A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

08/06/2014 07:24

Poucos perguntam, mas restrições após tatuagem vão muito além de tomar sol

Anny Malagolini
Depois de fazer tatuagem não se pode doar sangue por um ano (Foto: Cleber Gellio)Depois de fazer tatuagem não se pode doar sangue por um ano (Foto: Cleber Gellio)

Fugir do sol ou do banho de piscina não são as únicas restrições para os dias depois de uma tatuagem na pele. Antes de entrar na agulha, é bom perguntar para não agendar um exame, por exemplo, e ter de mudar os planos. Você precisa saber que também não vai poder doar sangue ou malhar por algum tempo

Veja Mais
Para fazer o mundo sorrir, grupo sai às ruas doando bons sentimentos
Clínica realiza palestras para sanar dúvidas sobre infertilidade conjugal

O Hemosul não aceita doadores que tenham feito tatuagem por menos de uma ano. A preocupação é com o risco de contaminação durante o procedimento. Aids ou hepatite podem ser transmitidas pela agulha caso as condições de assepsia não sejam respeitadas. Doze meses é o tempo considerado seguro para que a pessoa desenvolva os anticorpos que são detectados nos exames.

Outro impedimento imediato é para fazer uma ressonância magnética. Neste caso, o tempo de "resguardo" é bem menor, só até a cicatrização. É que a tinta utilizada contém alguns metais e durante a ressonância, pode queimar a região.

A tatuadora Liuana Domingues, de 29 anos, diz sempre alertar os clientes para alguns cuidados. Segundo ela, a cicatrização costuma demorar de 7 a 10 dias, mas a recomendação é de que sejam evitados piscinas, águas de rio ou mar, durante 30 dias.

Uma dúvida frequente entre os tatuados é sobre a alimentação, se deve ou não sofrer restrição. Liuana esclarece que não é preciso “É uma intervenção muito superficial e de fácil cicatrização, por isso não é preciso se privar de nenhum alimento”, afirma.

As recomendações também mudam de acordo com o profissional. O tatuador Eduardo Ruiz Saravá, de 24 anos, recomenda que após fazer a tatuagem, não se coma carne suína durante o período de cicatrização. Segundo ele, a ingestão da carne de porco aumentam a chance de inflamação. Como a tatuagem é uma lesão, ela tem que cicatrizar, e inflamações prejudicam o processo.

O tatuador diz que são poucos os clientes que perguntam sobre as recomendações, mas que se preocupa em passa as recomendações em todas as sessões. Outro aviso que o profissional dá é de que se evite malhar a região do corpo que foi tatuada. “É um corte, e conforme o músculo dilata, pode surgir queloide”, explica.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.