A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

01/10/2014 10:19

Mulher cria marmitinhas congeladas com opção integral ou sem glúten

Elverson Cardozo
Marmitinhas são entregues congeladas. (Foto: Arquivo Pessoal)Marmitinhas são entregues congeladas. (Foto: Arquivo Pessoal)

A historiadora Norma Vasconcelos sempre teve “mão boa” na cozinha. Aos 7 anos, ao lado da mãe, a menina já fazia arte com as “invenções gastrônomicas”. A paixão pelas receitas a acompanhou na fase adulta, mas a mulher só foi ver oportunidade nisso agora, aos 53 anos, pouco tempo depois de ficar desempregada.

Veja Mais
Clínica realiza palestras para sanar dúvidas sobre infertilidade conjugal
Peregrinos não precisam ir tão longe, nosso "Caminho de Santiago" fica a 60km

Há 5 meses Norma trabalhava como analista de projetos, em uma empresa de eventos em Campo Grande. Ela só deixou o cargo devido a uma reestruturação no quadro de funcionários. Sem emprego, buscou uma nova recolocação no mercado, mas como a oportunidade não veio, resolveu ir para as panelas. Se deu conta de que, na cozinha, também podia ganhar dinheiro.

Norma começou fazendo salgadinhos para festas, partiu para os empadões e, em pouco tempo, estava nas marmitinhas congeladas, com refeições “comuns” e lights, elaboradas com orientação de uma nutricionista e indicadas, segundo ela, para quem quer manter ou perder peso.

Porção é individual. (Foto: Arquivo Pessoal)Porção é individual. (Foto: Arquivo Pessoal)

Hoje, a cozinheira, que nunca atuou como historiadora, vende 52 pratos diferentes, sendo 33 “normais”, sem contagem calórica, e 19 lights, com informação nutricional. O cardápio é bem variado.

Tem de arroz integral, com filezinho de frango molho de queijo, lentilhas no azeite ou feijão, a “Terriniha de Bacalhau a Zé do Pipo” (bacalhau desfiado, purê de batatas e requeijão cremoso), passando pelo estrogonofe de frango, arroz carreteiro integral (com carne de sol, purê de mandioca e farofa de banana), lombo suíno ao molho de limão, feijão preto com bacon e calabresa, entre outros.

Na lista das marmitinhas light, com entre 200 e 400 kcal, tem pratos mais requintados, como o “Pene Colore” (massa sem glúten com tirinhas de frango, repolho, cenoura, brócolis, couve flor e vagem com molho à base de shoyo) e “Canelone ao Molho de Iogurte” (três canelones recheados com ricota, nozes e passa, ao molho de iogurte natural salpicado com gergelim).

Norma sempre gostou de cozinhar e hoje ganha dinheiro com isso. (Foto: Arquivo Pessoal)Norma sempre gostou de cozinhar e hoje ganha dinheiro com isso. (Foto: Arquivo Pessoal)

Algumas têm nomes pouco conhecidos: “Chicken Filé ao Maracujá” (filezinho de peito de frango com molho de maracujá), “Barcas de Berinjela” (canoa de berinjela, recheada com patinho moído e refogado, regado ao molho sugo, fubá e parmesão, gratinadas com arroz integral e cenoura).

Outros pratos são mais comuns, como o escondidinho, a lasanha (leve), peixe ensopado, pintado ao molho maracujá, salmão ao molho de alcaparras e até a feijoada light. Os valores, para cada porção individual, variam de R$ 9,00 a R$ 18,00.

De sobremesas os clientes tem três opções: Mix de frutas assadas (abacaxi, manga, maçã, pêra, morango, damasco, assados com mel e canela em pau), Muffins de maça (com pedaços de maã, nozes e canela) e o mousse de frutas. Cada uma sai a R$ 5,00.

Norma pede uma prazo de 2 dias para elaborar o prato e só entrega, em um raio de 10 quilômetros, para compras acima de R$ 100,00.

Encomendas podem ser feitas pelo celular (67) 9105-7065. Outras informações podem ser obtidas pelo Facebook




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.