A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

24/06/2016 11:34

Veja a programação completa do Festival de Inverno de Bonito, divulgada hoje

Thailla Torres
Geraldo Roca será um dos homenageados no FIB de 2016. (Foto: Everson Tavares) Geraldo Roca será um dos homenageados no FIB de 2016. (Foto: Everson Tavares)

A Fundação de Cultura do Estado confirmou hoje a programação do 17º Festival de Inverno de Bonito, que em 2016 terá 83 atividades artísticas, 21 nacionais e 62 de Mato Grosso do Sul. Com um repertório variado, os principais shows serão de Elza Soares, Nação Zumbi, banda Barra da Saia, e os instrumentistas gaúchos Renato Borghetti e Yamandu Costa.

Veja Mais
Ludmilla é uma fofa e mostra o que o funk pode ensinar ao nosso sertanejo
Coletivo de DJs organiza festas com música para 'dançar mais e reparar menos'

Além das apresentações musicais, haverá teatro, dança, circo, exposições de artes plásticas, mostra de cinema, literatura, oficinas e debates. Dentro da programação, também tem visitação com vagas limitadas ao Parque Nacional da Serra da Bodoquena para turistas e moradores.

No primeiro dia, além dos shows, está programada a abertura do Espaço Literatura, para lançamento de livros de autores regionais e discussões com escritores convidados.

Também haverá a exposição de artesanato "Brasil, Mato Grosso do Sul e Bonito", que tem artesanatos das etnias Atikum, Guarani kaiuá, Guató, Kadiwéu, Kamba, Kinikinawa, Ofaié e Terena. 

Outro projeto é a Tenda dos Saberes Indígenas - Planetário do Céu Guarani, um observatório solar indígena compacto, para observação astronômica com uso de telescópios.

O evento lembra este ano do músico Geraldo Roca, morto em dezembro do ano passado, com um tributo musical. Humberto Espíndola é outro homenagedado no Festival, com a Exposição Série da Divisão de Mato Grosso do Sul.

A Barra da Saia está na estrada desde 1999 com uma proposta pioneira na música sertaneja. (Foto: Divulgação)A Barra da Saia está na estrada desde 1999 com uma proposta pioneira na música sertaneja. (Foto: Divulgação)

Dia 28 de julho

Shows

A Barra da Saia - Grupo formado por mulheres, o quarteto apresenta um repertório que mistura sertanejo de raiz, country, rock e ritmos fronteiriços, como polca, guarânia e chamamé. 

“Uma Pra Estrada” - É um tributo a Geraldo Roca, autor de canções como “Trem do Pantanal”, "Uma pra Estrada" e “Mochileira”. Terá no palco Geraldo espíndola, Guga Borba, Hermanos Irmãos, Jonavo, Ju Souc, Marina Dalla, Paulo Simões e banda com Alex Cavalheri, Gabriel Basso, Lenador Perez e Sandro Moreno. 

Orquestra Vai Quem Vem - é composta por metais e percussão, revive as festas juninas e o carnaval de rua, tocando marchas, frevos, sambas, sambas reggae, manguebeat, maracatu, baião... No festival, pelas ruas de Bonito, o público seguirá em cortejo. 

Orquestra Filarmônica Jovem do Pantanal - traz seu grito ecológico em defesa da natureza com o espetáculo audiovisual “Araras da Cidade Músicas do Mato” integrando música e imagens projetadas durante a apresentação.

Outras atrações confira aqui

Nação Zumbi promete um concerto inesquecível e que vai fazer tremer a cidade de Bonito. (Foto: Divulgação)Nação Zumbi promete um concerto inesquecível e que vai fazer tremer a cidade de Bonito. (Foto: Divulgação)

Dia 29 de julho

Shows

Santo Chico - Banda com um repertório de clássicos da música brasileira, como Adoniran Barbosa, Martinho da Vila, Chico Buarque, Criolo e até Reginaldo Rossi.

Nação Zumbi - Os pernambucanos comemoram em show os 20 anos do lançamento do histórico disco Afrociberdelia, o segundo e último do fundador do grupo, Chico Science.

Oficinas

Na sexta-feira, também haverá oficinas de "Gestão e Criatividade em Danças Urbanas e Fundamentos" e "Relendo a Obra de Humberto Espíndola". 

Cinema

O Festival abre no dia 29 a Mostra de Cinema "A Infância e Seu Meio Ambiente", veja a programação:

A Poeira (MS)

Um menino perde seu pai, um vaqueiro do Pantanal, em acidente de cavalo. As lembranças do pai e da paisagem pantaneira ficam para sempre guardadas, inspirando coragem e bravura.

Cordilheira de Amoras 2 (MS)

Moradora da aldeia Amambai, no Mato Grosso do Sul, perto da fronteira do Brasil com o Paraguai, uma indiazinha guarani kaiowá, Karine Martines, de 8 anos, transforma seu quintal num experimento do mundo. Contando com nada mais do que folhas, tijolos e pedaços de papel e madeira, ela cria, com sua imaginação, histórias e personagens que alargam sua solidão em brincadeiras, sonhos e projetos.

Escola das Águas: O desafio Pantaneiro (SP)

A natureza é o próprio limite e o próprio caminho para uma escola no coração do Pantanal. A história da criação da Escola Santa Mônica e o impacto que a iniciativa causou nas famílias são retratados no documentário. O homem se alia a sabedoria magistral da natureza, ensinando que todos nós fazemos parte dela.

Outras atrações confira aqui.

Elza canta sentada em um trono metálico em meio a um cenário cercado por mil sacos plásticos. (Foto: Divulgação)Elza canta sentada em um trono metálico em meio a um cenário cercado por mil sacos plásticos. (Foto: Divulgação)

Dia 30 de julho

Shows

Curimba - O grupo tem um som característico que passa pelo rap, reggae, rock, pop e samba.

Elza Soares - Apresenta o premiado “A Mulher do Fim do Mundo”. Do alto dos seus 60 anos de carreira, a cantora é uma das maiores personalidades da história da MPB. Elza canta sentada em um trono metálico em meio a um cenário cercado por mil sacos plásticos de lixo preto acompanhada de um elenco de 15 artistas.

Outras atrações confira aqui

O público vai conferir o encontro do violão e da gaita de Renato Borghetti e Yamandu Costa. (Foto: Divulgação)O público vai conferir o encontro do violão e da gaita de Renato Borghetti e Yamandu Costa. (Foto: Divulgação)

31 de julho

Shows

Leo Goiano e Girsel da Viola - . Os dois são sul-mato-grossenses de Camapuã,  e gostam de dizer que têm como missão manter viva a música de raiz.

Renato Borghetti e Yamandu Costa – Eles tocam “a música que veio do frio”. Os dois já vêm realizando shows com um repertório que mistura temas clássicos, música gaúcha e de fronteira costuradas com levadas de choro.

Outras atrações confira aqui

Curta o Lado B no Facebook. 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.