A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2017

11/01/2017 06:15

Que tal sair do trabalho e fazer 1h de ginástica com dança? É de graça no Centro

Thailla Torres
As aulas acontecem toda segunda e quarta-feira às 18h no shopping Estação. (Foto: Alcides Neto)As aulas acontecem toda segunda e quarta-feira às 18h no shopping Estação. (Foto: Alcides Neto)

Para todo mundo entrar na dança, a educadora física Andreia Cavalheiro, de 44 anos, criou um projeto no Centro da cidade. As aulas são gratuitas e têm feito muita gente arriscar uns passos depois do expediente e queimar calorias.

“Nem todo mundo gosta ou consegue fazer academia. As pessoas buscam o que dá mais prazer. Por isso, manter a ginástica com dança é mais eficiente e acaba chamando atenção”, explica Andreia.

As aulas acontecem dentro do Shopping Estação, duas vezes por semana. A ginástica é ao som de ritmos variados e se engana quem acha que precisa saber dançar para dar conta. Com funk, axé, forró e música eletrônica, basta ter disposição para os movimentos.

 

Andreia é quem dá aulas desde outubro para à população.Andreia é quem dá aulas desde outubro para à população.

“A gente reúne vários estilos e envolve isso com a dança. É uma forma de não ficar na mesmice. O aluno descobre os movimentos corporais, trabalha coordenação motora e tem mais qualidade de vida”.

Andreia trabalha com dança há 8 anos, ela vem de Jaraguari (MS) todos os dias dar aula na cidade. A ideia do projeto surgiu para atender a população que trabalha o dia todo. “É aberto ao público, mas muita gente que trabalha no Centro aproveita por não ter tempo de ir para academia. Outros por não se adaptar ao local”, diz.

Se alguém tem dúvidas sobre os benefícios, Andreia menciona alguns. “Trabalha, principalmente, o fortalecimento de braço, perna e abdome. Também a coordenação motora e o bem-estar físico, já que na dança a pessoa acaba se soltando”, diz.

Não há desculpas para não se inscrever que convençam a professora. “Aqui não trabalhamos com coreografia e sim movimentos do corpo. Então deixamos a música envolver. No começo fica todo mundo tímido, mas termina todo mundo feliz. A música mexe muito com a auto estima das pessoas", explica.

Cristiane não faz o exercício, mas entra na dança durante a limpeza. Cristiane não faz o exercício, mas entra na dança durante a limpeza.

Para quem trabalha no shopping, é o melhor momento do dia. Cristiane Ribeiro Nogueira não faz a ginástica, mas curte os movimentos durante a limpeza. "Eu não faço mais fico animada, seguindo o ritmo da música enquanto limpo as mesas. Melhorou até minha câimbra, porque comecei a dançar enquanto trabalho", conta.

A barbeira Roselídia Bogarim, de 48 anos, já sentiu os resultados no condicionamento físico. "Melhorei muito, eu que nunca tinha dançado, foi a melhor coisa que eu fiz. Já perdi 5kg desde de novembro. Parece pouco mas, o que melhora no corpo da gente é muito melhor", diz.

A escriturária Evelyn Cardoso, de 25 anos, sai do trabalho e vai dançar duas vezes por semana. Além de superar a timidez, ganhou resistência. "Vi um anúncio no Facebook em novembro e comecei. No inicio tinha vergonha, mas foi passando. Não perdi tanto peso, mas ganhei resistência e para mim compensa por não ter preço. Um hora de dança, a gente sai muito suada", conta.

As aulas acontecem toda segunda e quarta-feira às 18h, na praça de alimentação do Shopping Estação.

Curta o Lado B no Facebook.

Evelyn Cardoso, de 25 anos, que nunca dançou, diz que perdeu a timidez. Evelyn Cardoso, de 25 anos, que nunca dançou, diz que perdeu a timidez.



imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.