A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

11/03/2014 10:36

Vila Carvalho perde título de 2014 depois de denúncia da Igrejinha

Ângela Kempfer
Vila Carvalho falava da Mangueira no enredo.Vila Carvalho falava da Mangueira no enredo.

Reunião na noite de ontem colocou fim à briga por conta da apuração do desfile das escolas de samba do Grupo Especial de Campo Grande. Depois de recurso administrativo da Igrejinha contra o resultado, a Comissão de Carnaval, responsável pelos resultados, resolveu considerar todas as escolas como campeãs e suspender o rebaixamento das agremiações que tiveram as menores notas.

Veja Mais
Em protesto contra notas do desfile, Igrejinha vai se reunir todo dia no Centro
Enfrentando até roubo de carro alegórico este ano, Igrejinha convoca protesto

O título estava com a Vila Carvalho, mas foi contestado no dia da apuração. Contrariada com nota 6 para Mestre-Sala e Porta-Bandeira, e um 7 para Comissão de Frente, a Igrejinha anexou ao processo vídeo, fotos e publicações feitas nas redes sociais na tentativa de provar que houve favorecimento.

“Temos fotos dos dois jurados que nos prejudicaram, na quadra da Vila Carvalho antes do Carnaval”, comenta o presidente da Igrejinha, Paulo Freire.

Outro problema avaliado foi falha no sistema de som quando Igrejinha, Deixa Falar e Unidos do Aero Rancho estavam na avenida, o que na avaliação das agremiações, refletiu na evolução das escolas e na avaliação dos jurados.

Após dias de manifestações organizadas pela Igrejinha e a reclamação formal, a Comissão decidiu em votação que “as argumentações da reclamante são pertinentes, no que se refere aos critérios de avaliação utilizados para julgar os quesitos Comissão de Frente e Mestre-Sala e Porta-Bandeira” e também acatou os pedidos sobre a falha no som.

A consequência é que as verbas para 2015 serão rateadas em partes iguais para todas escolas do Grupo Especial e não haverá rebaixamentos este ano.

O presidente da Liga, Eduardo de Souza Neto, não quis comentar o caso, apenas enviou e-mail com a decisão tomada nessa segunda-feira. Ele explica que a Lienca só ratifica a decisão que é tomada de fato pela Comissão de Carnaval.

Já o presidente da Igrejinha comemora a decisão. “Isso prova que não estávamos equivocados. Não são 2 pessoas mal-intencionadas que vão acabar com o Carnaval”.

Segundo ele, a contestação foi muito bem embasada e colocou por terra justificativas incoerentes de jurados. “Um deles, que deu 6 para a Igrejinha, deu 9 para Mestre-Sala de outra escola que desfilou sem um adereço e teve a evolução prejudicada”, comenta.

O desafio agora é tornar os critérios de avaliação mais seguros, para evitar que a bagunça no Carnaval de rua de Campo Grande continue vigorando. “Queremos ajudar a Lienca a melhorar esse sistema. Não podemos perder patrocinadores e a mão de obra que é voluntária. Tinha gente que estava desistindo do desfile”, argumenta Paulo.

O encontro de ontem teve as presenças de representantes da Unidos do Cruzeiro, Catedráticos do Samba, Deixa Falar, Unidos do Aero Rancho, Vila Carvalho e Igrejinha. Nenhuma agremiação contestou o resultado da reunião.

Igrejinha homenageou carnavalesco Valdir Gomes.Igrejinha homenageou carnavalesco Valdir Gomes.



que vergonha essa cidade esta uma bagunça
 
antonio gonçalves da silva em 11/03/2014 21:34:10
Mas que beleza de carnaval, pra não ter trabalho, pra não indiciar criminalmente os jurados que se venderam para a Vila Carvalho, vamos considerar todos vencedores e não se fala mais nisso, o correto seria ter desclassificado a Vila Carvalho e seguido com as outras escolas conforme elas foram avaliadas, afinal, tirando a Vila Carvalho, todas as outras competiam em igualdade.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 11/03/2014 12:46:45
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.