A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

19/07/2016 06:25

Curso apresenta alimentação Ayurvédica como solução física e emocional

Thailla Torres
A alimentação que tem origem na medicina indiana e trabalha com elementos do corpo para manter princípio equilíbrio físico e mental. (Foto: Marina Pacheco)A alimentação que tem origem na medicina indiana e trabalha com elementos do corpo para manter princípio equilíbrio físico e mental. (Foto: Marina Pacheco)

Longe dos remédios e das dietas radicais, a alimentação Ayurvédica tem nome complicado, mas a promessa de saúde. A origem é na medicina indiana e a busca é pelo equilíbrio físico e mental, com 5 refeições ao dia e até receitas para combate a problemas modernos, como a ansiedade. 

Veja Mais
Para fazer o mundo sorrir, grupo sai às ruas doando bons sentimentos
Clínica realiza palestras para sanar dúvidas sobre infertilidade conjugal

Para quem nem imagina como funciona, a terapeuta Joana Pires trouxe para Campo Grande o Curso de Introdução à Alimentação Ayurvédica, com objetivo de ensinar na prática como alimentos e temperos do dia a dia podem contribuir para um outro estilo de vida. "A alimentação ela faz isso, nela existe o conforto físico e emocional. Por isso são temperos do nosso dia a dia, mas que a gente nunca olha pra eles como forma de medicina", explica. 

A ideia principal é descobrir qual é o melhor alimento para manter o próprio equilíbrio no corpo. Joana explica que para isso é preciso sobre os princípios de todos os elementos que constituem o corpo: espaço, ar, fogo, água e terra.  "A alimentação é uma terapia, porque você se alimenta 5 vezes ao dia. O que você come e como você se alimenta pode equilibrar a pessoa que você é. Por exemplo, se eu tenho uma constituição maior do corpo em ar e acabo consumindo mais alimentos com o elemento ar, isso me atrapalha e causa um desiquilíbrio", explica.

O curso teórico será ministrado dia 14 de agosto no Espaço Ahara. (Foto: Marina Pacheco)O curso teórico será ministrado dia 14 de agosto no Espaço Ahara. (Foto: Marina Pacheco)

Por isso, existe uma lista numerosa de alimentos, especiarias e temperos que se encaixam nos princípios desses 5 elementos. "Vai do sútil ao mais denso. Todo mundo é constituído por eles, mas cada pessoa tem uma constituição específica e individual desses elementos. É preciso entender que a gente nasce com uma constituição original, mas com o tempo a gente começa a interagir com o ambiente e tendo percepções", esclarece. 

Pessoas por exemplo que sofrem de ansiedade, são as que tem o elemento ar, que remete ao movimento, levanta ar de questionamento e levando a uma instabilidade emocional. "Então o que a gente faz no curso é passar esses princípios, para que a pessoa crie autonomia para entender como ela funciona e decidir que tipo de alimento cabe na constituição dela".

Além dos elementos, a alimentação também é baseada no clima e no estilo de vida que cada um segue. "Dos 20 aos 60 anos, é o tempo que você mais produz na sua vida. Por isso, pra buscar um alimento que ajude no equilíbrio, é necessário saber o momento que a pessoa está vivendo, o local onde vive, o clima que influencia e o ritmo de vida que pode estar alterando ela de alguma forma", ressalta.

Pensando no inverno e na necessidade das pessoas manterem o calor, Joana preparou algumas receitas simples que, além de nutritivas, combatem o frio e ajudam no processo digestivo que ela ressalta com importância dentro da alimentação Ayurvédica.

Pasta de damasco e uva passa. (Foto: Marina Pacheco)Pasta de damasco e uva passa. (Foto: Marina Pacheco)
Arroz doce preparado com arroz basmati. (Foto: Marina Pacheco)Arroz doce preparado com arroz basmati. (Foto: Marina Pacheco)

Entre as receitas, o chás são princípios básico da alimentação Ayurvédica. "O chá de gengibre com canela é uma das opções, já que ajuda no processo digestivo e a canela tem uma potência de calor também".

Receitas feitas com arroz Basmati, um tipo de arroz indiano, pode ser preparado em pratos salgados e doces. No exemplo salgado, Joana prepara um basmati com com óleo de coco, açafrão, gengibre ralado, noz moscada, pimenta rosa, sal e uma pitada de canela. Para a versão sobremesa, o Basmati pode virar arroz doce e é preparado com óleo de coco, canela em pau, cravo e açúcar demerara

Opções de pastas também são feitas com uvas passas brancas e damasco hidratado no óleo de coco ou suco de laranja. Depois de hidratar a fruta, pode bater com canela até ficar uma textura pastosa. 

Outro prato é o purê de cenoura que, além de nutritivo, aquece. Preparado no óleo de coco com noz moscada, pimenta calabresa e sal. 

E com receitas mais elaboradas e um dia cheio de teoria sobre Alimentação Ayurvédica, nos dias 14 de agosto, 3 e 4 de setembro será realizado um curso sobre o assunto.

No primeiro dia, os alunos vão ter aula teórica sobre os elementos, humores biológicos, toxinas, combinações alimentares e indicações. Já no dia 3 e 4 de setembro, todos vão cozinhar receitas. O curso será no espaço Ahara

Curta o Lado B no Facebook.

Arroz Basmati preparado com açafrão e purê de cenoura com oleo de coco. (Foto: Marina Pacheco)Arroz Basmati preparado com açafrão e purê de cenoura com oleo de coco. (Foto: Marina Pacheco)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.