A proposta deu tão certo, que o segundo encontro teve um coro de 52 mulheres.

“Fiquei surpresa, não esperava que a ideia fosse trazer tanta gente. Vieram minhas amigas, amigas das minhas amigas”, conta Marluce. No encontro, que acontece toda segunda quarta-feira do mês, no Território do Vinho, elas estudam sobre a bebida e trocam experiência e dicas sobre trabalho.

A cartilha sobre os tipos de vinhos é montada pelo sommelier Donizetti Soleitão, que também faz uma explicação rápida durante o encontro. “O chef de cozinha daqui prepara os pratos para combinar com os vinhos que escolho”, conta.

Sommelier Donezetti, com a cartilha de vinhos, e Marluce, idealizadora da confraria (Foto: João Garrigó)Sommelier Donezetti, com a cartilha de vinhos, e Marluce, idealizadora da confraria (Foto: João Garrigó)

Para ter o atendimento exclusivo do restaurante, cada confrade, além da taxa de adesão de R$ 20, paga R$ 100 por reunião, que dá direito ao prato de entrada, um prato principal, sobremesa e vinho à vontade. É um pequeno luxo mensal.

O momento “clube da Luluzinha” é a hora de espairecer, conhecer gente nova e ampliar contatos no networking. “É um dia que tiro para me contemplar como pessoa, me sentir mais bonita, feliz, amanhã estou renovada, mais animada”, garante a fisioterapeuta Telma Chiarapa, 43 anos.

Na confraria, a maioria é casada e com filhos. “Aqui tem de tudo, de médica a dona de casa, somos mulheres comuns, mas que gostamos de vinho e decidimos tirar um tempo só para a gente uma vez por mês”, diz Marluce.

O grupo ganhou até nome e logomarca. No adesivo que elas mandaram fazer, o nome Meia Taça aparece sob desenho que remete à taça e ao corpo de uma mulher.

Doações que serão levadas para o Cica (Foto: João Garrigó)Doações que serão levadas para o Cica (Foto: João Garrigó)

Sacolada - Para fechar o programa caro de bem com o social, as mulheres chegaram ao Território do Vinho cheias de sacolas, com roupas, sapatos, todas para doação. Um porta-malas não foi o suficiente para guardar o tanto de sacolas.

As roupas serão todas doadas para o projeto Cica (Centro de Integração da Criança e do Adolescente). “A gente quer ajudar, esse é nosso propósito também”, conta Marluce.




Amei a iniciativa e gostaria muito de participar, já participo de um grupo em nível nacional e as experiências são incríveis, se pudessem me enviar os contatos desde já agradeço.

Grande abraço
 
Adriana Maria Costa em 08/06/2012 08:26:27
Marluce
Parabéns pela inédita iniciativa.
Você, e todas confrades estão de parabéns pela participação na Confraria Meia Taça, nome também muito sugestivo e entendam como deveras importante e salutar esses encontros sociais, com a louvável preocupação, também, de auxiliar os mais necessitados, promovendo doações de bens e artigos de necessidades primárias.
Pai, mãe, irmã e Bhruna.
 
Luiz Antonio Craveiro em 11/05/2012 11:46:13
Parabens Marluce, bonita iniciativa essa de ajudar entidades. Nós homens fomos vencidos mais uma vez.
 
Edney Ueno em 11/05/2012 11:05:42
Parabéns pela reportagem! Como confreira fico muito feliz em saber que temos muitas mulheres dispostas à fazer novas amizadaes, ter boas experiencias com a degustação de vinhos e ainda, "de quebra", fazer o bem.
 
Angélica Buainain em 11/05/2012 11:03:47
Fantástica a idéia. O local é ótimo. Parabéns pela iniciativa.
Seria interessante divulgar o telefone ou email para agendamento de mulheres interessadas.
 
Cristina Ferreira em 11/05/2012 10:24:46
Sou de Portugal e diretor do Jornal dos sabores (www.jornalsabores.com).
Venho apresentar os meus parabéns pela iniciativa deste grupo de mulheres brasileiras.
Que tal uma matéria para publicar em meu jornal?
Cmpts
Amilcar Malhó
 
Amilcar Malhó em 11/05/2012 03:27:29
Uma ótima idéia, e que deveria ser copiado pelos homens tambem. Além de reunir amigos para distração ainda por cima ajuda causa nobre. Parabens!
 
Marcos Guimaraes em 10/05/2012 06:48:15
Parabens a idealizadora achei muito especial, não sei onde são adquiridos os vinhos, se fôr no comércio de Campo Grande procurem no Comper pelo vinho TONET, são de parestes meus de Caxias do Sul, tem um Moscato Branco seco e suave muito bom e outros como chardonnay seco.

Expedito Tonet
São Gabriel do Oeste - MS
 
Expedito Tonet em 10/05/2012 05:27:49
Parabéns pela iniciativa.
 
Diógenes em 10/05/2012 04:09:09
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.