A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

07/09/2016 16:11

Conversa quer cortar mal pela raiz e mostrar riscos de personalidades ansiosas

Thailla Torres
Ansiedade pode levar a pessoa ter depressão. (Foto: Divulgação)Ansiedade pode levar a pessoa ter depressão. (Foto: Divulgação)

Aquela vontade de comprar algo que nem precisa, a falta de paciência ou estresse dentro de casa... Tudo que faz mal pode ser uma pequena parcela dos sintomas de ansiedade. Tem gente que nem percebe, mas poderia melhorar bastante a qualidade de vida se entendesse que isso é uma doença que pode ser tratada.

Veja Mais
Para fazer o mundo sorrir, grupo sai às ruas doando bons sentimentos
Clínica realiza palestras para sanar dúvidas sobre infertilidade conjugal

Por isso, um grupo que reúne psicólogos e psiquiatras organiza eventos para ajudar. Um deles é a "Personalidades Ansiosas", marcada para o dia 16 de setembro. Conhecer o mal é o início para entender as consequências e evitar danos maiores, como a depressão.

E até quem ainda não desenvolveu os sintomas, conversar pode prevenir o avanço. "A ansiedade também é o mal do século e o preocupante é que pode evoluir para a depressão. Por isso o foco é, principalmente, para pessoas com personalidades propícias a serem ansiosas", relata a psiquiatra Cristina Harada. 

Ela pode surgir na vida das pessoas por motivos comuns como, por exemplo, uma entrevista de emprego, uma situação de perigo ou uma grande expectativa. O problema é quando a ansiedade ultrapassa os limites e continua sem motivos aparentes, um momento que exige alerta.

"Se a pessoa tem uma ansiedade em situações que não há motivos, isso pode levar a problemas de relacionamento, familiar, briga com os filhos, até discussões no trânsito. Quando a pessoas não consegue sair desse estágio, ela começa a procurar situações para descontar essa ansiedade, é aí que surge a procura por drogas, como a bebida e o cigarro, além de casos de drogas ilícitas", detalha a médica. 

Os sintomas surge com mais frequência por conta do estilo de vida, cheio de informações. "Usamos muito a tecnologia, carregamos o nosso cérebro e temos cada vez menos tempo para viver e descarregar toda essa energia. A falta de espaço para o contato com a natureza ou coisas mais serenas, também deixa o indivíduo ansioso, já que vivemos em função do desempenho e performance. Antigamente só ficávamos sabendo das coisas ruins na vizinhança, hoje, pelo celular ficamos sabendo de ameaças e tragédia como se elas tivessem acontecendo na nossa porta, isso também leva ao pânico", comenta. 

Por isso a palestra vai abordar fatores, sintomas, prevenção e tratamento para a ansiedade, que muitas vezes exige ajuda médica. "O primeiro olhar é sempre de uma pessoa da família que identifica esse estágio emocional. Depois, é necessário tratamento que pode envolver a psicoterapia e mudanças no dia a dia", conclui. 

A palestra Personalidades Ansiosas será no dia 16 de setembro, às 19h no Sapiens e as inscrições podem ser feitas na Rua Coronel Cacildo Arantes, 493, Chácara Cachoeira. Informações pelo telefone (67) 3327-0072 ou (67) 98160-1155.

O evento tem valor bacana, custa R$ 30,00, e é aberta ao público que esteja disposto a entender e evitar esse tipo de estágio emocional tarde demais.

Curta o Lado B no Facebook.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.