A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

09/11/2016 06:40

Método do corpo sarado, Funcional Fight queima 900kcal e trinca abdome

Treino criado por ex-lutador de MMA chegou a Campo Grande depois de virar febre em SP

Informe Publicitário
Ex-lutador de MMA, Eduardo Munra criou o método.Ex-lutador de MMA, Eduardo Munra criou o método.

Sempre que aparece em alguma publicação, a top Izabel Goulart surge como referência de “corpão”. Com a modelo Carol Trentini e a musa Fiorella Mattheis não é diferente. O que as 3 têm em comum? Elas inseriram na rotina de treinos o Funcional Fight, um mix de lutas que consome até 900 calorias em 50 minutos e define a musculatura, sem aquele aspecto bombado.

Até o mês passado, entrar no ritmo que só produz gente sarada era exclusividade de São Paulo, mas agora Campo Grande também tem o “Funcional Fight Club”, com o método criado pelo ex-lutador de MMA, Eduardo Munra.

Depois de treinar na elite do esporte internacional, ele chegou à conclusão que os melhores resultados para o condicionamento físico vêm da mistura dos exercícios aeróbicos com os movimentos de luta.

As aulas têm polichinelos, saltos, prancha, flexão, abdominais, agachamentos, tiros de corrida e muito, muito suor. São treinos para homens, mulheres e a partir de 1º de dezembro também para as crianças, que terão espaço exclusivo com o Funcional Fight Kids.

Munra conquistou celebridades, porque o corpo fica sequinho em um tempo curto, graças as aulas dinâmicas e personalizadas. Cada pessoa avança conforme suas possibilidades físicas, sem exageros, mas com muito estimulo.

Sócios FFC CG Camila Prates, Ralf Umeda e Nina Pimentel - Foto Divulgação Sócios FFC CG Camila Prates, Ralf Umeda e Nina Pimentel - Foto Divulgação

Nem luva é preciso comprar. A academia fornece o material. Outra diferença é a forma de adesão, não há mensalidade. O pagamento ocorre por aula ou pacote de 8, 12 e 20 aulas de treinos. Quando maior a frequência, menor fica o preço. O custo também muda quando o acompanhamento é individual. Aulas coletivas são mais baratas, mas as turmas têm, no máximo, 10 alunos, e dois professores.

Cada treino ocorre com dinâmica diferente, para tornar o tempo mais divertido. Também são inseridos exercícios com elásticos com tração especial e pesos, para fortalecimento muscular. Só em abdominais, são cerca de 500 por dia. 

A indicação é de, no mínimo, duas vezes por semana. A intenção é perda de peso e definição muscular. Em um mês, os resultados já ficam evidentes.

Antes de começarem com as aulas, profissionais de Campo Grande passaram um tempo em São Paulo. Paulo Martins, Antônio Fagundes e Bruna Caruzo foram treinados pelo próprio Munra e foram licenciados como Funcional Fight coach, função que vai além do que faz um personal. Eles são preparados para definir ações e potencializa resultados de cada aluno.

Até quem tem algumas limitações, pode aderir ao método. “Uma pessoa, por exemplo, que tem problema no punho, vai fazer mais agachamentos que os golpes. O plano começa pela avaliação de cada um. Só depois a gente avança”, explica uma das proprietárias em Campo Grande, Ana Carolina Pimentel.

Leticia Vaccaro aluna FFC - Foto divulgaçãoLeticia Vaccaro aluna FFC - Foto divulgação
Funcional Fight Coach: Paulo Martins, Antônio Fagundes e Bruna Caruzo. Funcional Fight Coach: Paulo Martins, Antônio Fagundes e Bruna Caruzo.

Outra grande vantagem é que, além de trabalhar força, flexibilidade, coordenação motora e condicionamento físico, o Funcional Fight acaba com o stress na base dos socos, joelhadas e chutes. “É algo muito Intenso, mas serve até para aliviar o estresse. Tudo que a pessoa carrega, fica no tatame”, garante Ana Carolina.

Ela treina Muay Thai há 4 anos. De 30% de gordura corporal, reduziu o índice para 15% e alcançou os 53 quilos. Certa de que as lutas são caminho para o corpo escultural, Ana Carolina a amiga Camila Prates e o treinador Ralf Umeda apostaram em uma academia com o método de Munra. "Somos os primeiros licenciados fora de São Paulo, o que é uma grande honra", diz a empresária.

Valores - O valor da aula coletiva começa em R$ 65,00 (1 aula) e cai até R$ 35,00, caso a pessoa feche pacote de 20 aulas. As individuais custam R$ 100,00 a diária e chegam a R$ 55,00 para pacote também de 20 aulas, que podem ser utilizadas em até cinco meses. Os valores são divididos em até 2 vezes. Quem define a programação de treinos é o próprio aluno, que pode escolher horários entre 6h e 21h.

Para conhecer melhor a modalidade, siga o Funcional Fight Club no Facebook ou no Instagram. Diariamente são postados vídeos de treinamentos. 

Para entrar em contato, use o Whatsapp, pelo número 9.8122-9702. A Funcional Fight Club fica na Rua Autonomista, 122, Bairro Autonomista.

imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.