A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

27/08/2015 06:56

Gastronomia funcional chegou ao churros com receita sem glúten, nem leite e soja

Paula Maciulevicius
De modo geral, Lidiane explica que a gastronomia funcional lida com combinação de nutrientes. (Foto: Fernando Antunes)De modo geral, Lidiane explica que a gastronomia funcional lida com combinação de nutrientes. (Foto: Fernando Antunes)

Sai o glúten, o leite e a soja e entram os nutrientes combinados para fazer com quem o churros saia do forno dentro dos critérios da cozinha funcional.

Veja Mais
Para fazer o mundo sorrir, grupo sai às ruas doando bons sentimentos
Clínica realiza palestras para sanar dúvidas sobre infertilidade conjugal

Quando o Lado B conversou com a chef de gastronomia funcional, Lidiane Barbosa, aproveitou para pegar o máximo de conteúdo com a profissional que se tornou referência no ramo em todo País. Lidiane é santista, mora em Blumenau, Santa Catarina e viaja os quatro cantos ensinando o que é e como fazer a culinária funcional.

O conceito é reunir técnicas de dietas corretas com foco na saúdeutilizando alimentos que além do valor nutritivo também têm a função de contribuir para a manutenção da saúde e ainda prevenir doenças. Nessa onda até o churros entrou.

Nessa onda funcional, até o churros entrou. (Foto: Reprodução/Facebook Lidiane Barbosa)Nessa onda funcional, até o churros entrou. (Foto: Reprodução/Facebook Lidiane Barbosa)

De modo geral, Lidiane explica que a gastronomia funcional lida com combinação de nutrientes, onde o ingrediente base se tornou a biomassa de banana verde. E o que menos importa são as calorias.

"O que via importar é essa combinação de nutrientes para estarmos alimentando o organismo de uma forma boa e junto com isso eu tiro os alergênicos", explica.

A chef já declarou que cria as receitas pelo gosto das pessoas, ensinando que não precisa tirar o que se gosta de comer do dia a dia, mas sim comê-lo de outra forma. "Gosta de churros? Então vamos comer, mas preparando de outro jeito. Usando a gordura boa, agregando outros nutrientes. Eu levo saúde através dessas preparações", resume.

Receita usa biomassa e açúcar de coco. (Foto: Reprodução/Facebook Lidiane Barbosa)Receita usa biomassa e açúcar de coco. (Foto: Reprodução/Facebook Lidiane Barbosa)

Ingredientes

220 ml de água;
2 colheres de sopa de óleo de coco;
2 colheres de sopa de açúcar de coco;
1 pitada de sal;
1 colher de sopa de canela em pó;
1 xícara de farinha de grão de bico;
1/2 xícara de polvilho doce;
1 xícara de farinha de arroz (sim dá certo se fizermos só com grão de bico);
1 colher de café de goma xantana;
2 colheres de sopa de farinha de linhaça;
1 colher de chá de fermento em pó;
2 ovos;
1/2 xícara de biomassa de banana verde

Modo de preparo

Coloque a água para ferver em uma panela fogo baixo. Ferveu? Coloque o açúcar de coco, a pitada de sal, o óleo de coco e a canela. Misture até ficar homogêneo. Em seguida acrescente na panela as farinhas, a linhaça, o fermento, mexendo sempre com um fuê. Vai parecer que está tudo errado (igualzinho massa de coxinha).

Retire a massa da panela, coloque em uma batedeira com os 2 ovos caipiras e a biomassa de banana verde. Bata sempre, velocidade média. Coloque em um saco de confeitar com o bico que vc tiver em casa. Coloque em uma forma com silpak ou untada com óleo de coco. Leve para assar forno 180ºC por 20 minutos. Polvilhe canela em pó e noz moscada. Servidos com calda funcional de chocolate.

Essas e outras receitas estão no Facebook de Lidiane Barbosa Gastronomia Funcional  e no site: http://lidianebarbosa.com.br/.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.