A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

13/01/2016 06:23

Gordinho que sofria bullying na escola emagreceu e hoje é campeão de MMA

Paula Maciulevicius
No antes, Giuliano om 133 quilos e depois com 80. (Foto: Arquivo Pessoal)No antes, Giuliano om 133 quilos e depois com 80. (Foto: Arquivo Pessoal)

Aos 18 anos, Giuliano chegou a pesar 133 quilos. Passou parte da adolescência sofrendo o que hoje tem nome: bullying. O garoto que apanhava na escola por ser gordo e usar óculos, hoje luta e acumula cinco vitórias do MMA. Na fase de transição da obesidade para a vida saudável, ele perdeu 43 quilos ao longo de 12 meses e mostra através da sua história que todo mundo pode.

Veja Mais
Clínica realiza palestras para sanar dúvidas sobre infertilidade conjugal
Peregrinos não precisam ir tão longe, nosso "Caminho de Santiago" fica a 60km

"Sempre fui gordinho, desde criança. Quando era moleque ainda fazia jiu-jitsu, mas num período me afastei. A galera judiava muito, até os 15, 16 anos eu apanhava no colégio. Todo dia era uma surra diferente e quem cresceu vendo isso, acaba se espantando quando me encontra, não acredita", narra Giuliano Arantes, de 30 anos. 

Nas fotos de "antes e depois" ficam dúvidas se é a mesma pessoa. "Aí eu conto toda história e acabam acreditando, é um estímulo, para quem acha que não consegue, se espelhar e tentar fazer também", completa.

Giuliano sofreu bullying na adolescência por ser gordo e usar óculos. (Foto: Gerson Walber)Giuliano sofreu bullying na adolescência por ser gordo e usar óculos. (Foto: Gerson Walber)

Quando entrou no curso de Direito, a família não queria que Giuliano desse tanta atenção ao esporte. Até os 21 anos, o rapaz seguiu acima do peso e num dia de treino, passou mal. "Fui ao médico e descobri que estava com gordura no fígado, pressão alta e só ia conseguir mudar isso se perdesse peso. Eu ia acabar morrendo cedo", lembra.

Foi quando ele resolveu dividir o trabalho durante o dia e mais a faculdade à noite com musculação, muay thai e jiu-jitsu. "Saía da faculdade e ia para a academia às 10h30, às vezes treinava até meia-noite, meia-noite e meia, até a hora que ela estivesse aberta", descreve. A alimentação também se adequou à rotina e depois dos 43 quilos a menos, veio o fim da faculdade e a possibilidade de investir no que ele realmente gostava: as lutas.

"Resolvi voltar a treinar e fazer tudo. Como sempre tive a genética do meu pai, de estrutura forte, percebi que tinha disposição para ganhar musculatura", lembra Giuliano. Já conhecido no meio das lutas, ele sempre era chamado para treinar com profissionais do MMA, nas no campo do jiu jitsu.

Giuliano já possui um cartel de cinco vitórias no MMA. (Foto: Arquivo Pessoal)Giuliano já possui um cartel de cinco vitórias no MMA. (Foto: Arquivo Pessoal)

"Um falava que ia lutar e se não tinha como eu treinar chão, até que um dia um desses lutadores perguntou se eu não tinha vontade. Eu tinha, mas nunca tinha recebido um convite". Numa luta em Campo Grande, um organizador de eventos do ramo de Curitiba viu Giuliano no octógono. "Era a minha primeira luta e foi a mais rápida da noite, posteriormente fui convidado a entrar em outros eventos", conta.

Em 2013, veio a oportunidade de participar do reality show TUF Brasil (The Ultimate Fighter). Giuliano lutou na terceira edição e depois morou um ano e meio no Rio de Janeiro, treinando na mesma equipe de Anderson Silva e Ronaldo Jacaré, a Xgym e retornou a Campo Grande ano passado, para abrir a própria academia.

Os objetivos ao longo do tempo mudaram. Como gordo, Giuliano queria perder peso e se tornar saudável. Depois de magro e formado na faculdade, resolveu investir como carreira. "Quando emagreci me apaixonei por exercício físico, fazia todo dia. Quando saí da faculdade, vi o que eu realmente queria para a minha vida".

Hoje Giuliano pesa normalmente entre 88 e 90 quilos, quando não está nos preparativos para lutar e frequentemente encontra quem praticava o bullying. "Eles ficam sem graça, alguns com medo. Eu acabo conversando e fica tranquilo", brinca.

No Sherdog Fight Finder, site onde todos os lutadores profissionais têm cadastro, Giuliano tem cinco vitórias e ainda o cinturão de campeão do Xtreme Fighter do Paraguai.

Curta o Lado B no Facebook. 

 

Hoje Giuliano pesa normalmente entre 88 e 90 quilos, quando não está nos preparativos para lutar. (Foto: Gerson Walber)Hoje Giuliano pesa normalmente entre 88 e 90 quilos, quando não está nos preparativos para lutar. (Foto: Gerson Walber)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.